Conecte-se agora

Na política, se vai do céu ao inferno

Publicado

em

ACOMPANHO, como jornalista, as gestões desde o governador Wanderley Dantas até a do atual do governador Gladson Cameli. Em nenhuma destas gestões, com a mais absoluta isenção, nenhum vice chegou nem perto de ter tanto espaço com cargos na administração do que o vice Wherles Rocha. Tinha toda a estrutura da Segurança sob seu comando, como IAPEN, DETRAN, a Secretaria de Agricultura, a Fundação Cultural, chegando a montar um gabinete de governança em Cruzeiro do Sul, como se o governador fosse ele. 

Por tudo isso, digo que não sei o motivo que levou a este rompimento com o governador Gladson, quando amigos, leitores, me fazem esta pergunta. A dedução pessoal é que Rocha  não assimilou que, ele foi eleito para ser o vice-governador, e que só podia virar governador numa eventualidade. 

Cheguei a fazer este comentário aqui no BLOG. Rocha cometeu o erro de um novato amador, em brigar com quem tem a caneta azul na mão.  Rocha não é nenhum novato na política, já vem de mandatos de deputado estadual e deputado federal. 

Na política, se joga com as cartas que tem na mão, e a carta que  tinha era de naipe inferior a carta do governador. O Rocha só pode culpar a ele próprio, nesta confusão formada. Tivesse levado uma convivência de parceria com o governador, por certo seria no próximo ano o candidato a senador do governo sem contestações, e a irmã Mara Rocha (PSDB), teria uma reeleição tranquila. Mas jogou tudo pelo ralo. Esqueceu que, na política, pode-se ir do céu ao inferno num piscar de olhos. E foi o que ocorreu com o Rocha.

Agora, o jogo foi jogado, e não tem segundo tempo. Não sei o que ganhará virando oposição. Mas, cada cabeça é uma sentença, e ponto.

ESQUECERAM DE CONTAR

O VEREADOR Arnaldo Barros (PODEMOS) apresentou um projeto que isenta as pequenas empresas de pagar o IPTU. Esqueceram de lhe contar que, o vereador não pode legislar sobre matéria financeira do executivo municipal.

FRASE LAPIDAR

“A Constituição não protege o que atenta contra a vida”. Frase no voto do ministro do STF, Gilmar Mendes, contrário à liberação de cultos religiosos na pandemia.

ENTERRAR O ENTULHO

O STF deve enterrar na próxima pauta de urgência a Lei de Segurança Nacional, um entulho autoritário do regime ditatorial, que não cabe num regime democrático.

APOSTA QUE SEMPRE CORREU

ENTRE JORNALISTAS que cobrem os trabalhos da ALEAC depois da posse do Gladson sempre correu a aposta, quando aconteceria o rompimento com o vice Rocha? Acho que o tempo foi mais alongado do que o esperado.

SINCERAMENTE? NÃO SEI DIZER!

O VICE-GOVERNADOR Rocha teve um espaço no governo que nenhum dos vices de governos anteriores tiveram. Sinceramente? Não sei o motivo da briga com o Gladson.

NA BOCA DO JACARÉ

O DEPUTADO Jenilson Leite (PSB), que também é médico infectologista, comparou a gravidade da pandemia no estado, a alguém atravessar um rio repleto de jacarés sem pontes. Considera da maior gravidade o momento.

ASSUNTO PARTIDÁRIO

SOBRE qual será o papel do PSB, caso a ex-prefeita Socorro Neri venha ocupar cargo de confiança no estado, se negou a responder, alegou ser um assunto partidário.

UMA POSIÇÃO CLARA

A SOCORRO é de competência indiscutível, para ocupar um cargo de relevância no governo. Como dirigente do PSB, que deve na eleição presidencial somar com a esquerda, vai ter que repensar sua posição partidária, se vier mesmo a ser nomeada.

COLOCAR NA CONTA

ALGUNS POLÍTICOS estão fazendo as contas sobre as vacinas que vieram para o estado e usadas pela PMRB, de forma errada. Deve-se dividir por dois os lotes que chegaram até hoje. Se aplica a primeira dose, e se guarda a segunda dose para ser usada na data fixada. E, ponto.

O DONO DA HORTA

O DONO DA HORTA na secretaria estadual de Agricultura é o senador Márcio Bittar (MDB). O resto é verdureiro.

COMO ESTÁ APANHANDO

FALANDO no senador Márcio Bittar (MDB), este está apanhando na mídia nacional, de políticos, equipe econômica do Bolsonaro, depois do malfadado relatório do orçamento da União, um samba de bumbo furado.

LOUCOS PELO PUDIM

OS TUCANOS estão fazendo até despacho na encruzilhada para que a direção nacional do PSDB libere a deputada Mara Rocha (PSDB) para se filiar no PL, estão doidos para provar do pudim do governo. É só a Mara sair, para pularem no colo do governo e comer o manjar.

O BURACO É MAIS FUNDO

OS DIRIGENTES tucanos estão certos de que conseguirão montar uma chapa para eleger um deputado federal. Não duvido, mas não é tarefa fácil conseguir nomes de votos.

TENDÊNCIA JURÍDICA

PELO QUE se tem saído no noticiário nacional, a tendência no STF é seguir o voto do ministro Gilmar Mendes, que culto religioso não é atividade essencial.

FICAM NO PSDB

A DEPUTADA federal Mara Rocha (PSDB) não levará com ela para o PL, nenhum dos deputados estaduais, Luiz Gonzaga e Cadmiel Bonfim vão continuar no tucanato.

SEGURANDO A PETECA

O SECRETÁRIO de Saúde, Alysson Bestene, tem até aqui segurado a peteca da pandemia com competência. É, sem dúvida, um dos melhores quadros do atual governo.

TEMPOS DE COLABORAÇÃO

EM TEMPOS DE PANDEMIA, só os negacionistas da ciência se recusam em dar a sua colaboração, aderindo às campanhas de prevenção numa pandemia incontrolável.

O HOSPÍCIO DA CLOROQUINA

O PAÍS, com um comandante negacionista da ciência, virou um hospício com loucos fanáticos, que não se comovem nem com as milhares de mortes, caminhando para 400 mil óbitos. Não tem vacina, até o Butantan parou ontem a fabricação, mas nada os comove. O Brasil virou o hospício dos loucos da cloroquina a vagar insanos.

FRASE MARCANTES

“O homem comum fala, o sábio escuta, o tolo discute”. (Ditado oriental)

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.