Conecte-se agora

Mesa Diretora é pressionada e definição sobre CPIs deve ocorrer na próxima semana

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

Com dois requerimentos criando CPIs no âmbito da Educação do Acre patrocinados por deputados oposicionistas e governistas, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Nicolau Júnior (Progressistas), encaminhou os pedidos para uma análise jurídica para definir se autoriza duas Comissões ou unifica as investigações.

Na sessão desta quarta-feira, 28, o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) cobrou celeridade e disse que na semana passada foi protocolado um requerimento para instalação da CPI da Educação e ontem, 27, foi lido o requerimento no expediente, e ainda no mesmo dia surgiu outro requerimento para CPI ampla.

O parlamentar do PCdoB leu o regimento interno da Aleac que enfatiza que após publicada a resolução as bancadas terão 24 horas para indicação dos integrantes da CPI. Ele pediu ao presidente em exercício, deputado Luiz Gonzaga (PSDB), o que vem sendo feito para garantir o avanço do requerimento.

Gonzaga leu uma nota deixada pelo presidente Nicolau Júnior aos deputados, explicando sua ausência e afirmando que aguarda o parecer jurídico para seguir com o requerimento. No comunicado, Nicolau afirma que o parecer “não passa da próxima sessão”.

Ausente da sessão desta quarta, Nicolau Júnior acompanha o seu pai em tratamento médico fora do Acre.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas