Conecte-se agora

Gladson critica prefeitos e diz que vacinação está a “passos de jabuti”

Publicado

em

Cameli quer órgãos controladores cobrando aplicação de 58 mil doses ainda não usadas nos municípios

Durante entrega de títulos definitivos no Loteamento Farhat, ocorrida nessa quinta-feira, 8, o governador Gladson Cameli não poupou críticas a prefeitos com relação ao processo de vacinação em todo o estado do Acre. Ele foi taxativo: “fica nesse passo de jabuti, aí não dá”, desabafou.

Cameli reclamou a falta comunicação dos gestores municipais sobre o que o Estado precisa fazer para ajudar a acelerar o processo de imunização. De acordo dados repassados por Cameli, 70 mil doses de vacinas seguem sem uso em todo o Acre.

“Quem não quer tomar, tem que dar espaço a quem deseja se imunizar”, acrescentou.

As declarações do chefe do Palácio Rio Branco são dadas após o atraso na chegada das primeiras doses da compra de 700 mil vacinas Sputnik V pelo consórcio de governadores do nordeste. A liberação pela Anvisa só deve ocorrer após uma missão brasileira visitar as instalações da fabricante na Rússia.

“Quem quiser acreditar que vamos imunizar, acredite, eu só quero comprar e virar essa página”, voltou a comentar o governador.

Os dados do Portal Transparência Covid-19 do Acre são diferentes dos anunciados por Gladson Cameli. Pelo portal, o estado recebeu 132,5 mil doses de vacinas. 80,1 mil doses foram distribuídas e 74,5 mil aplicadas. 58 mil doses de vacinas estão armazenadas ainda sem destinação.

O Acre segue como terceira unidade federativa do país que menos vacinou. Nessa sexta-feira (9) deve chegar um novo lote de vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde. Ainda não foi anunciado o total de imunizantes que será recebido.

Veja o vídeo:

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.