Conecte-se agora

Mais de 90 cabeças de gado são apreendidas em operação

Publicado

em

Em ação conjunta da Policia Civil, do Grupo de Enfrentamento a Crimes Contra a Ordem Tributária (GECOT), Instituto de Defesa Animal e Florestal( IDAF) e Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ), prendeu na noite da última quinta-feira, 05, no Posto Fiscal Tucandeira, um motorista de caminhão que transportava uma carga de 95 bezerros que estavam saindo do Acre com destino ao Estado de São Paulo.

Segundo ficou comprovado, o gado é de origem do Acre e estava saindo com Guia de Transporte Animal (GTA) do Estado do Amazonas, com fim específico de fraudar a fiscalização tributária. O GTA é o documento obrigatório para atividade de transporte de animal e todas as informações acerca da origem e destino dos animais devem constar o documento.

O motorista da carreta foi flagranteado pelos crimes uso de documento falso, fraudar a fiscalização tributária e associação criminosa.

De acordo com o coordenador da operação, delegado Pedro Resende, a carga de gado está avaliada em R$ 230.000,00 (duzentos e trinta mil reais) e o imposto devido é de R$ 25.00,00 (vinte e cinco mil reais). “Essa prática criminosa de tentar burlar a fiscalização tributária está sendo combatida de maneira firma pela Polícia Civil em parceria com a SEFAZ e o IDAF e não daremos trégua aqueles que tentarem contra o fisco. As investigações irão continuar e mais pessoas deverão ser presas pelo mesmo crimes, ressaltou Pedro Resende.

O trabalho integrado doa órgãos fiscalizadores tem gerado resultado positivo na avaliação do chefe da Divisão de Mercadorias da Sefaz, Mauro Ferreira. “Essa parceria com Policia Civil é de fundamental importância para que consigamos combater de maneira mais eficaz os crimes contra a ordem tributária. Os resultados das operações que já foram executadas o resultado tem sido positivo”, ressaltou Mauro.

O diretor presidente do IDAF, Francisco Tum, falou da fraude cometida. “Esse processo de retirada de GTA deve constar informações as quais deverão ser seguidas de maneira invariável com relação a destino do animal e nesse caso a GTA estava para um local no estado do Amazonas e o gado seguia com destino a São Paulo o que caracterizou crime”, finalizou Francisco.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas