Conecte-se agora

Gladson diz que mesmo com abertura de UTIs, Acre poderá chegar ao ponto de não ter leitos

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) em entrevista na manhã desta terça-feira, 9, à BandNews voltou a falar da situação delicada em que o sistema público de saúde no Acre se encontra atualmente.

Segundo o gestor, todos os leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em Rio Branco estão ocupados e falou acerca da instalação imediata de novas UTIs no Pronto-Socorro, Hospital do Idoso e hospitais do Juruá e do Alto Acre, em Brasiléia.

“100% dos leitos estão ocupados, mas nós estamos colocando mais 10 leitos de UTIs no Pronto-Socorro, mais 10 UTIs no Hospital do Idoso e mais 10 em Cruzeiro Sul, no Juruá, e em Brasiléia, no Hospital do Alto Acre. Mas chegará um ponto que se todos não fizerem sua parte não terá mais leitos”, lamentou.

Cameli ressaltou que vem tomando todas as medidas para conter o avanço do coronavírus e citou o decreto restritivo, que foi publicado após o Acre entrar na bandeira vermelha, o decreto proíbe a abertura dos estabelecimentos considerados não essenciais. “Aqui também tem uma agravante que são as nossas fronteiras com o Peru e a Bolívia. E tem a situação também do Amazonas e também o estado de Rondônia, agora dengue, as alagações dos rios do Acre”, afirmou.

Em outro trecho, Cameli afirmou que com a necessidade de abertura de novos leitos de UTIs, o Estado adquiriu mais três usinas de oxigênio para ampliar a estrutura de atendimento nas unidades de saúde.

Com o ritmo de distribuição lenta do imunizante por parte do Ministério da Saúde, Cameli defendeu a autonomia para que os governadores tenham direito de negociar diretamente com as fabricantes a aquisição de imunizantes.

“Estou muito preocupado com a lentidão da campanha de vacinação no Acre, que é de responsabilidade das prefeituras e dos Distritos Indígenas Especiais (DSEI). A Secretaria de Saúde do Estado vai reforçar a campanha no interior”, anunciou.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.