Conecte-se agora

Indicados de Petecão que quiserem continuar com cargos terão que “jurar fidelidade” a Gladson

Publicado

em

O acirramento político entre o governador Gladson Cameli, pré-candidato à reeleição, e o senador Sérgio Petecão (PSD), também apontado nos bastidores como pré-candidato ao Palácio, ganha um novo capítulo mais tenso, faltando pouco mais de um ano para as eleições de 2022.

Com os indicados do senador acreano sendo exonerados gradativamente de cargos estratégicos na estrutura do Estado, interlocutores de Cameli têm levado a mensagem de que quem quiser ficar com seus cargos, se manifestem. No entendimento do Palácio Rio Branco, Petecão ainda tem cerca de 80 indicações na estrutura, entre comissionados e cargos terceirizados, e que se essas pessoas terão que optar em que lado ficarão.

“Os mudos, quem tiver quietinho, vai rodar. Não dá para servir a dois senhores e nem acender a vela para o santo e nem para o diabo. Então as coisas estão bem claras. Não queremos atrapalhar a sobrevivência de ninguém, o governo apenas adota a postura de valorizar quem está de fato o apoiando”, disse um interlocutor palaciano.

Recentemente, sobre exoneração de indicados do governo, Petecão afirmou que o governador “está exonerando quem pediu voto para ele, e que ele estava tranquilo”.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas