Conecte-se agora

500 pessoas ficam ilhadas com cheia de igarapé em Mâncio Lima

Publicado

em

O transbordamento do Igarapé Branco, situado na cidade de Mâncio Lima, deixou isoladas as Comunidade da Bahia, dos Caetanos e Polo Agroflorestal.  O manancial cobriu a estrada e a ponte que dão acesso às localidades onde vivem cerca de 500 pessoas.

O Igarapé Branco, que divide os municípios de Rodrigues Alves e Mâncio Lima, também transbordou por cima dos ramais e pontes, comprometendo algumas estruturas. Os moradores relatam nunca ter visto o grande volume de água  alcançado depois das fortes chuvas que caíram na região.

“Eu moro aqui há 70 anos e nunca tinha visto tanta água como agora. Na minha casa, a água tá chegando na janela, tive que atrepar geladeira, fogão e o colchão para não molhar e perder tudo, os animais foi preciso levar para a terra firme e esperar até as aguas baixarem”, conta o agricultor Raimundo Anastácio, morador do Ramal do Viola.

O prefeito de Mâncio Lima, Isaac Lima, esteve nas localidades e garantiu barcos com motor para auxiliar no transporte das pessoas que estão ilhadas.

“Estamos trazendo barcos com motor para auxiliar os que tema mais necessidade de ir na cidade ou voltar para suas casas. Outros igarapés transbordaram e a enchente não vai levar mais de três dias. Nesse momento é importante que as pessoas fiquem em casa. Os riscos de afogamento são grandes e, além disso, animais como cobras, escorpiões e jacarés tendem a se locomover, o que gera um risco eminente”, explicou o prefeito, lembrando ainda que os moradores dos rios Moa, Azul e seus afluentes também devem  redobrar  a atenção neste período de fortes chuvas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas