Conecte-se agora

“Eu não posso fazer um plano de imunização para atender o querer do vereador”, diz Frank

Publicado

em

Ao ac24horas, Frank Lima disse que o vereador deve ter mais responsabilidade com as suas falas na tribuna

O secretário municipal de saúde Frank Lima, rebateu as críticas do vereador Emerson Jarude (MDB), na qual o acusou de ter feito plágio do Plano Nacional de Imunização (PNI) em relação à vacinação contra à Covid-19 em Rio Branco, na manhã desta terça-feira (23).

“Eu queria que o vereador tivesse um pouco mais de responsabilidade quando fizesse as falas dele porque eu, pessoalmente, junto com a equipe da gerência da Vigilância Epidemiológica, construímos um plano de imunização. O plano de Rio Branco está de acordo com o Plano Nacional de Imunização, por que? Porque o Coordenador Nacional do Plano de Imunização é o Ministério da Saúde. Então, não posso fazer um plano de vacinação à parte, que tivesse destoante do Plano Nacional. Se eu fizesse isso, aí sim seria irresponsabilidade minha. O que eu fiz? Se o coordenador nacional é o Ministério da Saúde, eu tenho que pegar as linhas gerais deles e repetir dentro e fazer adaptações para a nossa realidade”, explicou Frank.

O secretário ressaltou que assim como todos os Estados e Municípios da Federação não poderia construir um plano independente do Ministério da Saúde, já que as vacinas são distribuídas pelo Ministério da Saúde (MS).

“Como especialista em saúde pública, eu não posso fazer um plano de imunização para atender o querer do vereador. Eu preciso atender às diretrizes do Plano Nacional de Imunização (PNI) com as seguidas adaptações para a realidade de Rio Branco. Se você perceber, cada vez que a Semsa recebe doses de vacina, ela vem dentro de protocolo direcionando quem é o público prioritário, ou seja, nem eu, como secretário de saúde, posso definir quem vai tomar a vacina ou não, porque elas já vêm definidas pelo protocolo do Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde”, explicou.

Em outro trecho, Frank Lima disse que o não funcionamento das doze Unidades de Referência da Atenção Primária (URAP) e da Policlínica do Barral y Barral não ocorreu ainda porque não tem doses de vacina para o início da vacinação em massa.

“Não tem vacina para fazer a imunização em massa. Na hora, que chegar a dose para imunização em massa. Além das 12 URAPs, Policlínica, será colocada as 56 Unidades Básicas de Saúde (UBS) para a imunização da população”, afirmou.

Anúncios

Cotidiano

Deputados irão aos municípios do Juruá para verificar atendimentos contra o coronavírus

Publicado

em

Uma caravana composta pelos deputados estaduais Roberto Duarte, Daniel Zen, Gerlen Diniz, Cadmiel Bonfim e Neném Almeida percorrerão os municípios de Sena Madureira até Mâncio Lima. A missão faz parte da Comissão Especial de Acompanhamento das Ações de Enfrentamento à Pandemia da Covid-19 da Assembleia Legislativa do Estado do Acre.

Segundo o presidente da Comissão, deputado estadual Roberto Duarte, o objetivo é visitar os locais de atendimento à população em relação à Covid-19. “Recebemos algumas denúncias e vamos fiscalizar as condições em que a população está sendo atendida. Além disso, vamos acompanhar de perto a vacinação em todos esses municípios”, explicou.

Confira a agenda da Comissão:

02 de março (terça-feira): Saída de Rio Branco, às 14h, após a Sessão da Aleac. Com Pernoite em Tarauacá.

03 de março (quarta-feira): às 8h: visita ao Hospital e Unidades de Saúde em Tarauacá. Após, saída para Cruzeiro do Sul. Às 14h, visitas ao Hospital e Unidades de Saúde de Mâncio Lima e Rodrigues Alves. Pernoite em Cruzeiro do Sul.

04 de março (quinta-feira): às 8h: visita Hospital e Unidades de Saúde de Cruzeiro do Sul. Às 15h, visita ao Hospital e Unidades de Saúde de Feijó, pernoite em Feijó.

05 de março (sexta-feira): às 10h, visita ao Hospital e unidades de Saúde de Manoel Urbano. Às 14h, visita ao Hospital e Unidades de Saúde de Sena Madureira, e retorno para Rio Branco.

Continuar lendo

Cotidiano

Gerlen cutuca base do governo: “não serei pseudo aliado como fizeram comigo”

Publicado

em

O deputado Gerlen Diniz (PP), ex-líder do governo na Assembleia Legislativa, disse nesta terça-feira (2) que também se solidariza com as famílias que sofrem com a pandemia da Covid-19. Ele fez mea-culpa em relação à campanha eleitoral do ano passado, em que ele foi candidato e participou ativamente. Agora, o que resta é atuar para mudar o quadro, mas não será fechado o comércio que algo será modificado, segundo ele.

“Infelizmente ainda não é possível ao Estado comprar a vacina, mas temos de lutar para superar este momento de crise”, disse o parlamentar, alertando que os hospitais estão cheios e não somente no Acre, mas nos Estados ricos também.

Ele apresentou PL anistiando multas aplicadas pela Agência Reguladora de Serviços do Acre (Ageac) desde o começo da pandemia. São multas que variam de R$1 mil a R$ 3 mil ou mais.

Pampeiros, taxistas, transportadores de cargas e outros segmentos seriam os atendidos pelo PL.

Diniz também destacou a troca na mudança do líder do governo, cargo que ele ocupou por dois anos. “Era o momento de pessoas novas a ocupar o posto”, disse ele, desejando sucesso ao novo líder, Pedro Longo. “Não terá em mim um pseudo aliado como alguns fizeram comigo. Terá em mim um aliado fiel”, disse.

Continuar lendo

Cotidiano

Câmara derruba veto ao PL que garante condições de inclusão de alunos de necessidades especiais nas escolas

Publicado

em

Em sessão nesta terça-feira (2), os vereadores da Câmara de Rio Branco derrubaram, por unanimidade, o veto parcial do prefeito Tião Bocalom, ao artigo 6º do Projeto de Lei n° 41/2020, que obriga o município a garantir condições para inclusão de alunos portadores de necessidades especiais nas escolas públicas.

A derrubada do veto trata da responsabilidade do município em avaliar, identificar e prover os meios necessários para a inclusão de crianças deficientes no meio escolar e social. O Projeto de Lei (PL) é de autoria do ex-vereador Mamed Dankar (PROS).

A matéria teve como relator o vereador Rutênio Sá (Progressistas), que opinou pela derrubada do veto, e ser constitucional a obrigação do município em avaliar, identificar e prover o que for necessário às crianças deficientes, do aparelho auditivo a órtese e prótese, a fim de garantir a sua independência e a devida inclusão.

“No âmbito local, a fim de atender às disposições constitucionais, a Lei Orgânica em seu art. 129, alínea “d” ao definir as diretrizes da assistência social no âmbito do Município de Rio Branco, assegurou ‘a habilitação e reabilitação das pessoas com deficiência e a promoção de sua integração à vida comunitária’, afirmou.

Continuar lendo

Cotidiano

Calendário de vacinação que circula nas redes sociais é fake news, informa prefeitura

Publicado

em

Em diversos grupos de WhatsApp começou a se espalhar na manhã desta terça-feira, 2, um suposto calendário de vacinação de acordo com a faixa etária de quem pode ser imunizado contra a Covid-19.

O documento, apresentado como se fosse da prefeitura de Rio Branco, informa uma escala de vacinação até o próximo dia 26 de março quando seriam vacinadas as pessoas até os 55 anos na capital acreana.

O ac24horas entrou em contato com a prefeitura de Rio Branco, que por meio da assessoria de comunicação, informou que se trata de fake news. A gestão pede para quem receber a informação, não repasse, já que se trata de informação mentirosa que pode fazer com que pessoas percam seu tempo indo até um ponto de vacinação.

Neste momento, a vacinação funciona em sistema de drive-thru para idosos acima de 73 anos no pátio do antigo Detran, em frente ao 7º BEC, e na URAP Augusto Hidalgo de Lima, na URAP Roney Meireles e na Policlínica Barral y Barral.


CALENDÁRIO É FALSO

*Repassando: Primeira fase de Imunização dos Idosos*

01 de março – 74 anos

02 de março – 73 anos

03 de março – 72 anos

04 de março – 71 anos

05 de março – 70 anos

 

08 de março – 69 anos

09 de março – 68 anos

10 de março – 67 anos

11 de março – 66 anos

12 de março – 65 anos

15 de março – 64 anos

16 de março – 63 anos

17 de março – 62 anos

18 de março – 61 anos

19 de março – 60 anos

22 de março – 59 anos

23 de março – 58 anos

24 de março – 57 anos

25 de março – 56 anos

26 de março – 55 anos

Se vc não chegou nessas faixas etárias, algum amigo ou familiar seu com certeza sim, repasse vc tbem

 

 

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas