Conecte-se agora

Rio Branco deverá contratar neuropediatras para diagnosticar pessoas com autismo

Publicado

em

A tribuna popular da Câmara de Vereadores de Rio Branco recebeu nesta terça-feira, 06, a visita do presidente da Associação Família Azul, Abrahão Mota Púpio, e do secretário municipal de saúde, Frank Lima.

A ocasião serviu para apontar situações enfrentadas por familiares de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Em sua fala, Abrahão Púbio relatou que muitas famílias rio-branquenses não conseguem sequer o benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devido a falta de um laudo médico.

Segundo ele, a demora para conseguir um laudo resulta em até dois anos e que muitos acabam indo para a Justiça para conseguir o benefício. Atualmente, somente duas médicas neuropediatras atuam em Rio Branco.

“Na capital só temos duas médicas especialistas que atuam na Fundhacre, e além dos autistas atendem uma série de outros pacientes. Peço apoio e união de todos. Muitas famílias humildes não conseguem nem dar entrada no Benefício de Prestação de Continuada (BPC), que é o benefício pago pelo INSS porque não têm o laudo médico”, destacou.

Em resposta à fala de Abrahão, Frank Lima afirmou que será possível contratar médicos para resolver a situação dos laudos. Ele não deu prazo, mas disse que a Prefeitura abrirá processo seletivo para a contratação de neuropediatras.

“Temos mais de 300 famílias esperando por laudo e a Fundação não tem dado resposta. A intenção nossa é abrir um seletivo e contratar dois neuropediatras para ajudar essas famílias de uma forma mais célere. Já estamos conversando com o nosso jurídico e deveremos publicar nos próximos dias um edital de chamamento público. Não podemos deixar essas famílias desamparadas sendo que existe recurso em caixa ”, afirmou.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas