Conecte-se agora

Com média de 495 pessoas vacinadas por dia, Acre aplicou cerca de 40% das vacinas

Publicado

em

Das 50.060 doses de vacina contra a Covid-19 recebidas até o momento, que correspondem à vacinação de 25.030 pessoas com duas doses, o Acre atingiu, em 21 dias, cerca de 40% do público-alvo desses imunizantes, ou seja, 10.402 pessoas até esta segunda-feira, 8/2, segundo os dados do Portal de Informações sobre o Combate à Covid-19 no Portal da Transparência.

De acordo com os dados levantados pelo consórcio de veículos de imprensa, formado por G1, O Globo, Extra, O Estadão, Folha de S. Paulo e UOL neste domingo, 7, o Acre estava entre os quatro estados com o menor percentual (1,8%) de vacinados com relação à população, empatado com Rio Grande do Norte e Amapá, e melhor apenas que Tocantins, que tinha apenas 0,89%.

É importante ressaltar que o número de doses aplicadas que consta na plataforma no momento da consulta é alterado a todo instante, pois corresponde aos dados que vão sendo inseridos no sistema do Ministério da Saúde, cujas atualizações são realizadas pelos municípios à medida em que o plano de imunização vai sendo desenvolvido em cada localidade.

A coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI) no Acre, Renata Quiles, reconhece que a vacinação no Acre está lenta, mas lembrou que o estado possui algumas realidades que não existem em estados como São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, como exemplos de unidades da federação que estão com uma evolução mais rápida da campanha de imunização.

“Um dos problemas que podemos citar é que na primeira remessa de vacina que recebemos, mais da metade foi para a população indígena que vive nas aldeias, onde cada equipe fica em torno de 15 dias. Então, nós temos que aguardar o retorno dessas equipes para que a gente realmente saiba o que foi produzido lá”, explicou.

Renata Quiles também mencionou como uma das dificuldades para o andamento da vacinação a questão da priorização das pessoas para receber as primeiras doses do imunizante dentro das unidades de saúde do estado. Segundo ela, essa situação colocou os gestores em uma “saia justa” ao se verem diante da necessidade de determinar quem tem a prioridade maior.

Outro ponto que de acordo com a coordenadora interfere na celeridade do processo de imunização no estado é a vacinação dos idosos. Ela explicou que, como o estado não recebeu vacinas para idosos de qualquer faixa etária, mas apenas para os acima dos 90 anos e, ainda assim, em quantidade insuficiente para todos, foi necessário ser feita uma priorização também nessa faixa.

“Então, nós tivemos que priorizar também dentro da faixa dos 90 anos. E o que nós fizemos? Definimos os acamados. E quando se trata de um idoso acamado, ele não se desloca até a unidade de saúde para dar mais agilidade. A equipe de vacinação tem que se deslocar casa a casa, o que faz com que o processo seja mais lento”.

De acordo com a estatal Agência de Notícias do Acre, mais uma remessa de 6.400 doses de vacinas contra a Covid-19, enviadas pelo Instituto Butantan, estariam chegando ao estado nesta segunda-feira, 8, por volta das 13 horas. Com as novas doses, a Secretaria de Saúde (Sesacre) fará a distribuição aos municípios, que darão continuidade ao plano de imunização no estado.

Esta nova remessa de vacinas, que é a 4ª a chegar no Acre, será dividida entre 1ª e 2ª doses e tem como público-alvo 6% dos Trabalhadores da Saúde (1.186) e idosos 90 anos acima (1.871), de acordo com Boletim Informativo nº 004/2021 da Campanha de Vacinação contra Covid-19, divulgado neste domingo, 7.

As remessas recebidas pelo Acre até o momento

Em 18 de janeiro passado, o estado recebeu a 1ª remessa para vacinação contra o Covid-19. Um quantitativo referente a 40.670 doses da vacina Sinovac/Butantan, visando contemplar 100% das pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas; 100% das pessoas da população indígena vivendo em terras indígenas homologadas e não homologadas; 100% dos trabalhadores da Saúde Indígena 34% dos trabalhadores da Saúde.

A 2ª remessa chegou no dia 24 de janeiro de 2021, contemplando 27% dos trabalhadores da Saúde, sendo recebida nesta remessa apenas quantitativo referente à 1ª dose da vacina AstraZeneca/Fiocruz/Serum/Índia. O mesmo quantitativo referente à 2ª dose está previsto para recebimento em abril/2021.

Em 25 de janeiro de 2021, foi recebida a 3ª remessa composta por 4.800 doses da vacina Sinovac/Butantan para vacinação de 6% trabalhadores da Saúde e 5% dos idosos acima de 80 anos, neste caso elencados para vacinação os que se encontram acamados.

Novas UTI’s

Ao receber o novo lote de vacinas nesta segunda-feira, 8, o governador Gladson Cameli disse que o estado vai priorizar a ampliação de leitos de UTI e a contratação de médicos para atuarem no Hospital de Campanha do Juruá, segundo informou a Agência de Notícias do Acre.

O governador falou também do momento crítico em que se encontram as unidades-referência de tratamento de vítimas da Covid, que entraram em colapso no último domingo, 7, sem leitos suficientes para pacientes em estado grave.

“Tudo tem limite. E o limite é que não temos mais espaço. Estamos aumentando o número de leitos, só que eu preciso pedir a colaboração da população”, disse Cameli à reportagem da agência estatal.

Gladson iria embarcar para Brasília no mesmo avião que trouxe as vacinas, mas foi informado de que a agenda prevista para esta terça-feira, 9, foi cancelada pelo Ministério da Saúde. No encontro, o governador iria tratar sobre o envio de médicos do programa Mais Médicos, para suprir a necessidade no Hospital de Campanha do Juruá.

Cameli ainda informou que solicitou à Procuradoria-Geral do Estado (PGE) um levantamento para verificar a legalidade jurídica para contratar médicos sem CRM, formados em países vizinhos, dada a urgência imposta pelo colapso na saúde estadual. Ele disse estar preocupado também com o surto de dengue em várias cidades do interior.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas