Conecte-se agora

Gerlen cutuca base do governo: “não serei pseudo aliado como fizeram comigo”

Publicado

em

O deputado Gerlen Diniz (PP), ex-líder do governo na Assembleia Legislativa, disse nesta terça-feira (2) que também se solidariza com as famílias que sofrem com a pandemia da Covid-19. Ele fez mea-culpa em relação à campanha eleitoral do ano passado, em que ele foi candidato e participou ativamente. Agora, o que resta é atuar para mudar o quadro, mas não será fechado o comércio que algo será modificado, segundo ele.

“Infelizmente ainda não é possível ao Estado comprar a vacina, mas temos de lutar para superar este momento de crise”, disse o parlamentar, alertando que os hospitais estão cheios e não somente no Acre, mas nos Estados ricos também.

Ele apresentou PL anistiando multas aplicadas pela Agência Reguladora de Serviços do Acre (Ageac) desde o começo da pandemia. São multas que variam de R$1 mil a R$ 3 mil ou mais.

Pampeiros, taxistas, transportadores de cargas e outros segmentos seriam os atendidos pelo PL.

Diniz também destacou a troca na mudança do líder do governo, cargo que ele ocupou por dois anos. “Era o momento de pessoas novas a ocupar o posto”, disse ele, desejando sucesso ao novo líder, Pedro Longo. “Não terá em mim um pseudo aliado como alguns fizeram comigo. Terá em mim um aliado fiel”, disse.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas