Conecte-se agora

Direita ou esquerda, eis a questão!

Publicado

em

É preciso evitar a síndrome do ex-juiz Sérgio Moro, da qual ele é acusado, a parcialidade. Mas isso tem um preço e uma grande vantagem: ser criticado por extremistas da “direita” e de “esquerda”. Dado a gravidade da situação do país, considero-os educados. verdadeiros fidalgos.

Todos têm o direito de escolher sua ideologia ou de não ter nenhuma, a exemplo do escritor Nelson Rodrigues, autor de “A vida como ela é”, explícito em diálogo com Clarice Lispector.

_ Nelson, você é de esquerda?

_ Clarice, não sou de esquerda nem de direita. É simples: eu estudei sobre todas as guerras civis e vi que todos eram canalhas. Portanto, não quero ser um canalha nem de direita nem de esquerda. Defendo veementemente minha posição de ser só. Nelson era uma parada indigesta.

É evidente que nem todos são canalhas como dizia Nelson Rodrigues, mas ao observar o que acontece na política nacional é possível compreender a indignação dele e o questionamento de Clarice.

Qualquer um pode escolher o lado que quiser desde que se respeitem. Mas isso é pedir demais em um país dividido e mergulhado no ódio. Ser de direita, esquerda ou nada, eis a questão!

“Vai que é tua Taffarel”. (Galvão Bueno, o mala)

Rigor nos gastos do TJ

A presidente do TJ, desembargadora Waldirene Cordeiro, tomou medidas drásticas de contenção de gastos na instituição. Não resta dúvida de que é a receita do sucesso de sua gestão à frente da corte por dois anos. Os frutos serão colhidos no tempo certo.

A tempestade se aproxima

Os médicos alertaram, os pesquisadores advertiram e as autoridades sanitárias recomendam medidas para amenizar os efeitos da tempestade nível cinco do coronavírus. Fizeram ouvidos de mercador. Aproxima do Acre com toda a sua força letal.

Cantei a pedra

Na COLUNA anterior cantei a pedra de que a provável candidatura de Lula à presidência em 2022, obrigaria o presidente Jair Bolsonaro a mudar de postura. Foi exatamente o que aconteceu: Apressou-se a comprar mais vacinas e toda sua equipe usa máscaras. Como se diz no seringal: “Não há primeiro sem segundo”.

Descolados do prefeito

A melhor situação para a imagem política dos vereadores é não colarem a imagem da Casa na gestão do prefeito Tião Bocalom (PP). Manter a distância e a independência da prefeitura é excelente, principalmente para os que pretendem disputar a eleição em 2022.

A fome com a vontade de comer

Ao não querer nenhum vereador como líder na Câmara Municipal, o prefeito Tião Bocalom (PP) causou a fome como a vontade de comer. Pelo andar da carruagem, nenhum parlamentar deseja o espinhoso ofício de representá-lo na Augusta Casa.

. O jogo para 2022 está completamente indefinido no Acre, já na esfera nacional a eleição começou.

. Ao liberar Lula para ser candidato, o ministro Edson Fachin, antecipou a disputa.

. O PT, no Acre, vê chances de entrar bem no jogo, muito embora não seja o favorito pode surpreender.

. O que faz um gestor ser tão bem lembrado como o professor Raimundo Angelim?

. Governo Rio Branco de 2005 a 2012!

. Justiça seja feita:

. O PT no Acre não foi exatamente igual ao PT da Lava Jato.

. Recordo bem da maioria das igrejas evangélicas e católicas apoiando intensamente Jorge Viana e Raimundo Angelim.

. Tudo muda, tudo passa!

. Os vereadores que mais se destacam são os que criticam a prefeitura, a Michele Santiago (PDT), por exemplo, surfa na crista da onda.

. Pessoas contaminadas pelo coronavírus estão, irresponsavelmente, contaminando outras.

. Fique em casa, use máscara, álcool em gel, água e sabão já uma grande ajuda.

. Os Maias teriam razão?

. Bom dia!

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas