Conecte-se agora

Delegado aposentado morre de Covid-19 duas semanas após perder o filho para doença

Publicado

em

O delegado aposentado Heraclio Rodrigues Serra, morreu na manhã desta segunda-feira, 22, em decorrência da Covid-19. Ele estava internado há um mês. Heráclio era natural de Rondônia e morava no Acre desde a década de 1980, quando ingressou na Polícia Civil.

Há cerca de duas semanas, o delegado perdeu o filho, o advogado Héricle Serra, da Procuradoria Geral do Estado (PGE), para a mesma doença. “Era um bom e leal amigo. Meus sentimentos á família”, escreveu em sua página no Facebook o jornalista Antonio Carlos Batista.

Nesta segunda, o Acre somou 183 novos casos de infecção por coronavírus. O número de infectados saltou de 54.786 para 54.969 nas últimas 24 horas. Mais 5 notificações de óbitos foram registradas, sendo 4 do sexo masculino e uma do sexo feminino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 968 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 151.611 notificações de contaminação pela doença, sendo que 95.749 casos foram descartados e 893 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 46.016 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 287 pessoas seguem internadas.

Destaque 4

Jéssica Sales fortalece Saúde com recursos para Policlínica do Tucumã, em Rio Branco

Publicado

em

“Com essa parceria da deputada Jéssica Sales, o serviço especializado para gestantes de alto risco e para crianças, juntamente com o projeto Planifica SUS, será uma junção de grandes ganhos para a nossa população”. A afirmação é da coordenadora Geral da Policlínica do Tucumã em Rio Branco, Luciana Carvalho, em relação a emenda da parlamentar que vai garantir a ampliação dos atendimentos na Unidade, sendo os mais específicos direcionados para o público das gestantes e crianças. Jessica Sales ( MDB) firmou compromisso com a instituição ao realizar recente visita na Unidade de Saúde durante agenda na capital do estado.

A Policlínica que dentro do Sistema Único de Saúde, o SUS, figura na faixa de ‘média complexidade’, ou seja, numa posição intermediária entre Unidades Básicas de Saúde (de ‘baixa complexidade’) e os grandes hospitais, classificados como de “alta complexidade” é fundamental para a saúde dos acreanos, por ser um local onde as famílias usufruem do auxílio médico-ambulatorial e de exames, que são em sua maioria, atendimentos dos Médicos de Saúde da Família, além de especialidades como a pediatria, a endocrinologia e a ginecologia. O objetivo é ampliar cada vez mais o leque de atendimento ao público com qualidade e diversificação nos serviços e melhorias do espaço e equipamentos, o que já é uma proposta do Programa Nacional Planifica Sus, proposto pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e que tem parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein e o Ministério da Saúde (MS), cujo objetivo é desenvolver a competência das equipes para o planejamento e organização da atenção à saúde com foco nas necessidades moderadas e crônicas dos usuários sob sua responsabilidade.

Durante visita ao local, ladeada pela secretária adjunta de Saúde Adriana Lobão e equipe de servidores da SESACRE, Jéssica Sales foi informada da necessidade de aquisição de equipamentos na Unidade, melhorias na estrutura física do espaço, que inclusive já passa por um processo de ampliação, através do Governo do Estado, e principalmente a necessidade de implantação do Programa Nacional Planifica Sus, bem como estruturação para atendimento mais completo para crianças e mulheres grávidas em situação de risco.

“A Saúde sempre esteve na prioridade do meu mandato e fico muito feliz em poder alcançar várias pessoas levando melhorias, através de minhas emendas, nessa área que é sempre tão carente de investimentos. Deixei firmado o meu compromisso de contribuir com a Policlínica, que já é referência em atendimento no estado, com investimentos que ofereçam ainda melhores condições de trabalho aos profissionais e atendimento às pessoas usuárias dos serviços ali oferecidos”, enfatizou Sales.

Continuar lendo

Destaque 4

Vanda libera R$ 5,8 milhões para prefeituras investirem no setor produtivo e infraestrutura

Publicado

em

A deputada federal Vanda Milani (Solidariedade-AC) fecha sua agenda em todo o estado do Acre essa semana com uma excelente notícia aos prefeitos. Ela liberou R$ 5,8 milhões através de pagamento especial de emendas impositivas para os municípios de Assis Brasil, Brasileia, Capixaba, Jordão, Marechal Thaumaturgo, Plácido de Castro e Sena Madureira. A modalidade permite que os recursos sejam creditados diretos nas contas das prefeituras e passem a ser geridos pelos entes indicados.

“Nesse momento de retomada do crescimento, o Brasil tem pressa para voltar a crescer. A aplicação desses recursos nos municípios gera receitas, além de emprego e renda. Os prefeitos já podem iniciar o processo de licitação para obras e projetos importantes” garantiu a deputada.

Sem perder tempo para anunciar os investimentos, a deputada esteve ontem (26) na zona rural do município de Capixaba. Durante encontro com agricultores e produtores rurais na Comunidade Pau Mulato, ramal São Francisco do Iracema, às margens do rio Acre, além de participar do ato de entrega de uma peladeira de arroz, ao lado do secretário Israel Milani ela anunciou a liberação de R$ 700 mil para a construção pela prefeitura de uma rampa de acesso ao rio Acre.

“Essa é uma reivindicação da comunidade do Subaia que atende ribeirinhos produtores de melancia e banana, além de seringueiros e produtores de castanha. Eles têm muita dificuldade nesta época do ano de escoar pelo rio o que passam o ano inteiro produzindo. A rampa vai possibilitar mais agilidade para que o transporte ocorra de inverno a verão usando os ramais e nossa BR 317, é uma garantia da comercialização dos produtos”, comentou.

Outros setores importantes do campo vão ganhar com a agilidade da disponibilidade dos recursos. Em Assis Brasil, na tri-fronteira, a carga e descarga de produtos e mercadorias que chegam pelo rio Acre será organizada a partir da construção de uma orla. R$ 1,6 milhão foi liberado para a prefeitura. A demanda atende um pedido feito por vereadores, o executivo municipal e a Colônia de Pescadores da região.

“Eu estive junto com o secretário Israel Milani, o prefeito Jerry, vereadores e pescadores, visitando o local onde as obras serão iniciadas. Tem um fluxo intenso de entrada e saída de pessoas e mercadorias que será organizado a partir da construção dessa orla. Vamos virar a cidade de Assis Brasil de frente para o rio, valorizando ainda mais o espaço histórico do marco implantado por Marechal Rondon”, acrescentou Vanda Milani.

Na mesma modalidade, o município de Sena Madureira foi atendido com R$ 400 mil para a construção de uma rampa de acesso ao rio Iaco. O pedido atende produtores ribeirinhos. O prefeito Mazinho Serafim elogiou o trabalho da deputada Vanda Milani. Para ele, “a deputada tem atendido muito bem os pedidos feitos pela população, é uma parceira do município”, disse o prefeito.

Ainda para o fortalecimento do setor produtivo, o município de Brasileia vai adquirir através do pagamento especial da emenda impositiva da deputada Vanda Milani, um caminhão prancha que vai ser integrado à patrulha mecanizada que trabalha na recuperação de ramais. R$ 657 mil estão disponibilizados.

Outros R$ 970 mil fecham os investimentos para o setor produtivo na aquisição de calcário. Brasileia foi contemplado com R$ 270 mil, Plácido de Castro com R$ 400 mil e Capixaba com R$ 300 mil. A deputada esteve na Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio defendendo o programa Pró-calcário e tem lutado junto à ministra Tereza Cristina por mais incentivo no manejo da fertilidade do solo.

“Eu visitei a plantação de maracujá em Capixaba que diga-se de passagem é a maior do estado. Imagina com a aquisição de calcário e o trabalho de manejo como vai ficar as condições de desenvolvimento dessa cultura? O que a agricultura familiar precisa é de apoio, o restante eles sabem fazer, tem coragem para fazer. Ano passado destinei recursos para Acrelândia onde tivemos um laboratório para ampliar essa parceria. Estou muito feliz”, disse.

Tida como madrinha de Plácido de Castro, o município recebeu mais R$ 1 milhão para construção da nova praça central, política para a juventude disponibilizada pela deputada. As cidades mais isoladas não ficaram de fora das emendas impositivas com pagamento especial. Marechal Thaumaturgo vai receber R$ 180 mil (setor de transportes) e Jordão, R$ 300 mil para construção de uma casa de apoio aos indígenas.

“Reduzimos a burocracia com a liberação dessas emendas, agora vamos cobrar agilidade na execução dos projetos, fiscalizar a aplicação dos recursos públicos investidos para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Vou continuar trabalhando pelo Acre e o Brasil”, concluiu.

Continuar lendo

Destaque 4

Policial Penal diz que condenado por matar esposa e querer herança é “amado pelos colegas”

Publicado

em

O policial penal Walderlan Lima foi entrevistado nessa sexta-feira, 24, pelo CipódCast e entre diversos assuntos também comentou as últimas notícias sobre o colega ex-policial penal, Quenison Silva de Souza, condenado após ser acusado de matar a esposa, e que agora tenta via judicial ter direito à herança deixada por ela.

Walderlan diz que trabalhou diretamente com Quenison e que por esse motivo é suspeito para abordar o caso, pois trata-se de um colega. “A gente não vai entrar nesse mérito. Da minha parte, acho que quem está de fora [da situação], não tem que se meter”. Sobre o acusado brigar na justiça pela herança, o colega afirma: “se é uma coisa que ele acha que tem direito, tem a justiça para decidir. Vamos deixar nas mãos da justiça”.

Ele garante que existe essa discussão entre os profissionais da categoria. “Posso falar que 100% da categoria, a gente entende isso [ o caso] como um surto, porque ele não tem uma falta disciplinar durante toda a vida de servidor público, ele nunca destratou um colega, não houve nenhum rastro de alguma situação pretérita dentro da família, de ter destratado a companheira ou alguma coisa”.

Para Walderlan, só o mundo da psicanálise, da psicologia para entender alguma o que aconteceu com o colega. “Para a categoria, nós amamos o cara, amamos. Ficamos muito tristes pelo que aconteceu com ele, que ele estragou a vida dele, pelo que aconteceu com a companheira. Para nós o que nos tomou foi um sentimento de total tristeza”. Ele finalizou afirmando que não acoberta o erro do colega.

Assista aqui:

video

Continuar lendo

Destaque 4

Guida Aquino lamenta falta de apoio de Bittar para construção do Hospital Universitário

Publicado

em

Em audiência pública on-line na Câmara de Vereadores de Rio Branco nesta sexta-feira, 24, a reitora da Universidade Federal do Acre (Ufac), Guida Aquino, pediu mais apoio e sensibilidade da bancada federal em relação à construção do Hospital Universitário (HU).

A audiência foi a pedido da vereadora, Michelle Melo (PDT) e contou com a presença do ex-reitor da instituição, Minoru Kinpara, Guilherme Pulici, do Sindicato dos Médicos, do vice-reitor da Ufac, Josimar Batista, dentre outros.

Em sua fala, Guida disse que esperava apoio do senador Márcio Bittar, já que é atualmente o relator do Orçamento Geral da União (OGU). Ela lembrou que o último Hospital Universitário do Brasil construído no Amapá só ocorreu, após o senador daquele Estado ter alcançado o status de relator do Orçamento Geral da União.

“O projeto do HU está pronto para ser licitado e o que a gente precisa é de apoio político. O Hospital Universitário do Amapá que foi o último a ser construído foi justamente quando o senador da república que representa aquele Estado foi o relator do orçamento e que colocou R$ 100 milhões em um ano e R$ 100 milhões no outro para a construção do hospital”, afirmou.

“Nós tivemos um senador [Márcio Bittar] que foi relator do orçamento e a gente tinha muita esperança que esse primeiro montante [inicial] para o HU poderia já ter sido disponibilizado, mas a gente vai continuar nessa luta, o governador está abraçando essa causa e a gente espera que, de fato, a gente possa conseguir já primeira parte desses recursos. A gente espera que todos os parlamentares abracem essa causa, principalmente, àqueles que podem alocar recursos. Esperamos que ocorra essa sensibilidade”, acrescentou.

O Hospital Universitário da Ufac se encontra pronto para a fase de licitação, no entanto, ainda não existe previsão de recursos do Governo Federal e nem da bancada federal para a iniciação das obras.

Caso construído, o HU oferecia cerca de 280 leitos comuns e 40 em unidades de terapia intensiva, sendo 60 consultórios médicos e 11 salas para centro cirúrgico. Quando finalizado, a capacidade será de 245 mil consultas ambulatoriais por ano e nove mil cirurgias anuais.

O espaço trabalharia atendimentos em regime ambulatorial, de internação, apoio ao diagnóstico e terapia, apoio técnico, desenvolvimento de recursos humanos e pesquisa, gestão e execução administrativa e apoio logístico.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas