Conecte-se agora

Acre tem média maior que 11 Estados em acidentes de transporte

Publicado

em

O Acre está abaixo da média nacional em acidentes de transportes, mas a mortalidade, de 1,7 óbitos por 100 mil pessoas, ainda é mais alta que onze Estados. No ranking da letalidade no transporte, o Acre é 12º entre os Estados, ganhando de Paraíba, Distrito Federal, Alagoas, Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, São Paulo, Amazonas, Maranhão e Espírito Santo.

Mato Grosso tem a maior taxa de mortalidade proporcional a 100 mil habitantes, muito superior à média nacional. Paraíba, a menor.

Os dados foram divulgados nesta última semana de abril pelo Ministério da Saúde. Com a pandemia da Covid-19, muita gente precisou se adaptar ao trabalho em casa, diante da tela do computador.

O deslocamento até o local de trabalho diminuiu e essa mudança trouxe um reflexo positivo: os acidentes de transporte relacionados ao trabalho no Brasil tiveram uma redução de 34,52% em 2020, o menor número desde 2012. Esses números constam dos Sistemas de Informação de Agravo e Notificações (Sinan) e do de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.

Mesmo com a redução no número de casos, o Ministério da Saúde reforça a importância na prevenção deste tipo de acidente. No ano passado foram registrados 13.153 acidentes de trabalho por transporte, sendo que em 2019 foram 20.087. Os anos de 2017 (20.832) e 2019 (20.087) foram os que apresentaram os maiores números de notificações.

Os reflexos da pandemia aparecem ainda no perfil dos acidentes registrados: o levantamento apontou que os motoboys são os que mais sofrem acidentes de transporte relacionados ao trabalho. O número de mortes é maior entre os caminhoneiros.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas