Conecte-se agora

Governo lança Programa Auxílio do Bem no Vale do Juruá

Publicado

em

O governador do Acre Gladson Cameli e a secretária da Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), Ana Paula Lima, realizaram nesta quinta-feira, 22, o lançamento do Programa Auxílio do Bem no Vale do Juruá.

A solenidade ocorreu no Centro Integrado de Esporte (CIE) de Cruzeiro do Sul e contou com a presença de autoridades do Estado, Organizações da Sociedade Civil (OSC) e moradores do município contemplados pelo programa.

“Esses 20 anos que estou no Lar dos Vicentinos nunca tínhamos vivenciado uma situação como essa, os preços para manter o lar estão cada vez mais altos. E por isso estamos gratos por essa grande ajuda, que servirá para manter a casa. Esse cartão vai beneficiar nossos 22 idosos”, agradeceu a coordenadora do Lar dos Vicentinos, Fundação Dom José Hascher, irmã Simone.

A ajuda financeira chega como um alento para as milhares de famílias acreanas que foram afetadas pela pandemia da Covid-19. Os beneficiados irão receber R$150 por até três meses, já as OSC, cada pessoa acolhida receberá R$115.

“É a primeira vez na história do Acre que o Estado disponibiliza um cartão de auxílio para as pessoas que mais precisam, serão três parcelas de R$150 cada. É importante ressaltar o apoio das prefeituras e da Assembleia Legislativa para a execução desse programa, que aquece a economia e valoriza o comércio local”, salientou o governador, Gladson Cameli.

O auxílio irá beneficiar 18.888 famílias que possuem renda de até R$ 178 e não estão vinculadas a nenhum benefício do Governo Federal, como o auxílio emergencial.

“Esse cartão é mais uma ação para minimizar os impactos da pandemia nas famílias mais carentes. O foco do nosso programa são as famílias invisíveis, que não recebem nenhum tipo de benefício. Para solicitar o cartão a família deve se ir ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou a Secretaria Municipal de Assistência Social”, explicou a secretária da SEASDHM, Ana Paula Lima.

Também estiveram presentes no evento a procuradora-geral do Ministério Público, Kátia Rejane Araújo, o prefeito do município, Zequinha Lima, os deputados estaduais, Nicolau Júnior, Cadmiel Bomfim, Luiz Gonzaga e Maria Antônia, o presidente do Deracre, Petrônio Antunes, a coordenadora da SEASDHM no Juruá, Milca Santos.

Critérios:

– Famílias/indivíduos não inseridos no Cadúnico e/ou cadastrados após a data de 21 de março de 2020;

– Todos os membros do grupo familiar devem estar sem vínculo de emprego formal ativo;

– Famílias com renda per capita de até R$ 178;

– Não estar recebendo assistências sociais ou previdenciárias, como programas de renda ou seguro desemprego, Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada;

– Não ter recebido Auxílio Emergencial financeiro do governo federal;

– Ser maior de 18 anos, salvo no caso de mães adolescentes a partir dos 16 anos.

Dados necessários para o cadastro:

– Documento oficial com foto;

– CPF;

– Comprovante de endereço recente;

– NIS (Número de Identificação Social, caso sejam inscritos no Cadúnico).

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas