Conecte-se agora

Operação Acolhida interiorizou 56 migrantes no Acre, informa governo federal

Publicado

em

A estratégia de interiorização do governo federal, que leva voluntariamente refugiados e migrantes venezuelanos do estado de Roraima e de Manaus para outras cidades no país, alcançou no último mês o marco significativo de 50.475 pessoas beneficiadas, três anos após o seu início em abril de 2018.

Nesse período, mais de 670 municípios acolheram os beneficiários da Operação Acolhida.

No Acre, segundo os dados da operação, 56 venezuelanos foram interiorizados até agora a partir de Rio Branco, Tarauacá e Cruzeiro do Sul. Boa parte foi para capitais do Sul e Sudeste.

O Ministério da Cidadania diz que a estratégia de interiorização reduz a pressão sobre as comunidades locais que acolhem pessoas refugiadas e migrantes da Venezuela em Roraima e em Manaus, minimizando o impacto sobre os serviços e infraestruturas públicas na região, A interiorização é um dos eixos da Operação Acolhida, resposta do governo brasileiro ao fluxo de pessoas da Venezuela ao país.

O Acre planeja retomar o uso de um imóvel alugado em Rio Branco para usar como abrigo de migrantes, os quais são atualmente em maioria de venezuelanos.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas