Conecte-se agora

Lockdown: o preço pago pela vida

Publicado

em

MAIS DE MIL MORTES no estado, UTIs lotadas, aumento descontrolado do número de contaminados pela Covid, vacinas que chegam em conta-gotas, todos estes ingredientes criaram um caldo de cultura do medo de pessoas morrerem nas filas e sem oxigênio, repetindo o filme de terror que aconteceu em Manaus. 

Nada disso parece comover parte da população, que continua a andar sem máscaras pelas ruas, nem os negacionistas que colocam os seus lucros acima das vidas e insistem em ver todo o comércio aberto. No timão deste barco, em meio a esta tempestade em alto mar, se encontra o governador Gladson Cameli.

Ninguém pode lhe acusar de omissão no combate a pandemia, mas chegamos num momento em que tem de ouvir uma única voz, a da ciência médica. Nenhum maestro rege uma orquestra sem dar as costas para o público, e neste caso, governador Gladson, o público para o qual deve dar as costas é o dos negacionistas da ciência, os que acham ainda que a Covid é uma simples gripezinha, mesmo ante tantas mortes choradas, e que defendem o uso de medicamentos ineficazes para combater a Covid. 

Continue com a ciência, nesta guerra não há lugar para estar ao lado dos insensatos. O lockdown poderia até não acontecer se a maioria da população tivesse cumprido as medidas de prevenção. Agora, é fazer o que tem de ser feito para não aumentar o número de contaminados e de vidas ceifadas. Não há mais cenário para recuo. O lockdown é o preço pago pela vida. Estamos em guerra.

FORÇA, ALAN!

Deus no comando Alan Rick. Fé sempre!

ALERTA VERMELHO DO OXIGÊNIO

A PRONTOCLÍNICA vai deixar de receber a partir de hoje pacientes com a Covid para internação. A decisão foi comunicada ontem ao MP, SESACRE, CRM, pelo médico Carlos Beirute, que comanda aquela casa de saúde. O motivo é o temor de um blecaute de falta de oxigênio.

PARA NÃO DEIXAR MORRER

O MÉDICO Carlos Beirute explica que a medida é para preservar vidas. A usina que produz oxigênio na Prontoclínica está no limite, e não há como comprar uma produção extra no mercado. “Não quero ser acusado de deixar alguém morrer por falta de oxigênio, por isso decidi tomar a iniciativa drástica,” justificou Beirute ontem ao BLOG DO CRICA.

PARA SER LEVADO A SÉRIO

ESTA É uma situação que deve ser levada a sério pelo governo. Os casos de contaminações podem aumentar ainda mais e ficar acima da produção de oxigênio. O deputado e infectologista Jenilson Lopes (PCdoB) alertou.

NEM CONVERSA

O PREFEITO Bocalom é um obstinado, decidiu e está levando adiante a sua estratégia de não ter base de apoio e nem líder na Câmara de Rio Branco. Nunca vi isso, mas sempre tem a primeira vez, é aguardar o desfecho.

FALANDO COM O VENTO

COMO NÃO HÁ um interlocutor da prefeitura na Câmara Municipal de Rio Branco, os vereadores ficam falando para o vento no encaminhamento dos seus pleitos.

NÃO TIRA

FORA DA VERDADE, o boato que corria ontem de que, Franck Lima seria substituído no comando da Saúde. É da extrema confiança do Bocalom. E, fora algumas bobagens como distribuir Cloroquina, e descompassos iniciais na programação da vacinação, ele não tem sido um desastre.

MEXE BEM COM AS PALAVRAS

OBSERVEI ontem o discurso do ex-presidente Lula, muito habilidoso no trato político das palavras, e com todos os indicativos de que vai pôr o seu bloco na rua em 2022.

O QUE É A POLÍTICA!

ANTES do Lula ser liberado para disputar se quiser a presidência, o presidente Bolsonaro fazia chacota dos que clamavam por uma vacinação em massa. Passou agora a ser um defensor da vacina e a usar máscaras, para não dar a bandeira de negacionista ao Lula. O que é a política!

PRECISA DO EQUILÍBRIO

O BRASIL precisa mesmo é de um candidato de centro que, se eleito venha a ser um estadista sem rancor, qualidade que não possui nem Lula e nem o Bolsonaro.

GRATA SURPRESA

A VEREADORA Michele Melo (PDT), do grupo de novatos na Câmara Municipal de Rio Branco, vem sendo uma grata surpresa, combativa, atuante, justifica sua eleição.

ZAGUEIRO TROMBADOR

O EX-LÍDER do governo, deputado Gerlen Diniz (PP) tinha um estilo de enfrentamento duro com a oposição, tipo zagueiro trombador, por isso nunca foi bem visto, os oposicionistas o tinham como um radical. Sem entrar no mérito, o Gerlen foi sim um bom líder.

ESTILO DO DIÁLOGO

O NOVO LÍDER do governo, deputado Pedro Longo (PV), tem um estilo oposto ao do seu antecessor na função, é mais do diálogo, da conversa, mas vai chegar a um momento, que terá de endurecer o debate, é inevitável.

A QUESTÃO NÃO É O MÉRITO

CONTRATAÇÃO do restante do cadastro de reserva da PM, é uma questão em que o mérito não deve ser discutido, merecem, o problema é o governo não ter dinheiro em caixa para contratação e burlar a LRF.

PAGAR COMO?

PARA NOVAS contratações o governo tem de ter dinheiro em caixa para não atrasar os salários, e os deputados que defendem esta causa dos integrantes do cadastro de reserva da PM, sabem não haver cenário financeiro.

COMO ESTARÁ O PALCO?

NÃO HÁ hoje no grupo do senador Petecão (PSD) uma discussão aberta para uma candidatura ao governo em 2022. Experiente, Petecão quer ver como estará o palco.

O MDB É AS NUVENS

“É difícil avaliar como estará o MDB em 2022. Como dizia o Magalhães Pinto, a política é como as nuvens, uma hora estão em um canto, e quando se olha de novo estão em outro canto. É cedo para fazer uma avaliação.” Do ex-prefeito Vagner Sales (MDB) ontem ao BLOG DO CRICA, sobre a sucessão estadual.

PASSA PELO GRUPO

DENTRO DO MDB, o ex-prefeito Vagner Sales, é a maior liderança do partido no Juruá. E com as duas deputadas mais votadas naquela região, Antonia Sales e Jéssica Sales. O debate da sucessão passa por ele, no MDB.

CAMINHO DO ZICO

O ÚLTIMO deputado federal oriundo do Alto Acre e eleito por aquele reduto foi o Zico Bronzeado (PT). Existe até hoje este vácuo naquela região, que pode na eleição do próximo ano ser ocupado pela prefeita Fernanda Hassem.

BLOCO NADA NOVO

PTB E PDT de novidade no bloco de apoio ao governo, na Aleac? E, quando foi que não estiveram votando a favor de projetos do governo e ganhando cargos? Ora, pois!

LOCKDOWN

O lockdown na cidade, será a primeira medida mais rígida tomada pelo governo no combate a pandemia. O avanço da Covid se justifica. Ou a doença ficará incontrolável.

FRASE MARCANTE

“A política é a arte de pedir votos aos pobres, pedir recursos financeiros aos ricos e mentir para ambos”. Do empresário paulista Antonio Ermírio de Moraes, falecido.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.