Conecte-se agora

Um vídeo para reflexão sobre o covid-19

Publicado

em

O ACRE vive um estágio de pré-colapso do seu sistema de saúde. Dezenas de mortes pela Covid foram registradas neste início de março, os casos de contaminação disparam a cada dia. Mais famílias choram os seus mortos. As UTIs estão lotadas, doentes esperando vagas. Os leitos começam a ficar escassos. Os médicos estão chegando na exaustão. No INTO, está se levando em média de 12 horas para uma consulta, é uma queixa que se ouve. E o que se vê ao lado do INTO, é o desfile diário de bombados e bombadas se exercitando, num escárnio. E sem uma autoridade para coibir.  Não há vacina para avançar na imunização da população. O quadro dantesco atinge todos os municípios, é o que está revelando a comissão de deputados que está visitando as unidades de saúde do interior. Mas, vivemos uma era da lógica ilógica, em que tudo isso está acontecendo, e não se toma uma medida mais rígida para conter o avanço dos números da pandemia, talvez, para não desagradar os que defendem tudo aberto na base do meu lucro primeiro, e que cada um trate de preservar sua vida. É a Lei de Murici do terror. Este, é um mundo muito louco! Vou continuar na trincheira deste BLOG contra os terraplanistas e negacionistas da ciência. Não posso entrar no time dos que acham estar tudo normal. Que defender a vacinação é “frescura,” é “mimimi”, é “choradeira”. Não vou me somar aos que brincam com as milhares de mortes pelo Brasil, e de mais de mil mortes no estado. Para a reflexão sobre este momento crucial, reproduzo este vídeo da prefeitura municipal de Uberlândia. Sei que não vou convencer os negacionistas, mas prefiro tentar do que ser omisso: vejam em seguida o vídeo. 

FRANK, CLOROQUINA E MELHORAL
O QUE A CLOROQUINA E O MELHORAL TÊM EM COMUM? Ambos não funcionam no tratamento contra o Covid. A OMS, as maiores autoridades sanitárias do mundo, já se posicionaram de que a cloroquina é um placebo contra o Covid. E nada é a mesma coisa. E onde é que entra o secretário municipal, Frank Lima, nesta história? Joga estes estudos no lixo. E, não se admirem se também o “Dr. Frank” (sic) recomendar o Melhoral contra o Covid.

CALADO VAI MELHOR
VOLTO bisar que, o secretário municipal, Frank Lima, é um rapaz esforçado, tem boa vontade, mas não pode deixar fluir seu sentimento negacionista quando se trata de Saúde, por estar num cargo público. Calado, se sairá bem melhor!

QUAL É O CRIME, BOCALON?
Não há crime do prefeito Tião Bocalon usar veículo da prefeitura no seu deslocamento. Pieguice, pois, jactar-se que usa o seu carro, como se isso fosse virtude de gestão.

RESPOSTA DA BANCADA
A NOTA da bancada federal detalhando os valores de emendas destinados ao combate ao Covid, foi uma decisão conjunta para mostrar que, parte considerável dos recursos que vieram para o governo do Gladson para a Saúde, foi graças às ações dos senadores e deputados federais, através das emendas dos parlamentares.

O “TURCO” É DANADO
O “Turco” – como alguns do MDB se referem ao senador Márcio Bittar (MDB), é danado e joga pesado. Os recursos que conseguiu para a revitalização do Igarapé São Francisco, vão ficar na SEDUC, secretaria que ganhou para chamar de “minha”, e não na secretaria do Meio-Ambiente. Não subestimem a inteligência do Bittar.

MOEDA DE TROCA
O QUE OUÇO de algumas das figuras importantes do MDB  é que, a moeda de troca para o partido apoiar o Gladson, é este colocar o  deputado federal Flaviano Melo (MDB), na sua chapa de candidato a senador. E o Flaviano quer.

FRASE FELIZ
“Muitas mortes aconteceriam, mas muitas mortes seriam evitadas”. Frase do Ministro do STF, Luiz Barroso. Só que para isso, o governo federal teria de estar ao lado da ciência.

VEIO A CALHAR
A INICIATIVA do deputado Daniel Zen (PT) de formar uma comissão de deputados para fazer um Raio-X da pandemia em todo estado, veio a calhar. Creio num relatório isento, a comissão é suprapartidária.

ALEAC NO PROTAGONISMO
ESTE é um tipo de ação, que tem todo o apoio do presidente Nicolau Junior (PP), e que coloca a ALEAC no protagonismo nesta guerra contra a pandemia do Covid.

NÃO SERÁ FÁCIL
MESMO COM AS SUAS POSIÇÕES contrárias à ciência, ainda assim não pensem que será fácil derrotar o presidente Bolsonaro em 2022, sem um nome de centro, que deixe de lado os extremos da esquerda e da direita.

APROXIMAÇÃO CLARA
AINDA que tenha adotado uma posição de cautela política nos últimos tempos, há uma aproximação clara entre o vice Rocha e o senador Márcio Bittar (MDB).

NÃO SE ARRANCA NADA
O VICE-GOVERNADOR Rocha entrou num mutismo sobre a sucessão de 2022, não consegue se arrancar nada dele no momento. Quer aguardar como ficam as composições.

NÃO HÁ COMO SE MEXER
NA VERDADE, não há mesmo como se mexer as pedras do tabuleiro antes do governador Gladson Cameli fazer o seu movimento decisivo sobre 2022. Se será mesmo candidato à reeleição, e por qual partido disputará?

OUTRA PEDRA
A OUTRA pedra decisiva no cenário da eleição do próximo ano é o senador Petecão (PSD). Será mesmo candidato ao governo? Ou vai fazer uma composição com o Gladson? Dependendo da sua posição, haverá um cenário diferente. São dúvidas que deixam o debate para 2022.

COMO ENFRENTAR UMA ALAGAÇÃO
SENA MADUREIRA teve uma das suas maiores alagações dos últimos anos. Só não houve mais reflexo negativo porque o prefeito Mazinho deu uma aula de fazer gestão.

DEPOIMENTO QUE PREOCUPA
ANTES, o quadro pensado era que, o Covid era só letal aos idosos, engano. O depoimento do médico Osvaldo Leal do INTO, de que a doença também atinge com virulência os jovens, mostra que ninguém é imune pela idade.

FORMO COM O MP
AS igrejas não devem ser incluídas como atividades essenciais nestes tempos de Covid. Formo com o MP. A prática religiosa é um ato de fé, que não necessariamente deve acontecer em templos. Deus é onipresente. Ou não?

GRANDE DISCUSSÃO
A GRANDE discussão do momento na Câmara Municipal de Rio Branco deveria ser como preservar vidas, a economia se recupera, vidas perdidas, jamais!

SEM NEXO
QUALQUER debate que envolva no momento conquistas salariais ou vantagens, está fora do contexto, por mais justas que sejam, senhores do sindicato da Saúde.

VIU, SENHORES!
“Sem vacinação em massa a economia não se sustenta”. A frase é do ministro da Economia, Paulo Guedes. Viu senhores! Só que deveria combinar com o Bolsonaro.

SEM VACINA
A SITUAÇÃO ATUAL do estado é de sem vacinas para continuar a imunização. Como quem envia é o governo federal, não há o que a PMRB fazer no momento.

FRASE MARCANTE
“Quem quiser conduzir uma orquestra deve dar as costas ao público”. Max Lucado.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.