Conecte-se agora

Segurança pública e imprensa podem ser priorizadas em vacinação

Publicado

em

O governador do Acre, Gladson Cameli, solicitou ao secretário estadual de Saúde, Alysson Bestene, que reunisse todos os secretários de saúde dos municípios, para juntos, debaterem a possibilidade de inclusão imediata dos operadores de segurança pública e da imprensa na lista de prioridades da vacinação contra a Covid-19. A solicitação ocorreu durante o evento de entrega de viaturas, na manhã desta sexta-feira, 26, no Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA).

No início desta semana, o governo do Estado solicitou ao Ministério Público do Acre (MPAC) uma recomendação oficial para que o Poder Executivo tenha a capacidade legal de superar o Plano Nacional de Imunização, que estabelece hierarquia para as diversas categorias profissionais.

“O que eu quero é dar prioridade aos nossos profissionais da área da segurança e da imprensa. Já solicitei o processo legal junto à PGE, comuniquei ao PNI e determinei a convocação de todos os secretários municipais para dar celeridade ao processo, informando quem realmente está na linha de frente, para que possamos iniciar a vacinação assim que formos autorizados. Toda semana está chegando doses da vacina e queremos colocá-los na lista de prioridade”, declarou o governador.

De acordo com os dados disponibilizados pelo painel de monitoramento estadual da Covid-19, e pelo banco de dados dos órgãos que integram o Sistema Estadual de Segurança Pública, foram registrados de 1 de abril de 2020 a 21 de março de 2021, 1.801 casos de infecção em profissionais da segurança e 11 óbitos. O quantitativo de casos representa cerca de 2,8% do total de infectados no Estado e 0,9 % do total de óbitos.

Levando em consideração a quantidade de operadores estaduais de segurança, incluindo policiais Civis, militares, policiais penais e bombeiros, totalizando 5.567 homens e mulheres, a cada mil desses profissionais, 323,5 precisam se afastar de suas funções, após contraírem a doença.

O secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar, enfatiza que a quantidade de agentes de segurança infectados no Estado já é maior proporcionalmente falando, que os profissionais da área da saúde, que lidam e trabalham na linha de frente, em hospitais de tratamento aos pacientes com Covid-19. A letalidade desses agentes de saúde é de 4,2%, enquanto que para os agentes de segurança pública é de 6,1%.

“Assim como o servidores da saúde, os profissionais da segurança também estão trabalhando na linha de frente nessa pandemia. Até usam equipamento de proteção adequado, mas a atividade exige muita das vezes o contato físico em diversas situações, fator preponderante para torná-los mais vulneráveis à contaminação pelo vírus. Já são 13 o número de profissionais que morreram em decorrência da Covid-19, nesse mais de 1 ano de pandemia e diante desses números, provamos a necessidade de priorização da vacina. Espero que nos próximos lotes, já possamos incluir a categoria”, finalizou o secretário.

Agência de Notícias do Acre

Cotidiano

Após denúncia, polícia apreende maconha enterrada às margens do Rio Acre

Publicado

em

Policiais Militares da Força Tática do 1° Batalhão apreenderam na noite desta quinta-feira, 23, cerca de 800 gramas de maconha no bairro Preventório, em Rio Branco.

A guarnição policial recebeu uma denúncia anônima que havia um homem vendendo drogas na região. Os policiais se deslocaram até ao local e não encontraram o traficante. Foi feito uma busca às margens do Rio Acre e os policiais suspeitaram que havia droga enterrada.

A guarnição pediu apoio da Companhia de Cães (CPcães), do Batalhão de Operações Especiais (Bope), e a cadela Elô encontrou enterrado cerca de 800 gramas de maconha.

O entorpecente foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos. O prejuízo estimado a facção foi de aproximadamente R$ 3 mil reais.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia fecha “boca de fumo” e prende mulheres com quase 1 kg de cocaína

Publicado

em

Uma ação dos Policiais Militares da Companhia GIRO do Batalhão de Operações Especiais (Bope) resultou na prisão de duas mulheres pelo crime de tráfico de drogas no final da tarde desta quinta-feira, 23, na rua 10, no Conjunto Aroeira, na região do bairro Calafate, em Rio Branco.

A guarnição policial estava fazendo um patrulhamento de rotina na região e avistou uma mulher em fundada suspeita na frente de uma residência que é usada para o tráfico de drogas. Foi feito a abordagem e dentro de uma mochila, em posse da mulher, foi encontrado uma quantidade de pasta a base de cocaína. A traficante informou aos policiais que teria pego a droga na residência.

Os policiais pediram a proprietária para adentrar na casa e depois de autorizado, foi feito uma busca no interior e encontrado 850 gramas de pasta base de cocaína.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão e as duas traficantes foram encaminhadas à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Cotidiano

Inscrição para cursos no Centro de Idiomas da Ufac vai até 30 de setembro

Publicado

em

O Centro de Idiomas da Ufac divulgou a abertura de inscrições para interessados em participar dos cursos de Leitura em Língua Inglesa (nível avançado) e Listening and Speaking in English (advanced level), ofertados de forma on-line durante os meses de outubro a dezembro de 2021. Os cursos são gratuitos e selecionam candidatos por ordem de inscrição; também são abertos às comunidades interna e externa.

As inscrições devem ser feitas por meio de formulário eletrônico que estará disponível a partir das 12h de hoje até 17h da próxima quinta-feira, 30 de setembro.

Alunos de pós-graduação stricto sensu da Ufac têm prioridade de vagas no curso Leitura em Língua Inglesa (nível avançado); professores de Inglês da rede pública de educação básica têm prioridade de vagas no curso Listening and Speaking in English (advanced level).

Para mais informações, acesse idiomasufac.com/ ou [email protected]

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia prende homem acusado de estuprar menina de 9 anos na zona rural de Acrelândia

Publicado

em

Agentes da policia civil prenderam no inicio desta semana um homem identificado pelo nome Dione Jone, de 40 anos, acusado de estupro de vulnerável contra uma menina de apenas 9 anos de idade, em Acrelândia, interior do Acre.

O delegado de Acrelândia, Diones Lucas, responsável pelo cumprimento do mandato, afirmou que as investigações apontam que o acusado possivelmente já vinha praticando os atos contra a menor já faz um longo tempo.

Segundo o delegado, a menor não morava com os pais e sim com uma avó de criação no projeto Porto Luiz, zona rural de Acrelândia (AC). Segundo o delegado, o marido da avó é o acusado de estuprar a menor.

Segundo as investigações, os familiares do acusado coagiram a criança a não contar para ninguém ou denunciar agressão para a polícia.

“Fiquei muito estarrecido quando nos se deparamos com esta situação, praticamente é uma criança que vivia sozinha sem o convívio dos pais, mora com uma avó de criação não sendo parente de sangue, a menina era violentada e ainda coagida a não denunciar, o pior os próprios familiares do acusado tentam colocar a culpa na criança pelos abusos, agora ele está preso e fora de circulação”, salientou o delegado.

Com informações de Acrelândia News

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas