Conecte-se agora

As mulheres pedem passagem para o senado

Publicado

em

AS MULHERES são poderosas, nem duvidem disso! Aos poucos o famoso “Clube do Bolinha”, em que nas eleições passadas quase sempre apenas os homens disputavam os cargos majoritários, vai tendo o seu palco desmontado. Na eleição do próximo ano poderemos ter na disputa da única vaga do Senado quatros mulheres com boa qualificação, buscando o mandato. Viva para as mulheres! A ex-prefeita Socorro Neri (PSB), que teve uma brilhante passagem pela prefeitura de Rio Branco; a Márcia Bittar (sem partido), da maior respeitabilidade, e vivência na política; a senadora Mailza Gomes (PP), que cumpre um mandato produtivo, mostrando ser uma mulher forte na condução do seu partido, e não é uma parlamentar omissa; e ainda uma das gratas revelações da nova safra de políticos acreanos, a deputada federal Jéssica Sales (MDB), atuante, e com forte base eleitoral nos municípios do Vale do Juruá. A serem estas candidaturas confirmadas; primeiro ganham as mulheres por darem um grito de liberdade na importante eleição para o Senado, e ganha o eleitorado que não terá apenas homens como opção para votar na escolha do novo senador do estado. Abram alas, as mulheres pedem passagem para o Senado! 

CHAPA PRÓPRIA
UMA DAS HABILIDADES do deputado Luiz Tchê (PDT) é a de montar chapas para a Câmara Federal, foi o grande articulador da “chapinha”, que elegeu o deputado federal Jesus Sérgio (PDT). Em 2022, o PDT terá chapa a Federal.

CONTRA BOLSONARO
O DISCURSO até aqui do deputado Luiz Tchê (PDT) é o de ‘Fora Bolsonaro”, e deverá ser um dos coordenadores no estado da candidatura de Ciro Gomes (PDT) a presidente.

A SE COMEMORAR
PELOS nomes que estão se apresentado como candidatos ao Senado, entre homens e mulheres, poderemos ter na eleição de 2022, um recorde de candidaturas, um fato a se comemorar. É, o velho ditado: “quanto mais cabras, mais cabritos”.

ELEIÇÃO COMPLICADA
O SENADO é uma eleição complicada, o candidato tem de ter estrutura eleitoral nos 22 municípios, um bloco de candidatos a deputado lhe apoiando, para entrar na disputa com chance, não é uma campanha solteira.

CONVERSA PARA BOI DORMIR
TUDO o que for dito sobre a sucessão estadual que não tenha no cenário o senador Petecão (PSD) de candidato ao governo, em 2022, é pura conversa para boi dormir.

NÃO VEM DECEPCIONANDO
FORA as pisadas na bola que deu de querer liberar o comércio em plena pandemia, e não seguir os protocolos da vacinação, no mais o prefeito Sérgio Lopes (PSDB), tenho informações, é bem avaliado em Epitaciolândia.

É NATURAL
NÃO SE SABE até em que ponto chegará a CPI da Pandemia, mas no seu decurso, com certeza, será um fator de desgaste para o presidente Jair Bolsonaro.

NÃO É MAMÃO COM MEL
A REELEIÇÃO da deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB), cujo mandato atual é inferior em atuação aos anteriores, não será um mamão com mel, seu partido foi mal na última eleição, e não elegeu um vereador na capital. O PCdoB não tem mais na militância, o seu forte.

ALGUÉM ACHA?
É, ingenuidade imaginar que, o governador Gladson Cameli não já trabalha com o fato de no próximo ano, ter o senador Petecão (PSD), em outro palanque. Não é tolo!

JOGO DA REALIDADE
OS NEGACIONISTAS da ciência dizem que a fome mata. É verdade! Mas, não conheço um caso de alguém que morreu de fome no estado, devido as medidas tomadas para conter pandemia. Mas, caminhamos para os 1.400 mortos pela Covid, caso a situação continue se agravar.

NEGÓCIO DA CHINA
ERA para o governo ter soltado fogos por se livrar do elefante branco da ZPE, vendida por R$25,8 milhões. Foi um belo acordo, fechado pelo secretário Anderson Lima.

COMIDA NO PRATO
150 REAIS é pouco para quem tem muito, mas é muito para quem tem pouco. A ajuda criada pelo governador Gladson vai ser essencial para ajudar a colocar comida no prato de famílias que vivem abaixo da linha da pobreza.

PÁ DE CAL
A ELEIÇÃO do próximo ano vai ser a pá de cal no que restou do grande número de partidos nanicos, boa parte deles, não tendo nem tempo no horário eleitoral e, tampouco, acesso ao Fundo Eleitoral. Existem no nome.

ESTÁ NO ROTEIRO
PARA a eleição do próximo ano, o senador Márcio Bittar (MDB) tem no roteiro, duas cenas: ser o coordenador da campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro no estado, e eleger a ex-mulher Márcia Bittar para o Senado.

NO MESMO PALANQUE
MÁRCIA BITTAR, é um nome altamente respeitável, com experiência acumulada ao longo de muitas campanhas do ex-marido, e vai se filiar na sigla que o Bolsonaro estiver.

FATO INEGÁVEL
DEIXANDO de lado o partidarismo, não se pode negar ser positiva a atuação do governador Gladson na condução do combate à pandemia, tendo mostrado lucidez ao não ser um negacionista, e ser seguidor da ciência. Inegável!

CHORANDO MAIS MORTES
TIVESSE o governador Gladson Cameli seguido a cabeça da “turma da cloroquina”, por certo as famílias acreanas estariam hoje chorando muito mais mortos.

ESPAÇO SE OCUPA
ESTÁ PASSANDO da hora da nomeação de um novo secretário de Educação, se é mesmo, como se propala, a intenção do governo de tirar, o secretário Mauro Sérgio.

FORA DOS ESCÂNDALOS
LEMBRANDO SEMPRE que, em todos os escândalos que explodiram na pasta, não teve o seu nome envolvido em nenhum deles. É, um registro que tem de ser feito.

MAZINHO SERAFIM
POR ora, são especulações a respeito, mas caso o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), for mesmo disputar um mandato deputado federal em 2022, entra com chance reais de vitória. É um prefeito bem avaliado.

NEM PENSAR
MESMO com o MDB passando a fazer parte da “turma do gargarejo” do governo Gladson, nem passa pela cabeça do deputado Roberto Duarte (MDB) ir para a base do governo na ALEAC. Manterá a posição de independência.

FRASE MARCANTE
“Basta um minuto para fazer herói, mas é necessário uma vida inteira para fazer um homem de bem”. (Paulo Brukat)

 

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.