Conecte-se agora

Médicos acusados de negligência em morte de bebê serão ouvidos

Publicado

em

Na próxima semana, o delegado de polícia Judson Barros vai ouvir os médicos do Hospital Santa Juliana acusados de negligência médica na morte de um bebê em dezembro do ano passado.

A mãe, Sayonara Simão, afirma que foi vítima de negligência médica na unidade de saúde, o que provocou a morte de seu filho durante o trabalho de parto. Inconformada com a perda de seu bebê, foi em busca de seus direitos e registrou um boletim de ocorrência relatando sua denúncia.

O delegado já ouviu cerca de 12 testemunhas que participaram direta e indiretamente do caso. Além disso, Judson Barros pediu ao Conselho Regional de Medicina do Acre um parecer sobre o atendimento prestado à denunciante baseado em seu prontuário médico. A entidade respondeu que só poderia se posicionar após a conclusão de uma sindicância que não teria data para início e prazo para a conclusão.

“Infelizmente o CRM demorou para responder. Eu fui até o órgão e informaram que teriam que abrir uma sindicância, sem previsão de término. Nós temos um prazo para concluir o inquérito, portanto, optei por ouvir os profissionais denunciados na próxima semana e após ouvi-los devo concluir o inquérito e decidir se os mesmos serão indiciados”, afirma o delegado.

Existe a possibilidade de que até 3 médicos sejam indiciados à justiça por negligência médica.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas