Conecte-se agora

Gladson não sente mais sintomas e espera receber alta já no domingo: “estou zerado”

Publicado

em

Diagnosticado com Covid-19 na última segunda-feira, 1, e sentindo os sintomas desde a semana passada, o governador Gladson Cameli afirmou nesta sexta-feira, 5, ao ac24horas que não sente mais nenhum sintoma da doença.

“Fiquei ruim naqueles dias. Perdi olfato e paladar, mas já recuperei. Não sinto mais dores de cabeça e no corpo. A gripe já passou. Estou comendo demais. Nunca comi tanto parado em casa”, disse o chefe do Palácio Rio Branco.

Acompanhado pelo médico Marcos Parente, o mesmo cuidou do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, quando foi diagnosticado com a doença, Cameli afirmou que espera receber alta já no domingo, 7, dependendo dos resultados dos exames. “Quero receber logo alta. Tenho muita coisa a fazer e preso em casa, fica difícil. Quero já pode andar nas ruas e ajudar as pessoas”, disse o governador.

Destaque 2

Custo da construção civil no Acre desacelera, aponta índice

Publicado

em

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) no Acre, divulgado neste mês de setembro pelo IBGE, subiu 0,94% em agosto, menos 1,55 ponto percentual abaixo da taxa de julho (2,49%). É a menor variação dos últimos três meses. No acumulado dos últimos 12 meses, a taxa é de 14,83%, pouco acima dos 12 meses imediatamente anteriores (14,42%) e o maior do ano.

O acumulado de janeiro a agosto ficou em 8,56%. Em agosto de 2020, o índice foi 0,58%. O custo acreano da construção por metro quadrado, que em julho havia fechado em R$ 1.503,67, passou em agosto para R$ 1.517,87, sendo R$ 924,10 relativos aos materiais e, R$ 593,77, a mão de obra.

Os dados foram trabalhados pela equipe técnica do Observatório do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre. Outras informações sobre a economia do Acre estão disponíveis no site por tal do Fórum do Acre (forumdoacre.org.br/observatorio).

 

Continuar lendo

Destaque 3

Caixa paga sexta parcela do auxílio a beneficiários do Bolsa Família com NIS final 7

Publicado

em

A Caixa Econômica Federal (Caixa) paga nesta segunda-feira (27) a sexta parcela do Auxílio Emergencial aos beneficiários do Bolsa Família com NIS encerrado em 7.

Os pagamentos são feitos da mesma forma que o benefício original, com depósito em conta.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/

A Caixa lembra que os recursos também podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem e na rede lotérica de todo o país.

Como realizar o saque

Para sacar o dinheiro, é preciso fazer o login no aplicativo Caixa Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”.

Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora.

O código deve ser utilizado para saque em dinheiro nas agências, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui.

As agências da Caixa abrem de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. Não é preciso madrugar ou chegar antes do horário de abertura. Todas as pessoas que procurarem atendimento durante o horário de funcionamento serão atendidas.

Continua disponível aos beneficiários a opção de utilização dos recursos creditados na poupança social digital para a realização de compras, por meio do cartão de débito virtual e QR Code, pagamento de boletos, contas de água, luz, telefone, entre outros serviços.

Com o aplicativo Caixa Tem, também está disponível a funcionalidade para pagamentos sem cartão nas cerca de 13 mil unidades lotéricas do banco.

Calendários de pagamento

Segundo o governo, o novo calendário é o definitivo. O presidente Jair Bolsonaro afirmou que a ideia é não mais prorrogar o benefício após o pagamento da sétima parcela.

Veja abaixo os calendários de pagamento.

Continuar lendo

Cotidiano

No Acre, segunda-feira será de tempo nublado com possibilidade de chuva

Publicado

em

De acordo com o Serviço de Proteção da Amazônia (Sipam) nesta segunda-feira, 27, a instabilidade se intensifica sobre o Acre com o aumento do fluxo de umidade em baixos níveis da atmosfera que predomina na região desde a semana passada.

Todas as regiões do estado terão um dia de céu parcialmente nublado a nublado, com pancadas de chuva e trovoadas entre a tarde e à noite. Há possibilidade de temporais em todas as regiões acreanas.

Confira as temperaturas em todas as regiões:

Alto Acre

Em Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri, as temperaturas oscilam entre a mínima de 23°C e a máxima de 33ºC.

Baixo Acre

Mínima de 23°C e máxima de 33ºC são as temperaturas registradas em Acrelândia, Bujari, Capixaba, Plácido de Castro, Porto Acre, Senador Guiomard e Rio Branco.

Vale do Juruá

Já em Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves os termômetros ficam entre 22ºC e 32°C.

Vale do Purus

Em Manoel Urbano, Santa Rosa do Purus e Sena Madureira faz entre 23º C e 32°C.

Vale do Tarauacá/Envira

Por fim, em Feijó, Jordão e Tarauacá a variação de temperatura fica entre a mínima de 23°C e a máxima de 32°C.

Continuar lendo

Coluna do Astério

Operação Lava Jato, lavou o quê mesmo?

Publicado

em

A Lava Jato nos trouxe uma grande lição: Que no Brasil, o crime do colarinho branco compensa. Yussef continua cambiando seus dólares; Sérgio Moro nos EUA; Dallagnol se recolheu a sua insignificância; Jucá, Serra, Aécio, Ciro Nogueira, Collor e outros corruptos vão bem, obrigado; Geddel Vieira já pode veranear com a mãe na costa do Sauipe; a ex-presidente Dilma vai caducando e o Luís Inácio, quem diria, liderando pesquisas.

A operação começou no dia 17 de março de 2014. Se iniciava no Brasil uma das maiores ações de combate a corrupção com mais 80 fases operacionais autorizadas até ser desidratada no atual governo em parceria com o STF. Para o presidente Bolsonaro e o Centrão, a corrupção acabou; já o STF considera que a quadrilha principal não era formada por políticos, partidos e empresários, mas de procuradores chefiados pelo ex-juiz Sérgio Moro. Graça e obra da Vaza Jato. Moro virou ministro, brigou com o Jair e sumiu na poeira da estrada.

Foi o maior circo já armado para fazer com que a população acreditasse que criminosos do colarinho branco são punidos com o rigor da lei. Estão todos soltos, ricos e participando da vida pública como se nada tivesse acontecido.

Ex-presidentes, ex-ministros, senadores, deputados federais, servidores públicos, empreiteiros, empresários e dirigentes partidários foram investigados, presos…e libertos. Outros não foram se quer ouvidos pelo STF, (basta olhar para a cúpula da CPI da Covid-19 no Senado). Um país desse é sério?!

“Vai vende tudo que tens, dá aos pobre e me segue”. (Jesus a um jovem muito rico que lhe perguntou o que deveria fazer para herdar a vida eterna).

O Lula tinha razão?

Nas audiências que participou quando estava preso em Curitiba o ex-presidente Lula dizia aos procuradores e ao então juiz Sérgio Moro que nenhum deles era mais honesto do que ele. O STF comprovou.

Gladson pronto

O governador Gladson Cameli garante que não está preocupado com candidaturas concorrentes. Para ele, quanto mais cabras, mas cabritos. Está preparado para a eleição em dois turnos.

Um banho de gestão

Como se diz por aqui a secretária de Educação e ex-prefeita Socorro Neri vai dando um banho de gestão na pasta. Esta semana receberá a secretária municipal, Nabiha Bestene, o deputado José Bestene e assessores para discutir parcerias entre o estado e município para o bem da comunidade escolar.

Desgaste do PT

O desgaste do PT ainda é grande. Apostar em uma candidatura ao governo de Jorge Viana é arriscado. Porém, ninguém sabe o que pode acontecer quando uma campanha se inicia. É ficar de olho na eleição para presidente.

Quebrou o pino

A rejeição as coligações proporcionais quebrou o pino de centro de algumas reeleições para deputado federal e estadual. A esperança é a Câmara Federal derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a formação das federações partidárias. Tem que ser antes do dia cinco de outubro.

Leila Galvão

Para deputada estadual ou federal a ex-prefeita de Brasiléia, Leila Galvão, está bem-posicionada politicamente na região do Alto Acre. Não tivesse saído do PT e disputado a prefeitura, não teria mais chances alguma. Às vezes, perdendo é que ganha.

Os partidos com parlamentares precisam correr atrás do prejuízo com o fim das coligações proporcionais. Conseguir formar chapa para deputado federal e estadual é um tarefa quase impossível na altura do campeonato.

. Por onde anda o 1º suplente da senadora Mailza Gomes, missionário e bispo José?

. Quem serão os suplentes de Vanda Milani, Márcia Bittar, Jorge Viana, de (Jessica, Alan ou Mailza)

. É sé o chamar o José de Volta!

. E os vices, quem serão mesmo?

. Do Gladson, do Petecão, da Mara Rocha, do Jenilson, do David Hall…?

. É importante saber!

. Ou não?

. Continuo apostando no Alysson!

. Pedófilos, estupradores, predadores sexuais de uma maneira geral e corruptos deveriam pegar prisão perpétua.

. No Brasil não pode, pode outras coisas.

. Sei lá, Deus está vendo!

. Bom dia, general Mourão!

. BOM DIAAAAA!

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas