Conecte-se agora

Liga de igrejas de evangélicas alfineta Gladson por conta de aglomeração em evento político

Publicado

em

A carreata com centenas de veículos neste domingo, 11, foi o primeiro sinal de que os evangélicos do Acre pretendem demonstrar a partir de agora de forma mais veemente suas insatisfações com as proibições de realização de cultos presenciais nos finais de semana, já que se consideram essenciais à população e alegam que tomam todas as medidas de distanciamento recomendadas.

Nesta segunda-feira, 12, a Liga Somos Um, que representa diversas igrejas evangélicas do estado, fez uma publicação nas redes sociais questionando os critérios adotados pelo governo do estado para proibir atividades presenciais nos templos religiosos nos finais de semana. A entidade usou o evento da volta do governador Gladson Cameli ao Progressistas, partido pelo qual foi eleito e que estava afastado.

A Liga fez a seguinte provocação: “Aglomerar para evento político, com a presença do governador e do prefeito, pode. Mas culto, com distanciamento social, não pode. Só gostaríamos de entender”.

Diversos seguidores comentaram na pasta com frases como “o gigante acordou” e “não vamos mais nos calar”.

 

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas