Conecte-se agora

Acre não terá pra onde enviar pacientes graves, diz Comitê

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas 

Durante o anúncio da nova classificação de risco da pandemia de Covid-19 no Acre, realizada na manhã desta segunda-feira, 1º de março, o médico infectologista Osvaldo Leal, atual diretor do Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into), levou ao Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 que é necessário que a população entenda a gravidade da situação em que se encontra o Estado em relação à pandemia.

Segundo Leal, a própria rede privada de saúde está sendo sentindo os efeitos do aumento da demanda por leitos para infecção de novo coronavírus. O médico esclarece que dinheiro ou transporte aéreo neste momento já não implica na situação, uma vez que a problemática agora é por leitos vagos em todo o país.

O cenário atual é de aumento em novos casos e internações, conforme observado nos indicadores. “Estou na frente do Into há quase um mês e os pacientes estão chegando cada vez mais graves”, disse Leal. O médico Thor Dantas complementou a fala do colega: “avião não vai resolver nosso problema, porque não teremos para onde mandar pacientes. Todos os estado passam por dificuldades, inclusive São Paulo, que está com lotação máxima”.

A dificuldade em remover pacientes infectados por Covid-19 pode ser ainda mais sentida por todos os hospitais do país, alegam os profissionais, caso a sociedade não obedeça as medidas sanitária que impedem a proliferação do vírus, como o uso de máscara, o distanciamento entre pessoas e higienização das mãos.

“Avião e dinheiro para enviar pacientes não são a solução. Agora, mais pacientes jovens estão sendo acometidos por Covid-19 e casos graves e de reinfecções nestas apareceram mais nesta segunda onda. Não é possível se sentir seguro só porque é jovem, tem dinheiro ou não é do grupo d risco. Todos estão suscetíveis neste momento”, finalizara os médicos do Comitê.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas