Conecte-se agora

Com 3 mortes por dia, professores exigem urgência na vacinação contra a Covid-19

Publicado

em

Um grupo de professores da rede pública do Estado realizou um manifesto pacífico na manhã desta quarta-feira, em frente ao Palácio Rio Branco, pela imunização e inclusão dos professores na vacinação prioritária contra a Covid-19. Na ocasião, os educadores também fizeram um ato de homenagem aos mais de 100 trabalhadores da educação que morreram vítimas do novo coronavírus no Acre.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac) não convocou a categoria para o protesto devido ao risco de contaminação da doença. Por isso, poucas pessoas participaram do ato. O sindicato quer urgência na vacinação da categoria. Ao governador Gladson Cameli, eles pediram socorro.

“Pedimos não só prioridade, mas urgência na vacinação. São até 4 mortes por dia que estamos tendo na categoria, que é a única que tem sido mais vitimada pela Covid-19. Nem os da saúde tem tanto índice de morte”, disse ao ac24horas a presidente do Sinteac, a professora Rosana Nascimento.

Ela diz que basta olhar as redes sociais ultimamente. “Todo dia morre trabalhador da educação. Cobramos a todos, mas quem faz o dialogo direito com o governo federal é o Estado. Isso não é ato politico, estamos defendendo a vida do trabalhador de educação e em massa, de todo o povo brasileiro”, salienta.

 

O sindicato diz que o Acre já ultrapassou a marca de 100 mortes de trabalhadores da educação por complicações do coronavírus. “As escolas não pararam, continuam trabalhando. Mesmo com aulas remotas os professores vão para encontros, vão à escala. Todo dia a escola está aberta em regime de escala”, diz Nascimento.

Para a classe, agora na pandemia é que os educadores estão trabalhando muito mais. “O professor está trabalhando mais do que se estivesse na sala de aula. A casa dele virou a escola, a sala de aula. O professor é guerreiro, mantem a educação mesmo sem ser valorizado”.

Mais cedo, na abertura da vacinação aos profissionais das forças de segurança, o secretário de Estado de Saúde afirmou que a inclusão da segurança na vacinação prioritária partiu do Ministério da Saúde, mas que em breve os professore4s também serão vacinados.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas