Conecte-se agora

Gladson promete convocar aprovados do cadastro de reserva da PM até sexta-feira

Publicado

em

O governador Gladson Cameli divulgou na manhã desta terça-feira, 16, que vai convocar até no máximo a próxima sexta-feira, 19, os aprovados no cadastro de reserva do último concurso da Polícia Militar do Acre.

Gladson não antecipou o número de convocados. “A quantidade de convocados atenderá o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal, uma vez que é preciso garantir a folha de pagamento dos servidores públicos do Acre, principalmente neste momento onde as famílias acreanas enfrentam o grande desafio da pandemia da Covid-19”, afirmou.

O governador prometeu que vai realizar novos concursos públicos, assim que o estado sair do limite da LRF.

Veja o vídeo:

Cotidiano

Exposição coletiva segue até 22 de dezembro no Sesc/Centro, em Rio Branco

Publicado

em

O Serviço Social do Comércio segue até dia 22 de dezembro com a exposição coletiva de artes, por Giulia Anastácio, Luís Eduardo e Nassàra Pires, das 8h às 12h e das 14h às 18h no Sesc Centro.

O objetivo da exposição é apresentar ao público ilustrações da diversidade humana, mostrando as diferentes culturas, raças e condições físicas, ilustrações que retratam emoções e sentimentos, e o equilíbrio da justiça com a arte.

“Projetos como esses que o Sesc desenvolve, como o Calenarte, possibilitam que os artistas façam uma integração entre si. Estamos com essa exposição coletiva e estar ao lado de outras duas artistas, Giulia e a Nassàra, é um prazer inenarrável principalmente por montar este projeto e executar a exposição”, afirma Luís Eduardo, um dos artistas desta exposição. Eduardo diz ainda que, a expectativa é que haja um índice muito bom de visitação na galeria, atingindo uma grande massa de pessoas.

Continuar lendo

Cotidiano

Com cemitério superlotado, prefeitura de Xapuri não tem projeto para novo espaço

Publicado

em

Questionado sobre a atual situação do cemitério municipal de Xapuri, que há muito tempo não comporta novos sepultamentos que não sejam feitos em gavetões, o prefeito Ubiracy Vasconcelos admitiu nesta semana que a prefeitura ainda não tem um projeto para a construção de um novo cemitério na cidade.

Centenário, o cemitério São José foi sendo abandonado à própria sorte no curso das décadas a ponto de não haver uma administração efetiva do espaço, que foi sendo ocupado de maneira desordenada, gerando superlotação e muitas dificuldades para a realização de novos sepultamentos.

As condições atuais do cemitério são caóticas, com sepulturas que se amontoam e edificações de túmulos que avançam uma sobre as outras, não deixando espaço necessário para a circulação. A situação também dificulta o trabalho de limpeza e manutenção do campo santo pela prefeitura.

O relato de um coveiro causa desconforto a quem escuta. Segundo ele, é comum que, ao cavar uma cova, se esbarre em caixões ainda intactos. Mais corriqueiro do que isso é encontrar ossadas durante a abertura de novas sepulturas. Para completar o conjunto macabro, não é anormal que mortos sejam sepultados por cima de outros.

Para minimizar a situação, no ano passado a gestão municipal ampliou o terreno do cemitério, afastando o muro da parte dos fundos, e construiu, com recursos próprios, 100 túmulos do tipo gavetão, que poderão ser ampliados para o número de 300. Esses túmulos, no entanto, custam uma taxa cobrada pela prefeitura.

“Nós temos no nosso plano de governo a proposta de construção de um novo cemitério em Xapuri, mas descobrimos que o processo para se chegar a isso é muito complexo, envolvendo muitas licenças de vários órgãos. Não é uma demanda relacionada apenas com a questão ambiental, mas que inclui até mesmo a Polícia Federal”, explicou o prefeito.

Ubiracy Vasconcelos também disse que tem procurado se informar sobre alternativas para ampliar o cemitério municipal de Xapuri, como as estruturas verticais que existem em outras cidades. É uma solução para espaços reduzidos, os falecidos são depositados em gavetas, localizadas uma em cima das outras.

Continuar lendo

Cotidiano

Prefeitura de Xapuri faz cálculos para pagar abono a servidores da Educação

Publicado

em

O prefeito de Xapuri, Bira Vasconcelos, disse ao ac24horas na noite desta sexta-feira (26) que sua equipe da área financeira faz cálculos junto com a Secretaria Municipal de Educação para pagar o abono referente ao rateio das sobras dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) aos servidores da Educação Municipal.

O “Abono-Fundeb” é uma medida excepcional e temporária com o objetivo de cumprir a Constituição Federal, que ampliou os gastos do Fundeb com profissionais de educação de 60% para 70%, em virtude da pandemia de Covid-19. Os critérios da bonificação serão estabelecidos por lei aprovada pela Câmara de Vereadores, no caso dos municípios.

Comedido, o prefeito não garantiu que o abono será pago, mas fontes na prefeitura já dão como certo que os professores terão o chamado “Natal Gordo” neste ano. O que vai ficar em aberto é a dúvida que existe e que já gerou polêmica no anuncio do abono por parte do governo do estado quanto a se há direito ou não dos servidores do quadro administrativo e de apoio ao rateio.

Bira Vasconcelos afirmou que a sua intenção é a de que o abono possa ser pago a todos os servidores, mas ressaltou que isso não depende dele e nem dos vereadores, mas do que diz a lei. O prefeito vai convocar o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinteac) no município para uma reunião a ser realizada na tarde da próxima segunda-feira (29), quando o abono deverá ser anunciado.

Como já foi anunciada na noite desta sexta-feira pela secretária Socorro Neri as mudanças em relação ao pagamento do abono pelo governo do estado com o fim de alcançar um número maior de servidores, a tendência é a de que a prefeitura de Xapuri siga o mesmo caminho para estender a premiação à maior quantidade de servidores que a legislação permitir.

Continuar lendo

Cotidiano

Procuradora garante que eleições do MPAC ocorrem dentro da normalidade

Publicado

em

A procuradora de Justiça, Gilcely Evangelista, da Comissão Eleitoral, declarou em entrevista ao ac24horas, na tarde desta sexta-feira, 26, que mais de 90% dos membros, entre promotores e procuradores de Justiça, aptos a participar do pleito para a formação da lista tríplice de candidatos a procurador-geral de Justiça, já registraram seu voto.

Gilcely Evangelista afirmou que até o presente momento, as eleições do MP ocorrem dentro da normalidade, sem nenhum indício de irregularidade. “Está ocorrendo tudo na maior tranquilidade”, explicou.

Quatro candidatos concorrem ao cargo para conduzir a instituição, no biênio 2022-2024. Disputam a vaga da atual procuradora-geral, Kátia Rejane, quatro promotores, Carlos Maia, Cosmo Lima, Danilo Lovisaro e o promotor de Justiça Rodrigo Curti. A votação ocorre na sede do órgão, na rua Floriano Peixoto, em Rio Branco.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2021 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados