Conecte-se agora

Governo do Acre garante que não há falta de “kit intubação”

Publicado

em

O colapso na rede pública de saúde em vários estados do país tem sido agravado pela falta do kit intubação, que é como é chamado o conjunto de medicações essenciais para a realização da intubação orotraqueal, adotada pelos médicos em casos mais graves da Covid-19.

O “kit intubação” é basicamente composto por três classes de medicamentos: os analgésicos, os hipnóticos e os bloqueadores neuromusculares.

Com o país vivendo o pior momento da pandemia, em diversos locais do Brasil a assistência aos pacientes tem sido prejudicada pela dificuldade de aquisição do kit.

Mas no Acre, que vive também vive sua fase mais complicada da luta contra a pandemia, com os leitos de UTI lotados, inclusive com a necessidade de transferência de pacientes para outros estados, há quantidade suficiente de kits de intubação para todos que necessitam?

O ac24horas procurou a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) com o questionamento e a resposta foi sim. O governo não informou a quantidade de kits e a capacidade de pacientes que podem ser atendidos com os medicamentos que existem em estoque, mas garantiu, por meio de uma nota, que apesar das dificuldades vêm mantendo o fornecimento do kit intubação para as unidades de saúde do estado. Disse ainda que conta com a agilidade da dispensa de licitação e o auxílio do Ministério da Saúde.

Confira a nota:

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre, por meio do Departamento de Assistência Farmacêutica do Estado do Acre – DAFI, informa que:

Apesar de todas as dificuldades agravadas com à pandemia do novo coronavírus, o governo vêm mantendo o fornecimento dos medicamentos de Intubação Orotraqueal -IOT (kit intubação) para as unidades de Saúde vinculadas ao Estado.

Nossa atual situação de estoque de medicamentos de IOT se dá em virtude da agilidade e esmero da equipe da SESACRE na aquisição emergencial por dispensa de licitação dos itens que não haviam saldo em Ata vigente, bem como o excelente contato e troca de informações com o CONASS para recebimento de auxílio do Ministério da Saúde com o envio de alguns desses medicamentos.

Levando em consideração o cenário atual, a SESACRE tem mantido a segurança dos pacientes, também em assistência medicamentosa.

John Lenon Batista Lima – Chefe do Departamento de Assistência Farmacêutica- DAFI

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas