Conecte-se agora

No Acre, vacina reduziu mortes de profissionais da enfermagem

Publicado

em

O número de profissionais de Enfermagem mortos por Covid-19 teve uma queda significativa, após alta associada à segunda onda da pandemia. Os dados registrados pelo Observatório da Enfermagem no mês de abril revelam o efeito da vacinação, na avaliação do Comitê Gestor da Crise (CGC/Cofen).

O Acre é o 2º em número de casos da região Norte, com 747 infectados até o momento, perdendo apenas para o Amazonas. 12 profissionais morreram com a doença e esse número é o mesmo desde janeiro.

“A queda revela a importância da vacinação e traz esperança aos brasileiros. Esta redução poderia ter acontecido antes, mas foi retardada pela segunda onda de Covid-19, com aumento da prevalência da doença”, avalia o coordenador do CGC, Eduardo Fernando Souza, que ressalta a importância de manter as medidas de controle, como o distanciamento social, redução da circulação e uso de máscaras e Equipamentos.

A melhoria do indicador, mais acentuada no Sudeste, se mantem em todas as regiões do Brasil. A região Norte ainda lidera registra o maior número de mortos, em proporção ao total de profissionais inscritos. Dados revelam a morte de mulheres (67%) relativamente jovens, com idade média de 49,1 anos. A maioria (57,2%) é técnica de Enfermagem, refletindo o percentual da categoria nas equipes.

Cerca de 48 milhões de doses foram aplicadas em 30 milhões de brasileiros — a imunização efetiva requer duas doses. O país ocupa o 56º lugar no ranking global de vacinação e é o 5º em total de doses.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas