Conecte-se agora

40 homens armados invadem fazenda de dono da Uninorte, roubam veículos e ameaçam peões de morte

Publicado

em

Ao menos 40 homens armados invadiram uma propriedade rural na tarde de quarta-feira (21) no distrito de Vista Alegre do Abunã, em Porto Velho. A fazenda invadida pertence ao dono do Centro Universitário Uninorte, Ricardo Leite, o Rico.

De acordo com informações repassadas pela assessoria da Secretaria de Segurança do Estado de Rondônia, um boletim de ocorrência foi registrado informando que duas pessoas haviam sofrido lesões corporais e tortura durante a invasão.

Os invasores, após adentrarem na Fazenda Santa Carmem, renderam e torturaram dois funcionários que estavam no local. As vítimas que trabalham na fazenda (peões) informaram à polícia que foram ameaçados de morte e tiveram todos os seus pertences destruídos ou roubados, incluindo seus carros.

O grupo de criminosos também destruiu a casa onde os funcionários da fazenda moravam e atearam fogo no carro e na moto das vítimas. O caso ocorreu na mesma região em que policiais militares foram emboscados em outubro de 2020.

As forças de segurança do Estado investigam o caso e buscam prender os acusados que, segundo Informações, são membros da Liga Camponesa dos Pobres (LCP), um grupo semelhante ao movimento dos Sem Terras, porém, mais agressivo.

A reportagem do ac24horas tentou contato com o proprietário Ricardo Leite para obter mais detalhes da ação criminosa, mas não conseguimos respostas sobre o incidente.

Com Informações do G1 de Rondônia

Destaque 2

Fã de aviação, Gladson vira criança para acompanhar tarde de aeromodelismo

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) realizou no fim da tarde deste sábado, 31, uma visita ao clube Rio Branco Aeromodelismo, localizado na estrada do Mutum, na capital, com objetivo de acompanhar as atividades e ouvir as reivindicações do grupo.

Cameli, que é fã de aviação desde sua infância, chegou ao local em seu veículo particular e acompanhado de poucos assessores e alguns seguranças. De bermuda e sapatilha, o governador com seu jeito peculiar logo ganhou a admiração dos amantes do esporte ao falar de sua coleção de aviões, em seguida recebeu das mãos de um dos representantes da equipe duas camisas personalizadas com o nome e slogan do grupo.

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

De acordo com um dos membros do clube, Franklin Augusto, os participantes almejam recursos, principalmente financeiros, para a realização de um evento nos dias 4 e 5 do mês de setembro. “Será um encontro de aeromodelistas. Aqui vamos entregar um ofício com as reivindicações, precisamos de tenda, cerca de proteção, som, recursos para queima de fogos, aluguel de mesa e cadeiras, alimentação e etc”, declarou.

O chefe do executivo se mostrou empolgado com a ideia e logo fez questão de dar ideias ao grupo, segundo ele, é necessário que seja feito um evento que chame atenção dos competidores que praticam o esporte há algum tempo. O gestor prometeu que no dia da exibição vai disponibilizar os dois helicópteros do governo para sobrevoar a área, além disso, ele destacou que vai doar algumas peças de aviões para os membros do clube.

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

Entre uma conversa e outra, o governador, sorridente, não tirava os olhos dos aviões de membros do grupo. Um deles chegou a oferecer o seu avião para que Gladson pilotasse, porém, ele não aceitou. Em um levantamento feito pela equipe, o grupo estima que deve ser gasto para a organização do encontro, algo em torno de R$ 10 mil.

Durante a festividade está prevista a participação de aeromodelistas do Estado de São Paulo e Porto Velho, e da cidade de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre.

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

Outro representante da equipe, João Vítor, entregou um ofício com tudo que será usado para a organização do encontro de aeromodelistas. O chefe do executivo garantiu a doação do valor para custeio do evento. “Sou totalmente a favor do evento, fiquem tranquilos que estarei presente no dia. Na próxima semana vou doar o valor para vocês irem adiantando as coisas”, garantiu.

O grupo Rio Branco Aeromodelismo conta com 114 participantes e 20 associados. Totalmente descontraído e à vontade com os presentes no local, Cameli posou para fotos e prometeu que no próximo fim de semana estará no clube para pilotar um de seus aviões de aeromodelismo.

Continuar lendo

Destaque 2

Acre retira restrição de horário de funcionamento de bares e restaurantes

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) nesta sexta-feira, 30, revogou o Decreto de Nº 8.911, que estabelecia limite no horário de funcionamento de restaurantes, lanchonetes, bares, distribuidoras de bebidas e similares até às 00h. As demais medidas sanitárias de combate à Covid-19 e o limite de ocupação do estabelecimento de acordo com a bandeira permanecem válidos.

A revogação consta dentro do decreto que determinou a volta dos servidores públicos às atividades presenciais publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta (30).

A decisão ocorre em um momento em que apenas 124.490 mil acreanos, ou seja, 13,92% estão totalmente imunizados contra a Covid-19 com as duas doses. Até o momento, o Estado do Acre registrou 500.979 aplicadas contra covid-19, sendo 371.023 mil 1º dose, 119.873 segunda dose, e 10.083 dose única.

A decisão vale para restaurantes, lanchonetes, bares, distribuidoras de bebidas e similares que antes encerravam a comercialização de bebidas alcoólicas até às 22h00, devendo encerrar inteiramente suas atividades até às 00h.

Continuar lendo

Destaque 2

Polícia investiga Valdete Sousa por prática de rachadinha e Palácio determina exoneração da diretoria da Codisacre

Publicado

em

A diretora financeira da Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Acre (Codisacre), Valdete Souza, virou alvo de uma investigação da Polícia Civil após uma funcionária acusá-la de praticar “rachadinha”, quando o servidor é obrigado a repassar parte do dinheiro para quem lhe indicou. A denuncia foi exposta pelo jornalista Adailson Oliveira, da TV Gazeta, na noite desta quarta-feira, 28.

Não há consenso entre os especialistas da área jurídica sobre o enquadramento do repasse no ordenamento jurídico brasileiro. Há juristas que entendem que o desvio somente se configura como ato de improbidade administrativa. Outros, no entanto, consideram que a conduta não só se considera ato de improbidade, como também estão tipificados no Código Penal. Todavia, estes últimos divergem sobre qual crime a conduta se encaixa, se em peculato, corrupção passiva ou concussão.

Valdete, que já foi presidente do partido PMN, supostamente exigia das pessoas que ela indicou para o cargo comissionado em outras secretárias um valor mensal que deveria ser entregue em espécie em sua casa ou mesmo no gabinete. Segundo a reportagem da TV Gazeta, ela nega as acusações e debitou as denúncias devido ao seu estilo de falar o que pensa e atribuiu o caso a “fogo-amigo”

As investigações vêm sendo conduzidas pelo delegado Pedro Rezende, na Delegacia de Combate à Corrupção (Decor). O delegado não fala abertamente sobre a investigação, mas até o momento três pessoas teriam sido escutadas.

Pedro Rezende teria em mãos conversas de WhatsApp e áudios que mostram a diretora fazendo a cobrança do dinheiro todos os meses.

Segundo informações, o delegado está com uma lista de pessoas para prestarem depoimentos sobre o caso.

De acordo com a investigação, Valdete não tinha cargos apenas na Codisacre, mas também em outras secretarias como o Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac). Inclusive, um dos cargos que está sendo investigado é a contratação de um contador que nunca compareceu ao local de trabalho ou prestou serviços para o estado.

O ac24horas apurou que Valdete será exonerada de seu cargo ainda esta semana por determinação do governador Gladson Cameli, que teria sido orientado por levar a Polícia o caso de rachadinha após tomar conhecimento.

À reportagem, Valdete negou as acusações e afirmou que independente de qualquer coisa ela é Gladson Cameli. “Quero deixar bem claro. Não tenho envolvimento com isso, jamais faria isso e independente dos desfecho, eu sou Gladson Cameli. Ele é meu governador em 2022 e jamais deixarei de apoia-lo. Sou uma mulher de causas e princípios”, disse.

Continuar lendo

Destaque 2

MP apura denúncia de cobrança da Pronto Clínica pelo uso de aparelhos respiradores do SUS

Publicado

em

A promotora de Justiça de Defesa do Consumidor, Alessandra Garcia Marques, abriu uma investigação após uma denúncia de que a Pronto Clínica teria supostamente cobrado pacientes pelo uso dos respiradores repassados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O procedimento preparatório de investigação foi publicado no Diário Oficial do MPAC desta terça-feira (27).

Segundo Alessandra, a abertura da investigação ocorre após chegar ao ”conhecimento do Ministério Público notícia de que, no auge da pandemia, a unidade hospitalar privada, teria recebido, para uso, aparelhos respiradores provenientes do Sistema Único de Saúde – SUS, em razão da impossibilidade do sistema de saúde público suportar todas as internações de pacientes infectados pelo coronavírus e da pouca estrutura da indicada unidade privada para essa situação excepcional, quando, segundo foi informado ao Parquet, a despeito da origem dos aparelhos respiradores, consumidores podem ter sido compelidos a pagar pelo uso desses, o que deve ser apurado, para que se verifique a veracidade do fato”.

O MP determinou que seja expedido ofício à Secretaria de Saúde do Estado do Acre (Sesacre) para que informe quantos, quais e por quanto tempo aparelhos respiradores foram cedidos à Pronto Clínica, em contexto de pandemia, oportunidade em que deve informar, também, se houve ou não contraprestação em favor do SUS, quando a Sesacre deve, por fim, encaminhar documentos que comprovem a cessão de aparelhos minuciosamente.

Por fim, a promotora determinou que sejam tomadas todas as demais medidas necessárias à apuração dos fatos, realizando-se todas as diligências necessárias.

Ao ac24horas, a Pronto Clínica, por meio do seu advogado, Giliard Nobre, informou que a unidade privada possui 15 aparelhos respiradores (VNI) para disponibilização aos seus pacientes e descartou possuir qualquer aparelho que pertença ao Sistema Único de Saúde (SUS).

“A empresa não possui qualquer aparelho que pertença ao SUS e também não possui convênio para o fornecimento por meio do Sistema. A investigação do MPE decorre de uma alegação de um paciente tratado na empresa, e que alega que o aparelho respirador por ele usado pertencia ao SUS. Essa informação foi surpreendente para a empresa, pois, como dito, ela apenas disponibiliza aparelhos próprios e não possui qualquer convênio com o SUS nesse sentido. De todo, como já esclarecido ao MPE em manifestação escrita, em apuração interna, constatou-se que o paciente simplesmente levou para seu apartamento o referido aparelho médico. Essa providência tomada exclusivamente pelo paciente foi feita à revelia da Pronto Clínica e sem conhecimento do seu corpo técnico”, destacou em nota.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas