Conecte-se agora

PT define Jorge Viana como candidato ao governo do Acre

Publicado

em

AO CONTRÁRIO do que vem sendo divulgado sobre a sua candidatura ao senado, o ex-senador Jorge Viana (PT), deverá mesmo ser candidato ao governo na eleição do próximo ano, por decisão partidária. A informação foi passada na noite de ontem ao BLOG DO CRICA, pelo presidente regional do PT, Cesário Braga. 

JV é hoje o nome de maior densidade eleitoral do partido no estado, onde já foi governador com sucesso na gestão, da qual saiu bem avaliado. Jorge Viana foi vítima na última eleição estadual da maior trapalhada do PT, desde a sua fundação no estado, quando lançou duas candidaturas ao Senado, pulverizou os votos do seu nicho, e acabou perdendo a única vaga de senador, que era ocupada pelo próprio Jorge. 

A entrada do JV em cena tornará a eleição do próximo ano bem mais interessante, com três candidatos de comprovada densidade eleitoral, na disputa do governo: Gladson Cameli, que disputará a reeleição no comando da máquina estatal; o senador Sérgio Petecão (PSD), o mais votado na eleição de 2018 e Jorge Viana (PT), cujo nome tem votos além do limite territorial do PT. 

Vale lembrar que, eleição majoritária se decide a favor do candidato que na campanha conseguir mais empatia com o eleitorado. Prenúncio de que teremos bons debates na refrega sucessória de 2022.

FERNANDA FICA

O PRESIDENTE do PT, Cesário Braga, aproveitou a conversa política com o BLOG, para afirmar que, a prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem, não sairá do PT, e é um nome que o partido conta para deputada federal.

UMA MISSÃO DIFÍCIL 

EMISSÁRIOS do governador Gladson Cameli iniciaram essa semana um movimento para que, aconteça uma conversa particular entre o governador e o senador Sérgio Petecão (PSD). Um dos assessores principais do Petecão já foi sondado, num passo inicial para o diálogo.

CONVERSA FRANCA

 Na frente do movimento de reaproximação se encontra o secretário Alysson Bestene, que deve assumir a condução principal da articulação política do governador, com objetivo de tentar congregar o maior número possível de aliados que abandonaram o governo, e procurar desativar confrontos verbais, tirando Cameli do bate-boca.

PETECÃO PRAGMÁTICO

Perguntei ontem ao senador Sérgio Petecão (PSD), que se encontra rompido e não tem trocado nem cumprimentos com o governador, se receberia o Gladson para uma conversa. Foi pragmático na sua resposta ao BLOG DO CRICA: “Recebo todo mundo no meu gabinete, por qual motivo não receberia o Gladson? Só acho é que, quem demitiu todo o meu pessoal do governo não tem muito o que conversar comigo. E, se o assunto for eleição de 2022, eu não falo deste assunto este ano”. 

FOCO NAS CHAPAS

 O foco no momento, destacou Petecão ao BLOG, é articular chapas de deputados federal e de deputado estadual, a discussão da disputa de governo acontecerá no momento certo”. Petecão não quis responder se será mesmo candidato ao governo, esquivando-se que é assunto para discutir com os seus aliados em 2022.

FONTE SEGURA

 Mas, este BLOG tem fontes seguras próximas do senador Sérgio Petecão (PSD) de que a sua candidatura é fava contada para o Palácio Rio Branco. E, vejo com ceticismo uma reaproximação política entre o Gladson e o Petecão.

PROVA DE FOGO

OS ATAQUES desferidos pelo deputado Roberto Duarte (MDB) contra o líder do governo, deputado Pedro Longo (PV), foram a primeira prova de fogo no espinhoso cargo. Nada mais desgastante no parlamento que ser líder de qualquer governo, o desgaste vem montado no cargo. Longo preferiu não esticar a corda e aprofundar o debate.

CLIMA PESADO

NÃO SE OLHARAM. O fato mostrou o clima pesado entre o governador Gladson e o vice Major Rocha, na solenidade de ontem numa solenidade do Corpo de Bombeiros. Esqueçam a possibilidade de reaproximação.

JUNTO DO GOVERNADOR

A EX-SECRETARIA  da SECOM, Silvânia Pinheiro, já estava ontem na nova função de estar mais junto do governador Gladson, apareceu ao seu lado, na solenidade nos Bombeiros 

CATANDO VOTOS

O EX-PREFEITO Marcus Alexandre (PT) continua nas horas vagas a fazer contatos políticos pedindo voto para a sua candidatura a deputado estadual em 2022. Nome forte.

PUXADOR DE VOTOS

OS PETISTAS acreditam que o ex-prefeito Marcus Alexandre (PT) pode funcionar como um puxador de votos na chapa do partido para deputado estadual.

ORELHAS ARDENDO?

SUAS orelhas não estão ardendo devido ao fogo amigo, meu caro chefe do gabinete civil da PMRB, Artur?

QUE COISA VERGONHOSA!

AINDA negam que remam a favor do negacionismo e da pandemia, depois da revelação pelo ministro Eduardo Ramos de que, foi orientado a tomar a vacina contra a Covid escondido, por orientação do Planalto?

O INFERNO ESTÁ CHEIO

O DEPUTADO Edvaldo Magalhães (PCdoB), um dos quadros mais preparados da ALEAC, joga para a platéia com seu projeto que permite a contratação pelo estado de médicos sem CRM. Pura firula! Creio, na sua boa intenção, mas, diz o ditado: “o inferno, está cheio dos bem intencionados”.

PRIMEIRO CHAMADO

O BLOG tem a informação de que o vice-governador Major Rocha será o primeiro a ser convocado para falar na CPI, já que todos os escândalos na Educação vierem à baila por denúncias formuladas por ele. 

DEBATES DUROS

ATÉ AQUI, por conta da pandemia, a ALEAC vinha funcionando num marasmo. Com a CPI a chapa vai esquentar. E, esquentar mais ainda no próximo ano, por ser eleitoral.

PARLAMENTO É DEBATE

PARLAMENTO tem que ter debate, tem que ter contraditório, o papel da oposição é o de fiscalizar e denunciar o governo e, o da base governista, é o de desacreditar os ataques da oposição. Sem isso vira armazém de secos e molhados.

ADEUS POLÍTICO

O BLOG teve ontem a confirmação que, depois de 12 anos de mandato de deputado estadual, o deputado Jonas Lima (PT) não buscará a reeleição, e deve se dedicar  a um projeto agrícola de plantio de café, em Mâncio Lima.

O QUE PENSO DA CPI

CPI é um instrumento legal das minorias nas casas parlamentares. Quando preenche os requisitos de número legal de assinaturas, objeto definido e tempo de término fixado, não há que se discutir sobre a legalidade.

GLADSON CAMELI FORA

O QUE TAMBÉM tem que ficar bem claro é que, em nenhum dos escândalos da secretaria de Educação, que redundaram em prisões, em nenhum deles tem o DNA do governador Gladson Cameli. Não é investigado em nada, e portanto, quem fez o angu de caroço que o coma só.

APURAR FATOS

OUTRO PONTO: toda CPI é política, ora, ora, dona Aurora! Existem supostos fatos graves na Educação, e se o próprio governador diz que é favor da CPI, não se pode ser mais real que o rei, sendo contra. Que seja dada a largada.

PARA DAR AGILIDADE

A BASE do governo atravessou uma outra CPI, só que buscando apurar possíveis irregularidades na Educação em governos petistas. Normal! Só que para ter agilidade, as duas CPIs deveriam ser tocadas em separado.

FRASE MARCANTE

“Não beba nada sem ver e nem assine nada sem ler”. (Ditado brasileiro).

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.