Conecte-se agora

Gladson assina decreto convocando 325 concursados da Polícia Militar

Publicado

em

O governador Gladson Cameli assinou na manhã desta sexta-feira, 26, o decreto convocando 325 candidatos aprovados no concurso da Polícia Militar do ano de 2017 para reposição de vagas. O ato solene foi assinado na Sala de Reuniões do Palácio Rio Branco e contou com a presença de secretários e a cúpula da PM do Acre. Neste primeiro momento, 325 serão convocados.

“Todos nós sabemos o momento difícil que o Brasil e o mundo vive. Se tem uma pessoa que quer que as coisas deem certo, sou eu. As vezes sou criticado por dizerem que não cumpro a palavra, mas para esses, mostramos a realidade. Desde que assumimos o Governo eu tenho honrado para cumprir tudo o que prometi em 2018 apesar de ter a lei de responsabilidade fiscal e eu fico muito feliz de realizar esse sonho”, disse Cameli.

Cameli afirmou que queria ter a certeza que a vida está normal e assegurou que fará concurso público em seu governo. “Vou fazer concurso no meu governo. Não duvidem disso”, frisou o governador.

O chefe do executivo ainda aproveitou a oportunidade para apresentar um calçado, misto de tênis e chuteira, o famoso Kichute que será distribuídos para todos os alunos da Rede Publica do Estado. “Isso aqui é para nossas crianças. E é produzido no Acre e quem achar feio, que faça melhor”, destacou.

Cameli anunciou ainda que encaminhará a Assembleia Legislativa um projeto de lei de autoria do executivo criando a Carteira Nacional de Habilitação Social ( CNH Social), que beneficiará jovens e trabalhadores que não tem condições de arcar com os custos da emissão do documento. ‘ Isso aqui é para quem mais precisa, é para o povão”, concluiu.

Para Francisco Neto, representante da comissão dos aprovados do concurso , é uma data que fica para a história e agradeceu o trato do governador com os concursados nos últimos anos. “Eu fico feliz e agradeço ao governador que cumpre a sua palavra”, afirmou.

“Nenhum Estado está fazendo convocação. Nós vemos um Estado com dificuldades financeiras e estamos fazendo um esforço para realizar esse momento. Isso é compromisso para a sociedade”, disse o secretário de segurança, Paulo Cézar.

O secretário de planejamento, coronel Ricardo Brandão, informou que inicialmente 325 serão convocados, mas que o Estado já trabalha para absorvição de mais candidatos do cadastro de reserva para repor o quadro da segurança pública. “Esse número terá um impacto financeiro no curso de formação de R$ 1,7 milhão e após isso, na posse, o custo será de pouco mais de R$ 1,9 milhão, explicou.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas