Conecte-se agora

Zequinha acredita em novos tempos com vacinação da Covid-19

Publicado

em

O governador Gladson Cameli e o prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima, iniciaram no final da tarde desta terça-feira, 19, a vacinação com a CoronaVac no município. Na ocasião, seis pessoas, entre cacique indígena, profissionais da saúde e um idoso do Lar Vicentino, foram imunizados.

Para o prefeito, o momento é de esperança e novos tempos. Ele reiterou o agradecimento ao governador Gladson pelas ações durante a pandemia, coroadas pela vacinação. “Esperamos muito por esse momento. Esse é um passo gigantesco que nosso governador deu, e o Acre inteiro reconhece esse esforço. A partir de hoje nasce a esperança, as pessoas passam a viver de novo. Essa vacina não tem preço, seu preço é a vida. Mesmo com a vacina, pedimos que a população mantenha todos os cuidados necessários, pois estamos apenas começando a vacinação. Vamos vencer”, destacou.

As cinco cidades do Vale do Juruá deverão receber um total de 4.506 doses de vacina contra o coronavírus nesta primeira etapa. São 1.304 para profissionais da saúde e idosos e 3.202 para os indígenas aldeados da regional. O governador Gladson Cameli destacou o início do processo da volta à normalidade e pediu ajuda da população para evitar o aumento de casos até que as duas doses da CoronaVac façam efeito.

“Não tem um dia que eu acorde, que olhe para o por do sol e comece a sonhar a realidade de virar essa página. Eu voltaria tudo de novo se fosse necessário, pois é através da população que vejo o brilho no olhar de cada um. Esse luta é de todos nós, para que juntos possamos virar essa página e ter a liberdade que tínhamos. Me ajudem a combater esse vírus”, reiterou.

Os primeiros imunizados em Cruzeiro do Sul

1- Indígena: Fernando Rosa Katukina, de 55 anos, é casado e tem 36 filhos. Formado em Ciências Biológicas, Fernando é o Cacique geral da terra indígena Campinas katukina Etnia: Noke koi.

2- Idoso em asilo: O idoso Valdenor Moraes tem 65 anos, é morador da instituição do Lar dos Vicentinos.

3- Profissional da saúde: Dr. Rita de Cássia de Souza Lima – médica do município e do estado, em Cruzeiro do Sul, tem 42 anos de idade e mais de 10 anos de serviço na área da saúde. Drª Rita trabalhou na linha de frente do COVID-19, como coordenadora da Vigilância Epidemiológica, de janeiro a dezembro de 2020, e atua como médica infectologista da ala COVID.

4–Profissional da Saúde: Enfermeira Renata Andrade Augusto, tem 9 anos de atuação na profissão e trabalha atualmente no Posto de Saúde Mão Amiga do município de Cruzeiro do Sul, no atendimento aos pacientes suspeitos e confirmados do COVID-19. Renata contraiu o vírus no mês setembro de 2020, atuando na linha de frente. Ela prestou serviço na Unidade Sentinela do Aeroporto Velho, Nestor Soares de Vasconcelos. Durante a pandemia, a profissional teve que redobrar o período de trabalho, atendendo mais de 100 pessoas nas unidades de saúde por dia, das 7h às 20h.

5- Profissional da Saúde: Dr. Suiane da Costa Negreiros do Vale, tem 51 anos, e há 23 anos atua como médica infectologista. A profissional trabalhou na linha de frente da clínica COVID no Hospital Regional do Juruá, nos atendimentos aos hospitalizados de Covid-19.

6- Profissional de Saúde: Glaucia Negreiros Almeida tem 39 anos e atua desde o início da pandemia na Unidade de Tratamento Intenso- UTI COVID, sendo uma das profissionais da saúde que ajudou a montar a 1° UTI COVID no Vale do Juruá. Glaucia é funcionária do Hospital de Campanha, sendo formada há 09 anos como enfermeira, e atua há 6 anos no Hospital do Juruá.

Anúncios

Na rede

Cruzeiro do Sul teve em dois meses 61% do total de óbitos de 2020

Publicado

em

Um clima de pânico toma conta da segunda maior cidade do estado do Acre, Cruzeiro do Sul, localizada no Juruá por causa do número de óbitos registrados diariamente em função da Covid-19. Um levantamento da secretaria municipal de saúde aponta para o registro, somente nos meses de janeiro e fevereiro, de 61% do total de óbitos ocorridos durante todo o ano de 2020.

Segundo Agnaldo Lima, já foram registradas 45 mortes pela Covid-19 nos primeiros dois meses do ano. “Durante todo o ano de 2020 tivemos 74 óbitos em Cruzeiro do Sul, isso significa que se continuar assim, teremos um recorde de pessoas falecidas no ano”, comentou Lima.

O primeiro óbito na cidade por causa da covid-19 foi registrado no dia 13 de maio de 2020. Segundo o Ministério da Saúde, o total de mortos pela pandemia nesta quarta-feira é de 109.

O Acre hoje segue em alta de 24% no número de óbitos, somando-se a mais 14 unidades da federação com crescimento no registro de mortes.

Continuar lendo

Na rede

Prefeitura de Cruzeiro do Sul intensifica ações de combate à dengue e reduz 91% dos casos

Publicado

em

A prefeitura de Cruzeiro do Sul, através da Secretaria de Saúde e da coordenação de entomologia, intensificou as ações em combate a dengue durante o período chuvoso, com atividades de educação e saúde, através de visitas domiciliares, mutirões de limpeza e atendimento para a população. O resultado foi a redução de 91% dos casos da doença em 2020, em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com o mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde, no mês de janeiro foram registrados 87 casos da doença e em fevereiro o número foi de 81, somando 168 casos. A redução de 91% é comparada ao mesmo período de 2020, quando nos dois primeiros meses do ano Cruzeiro do Sul tinha o registro de mais de 1769 casos de dengue.

Mas, com o período de chuvas, a preocupação em evitar a proliferação do mosquito deve ser redobrada, como destacou o coordenador entomológico Leonísio Messias.

“Nossas ações estão sendo realizadas e fortalecidas, mas esse período é preocupante pois tende a ter acréscimo, por isso, recomendamos aos moradores para cuidar e manter tampados os depósitos de água e eliminar possíveis criadouros dos mosquitos que possam está nos quintais”, endossou ele.

O coordenador reforça que em caso de sintomas como febre, dor no corpo e dor de cabeça, a população deve procurar o atendimento médico nas unidade de saúde, e em caso de confirmação a secretaria realiza o bloqueio com borrifação da residência, para evitar a proliferação do mosquito no local.

Continuar lendo

Na rede

Médico revela que profissionais de saúde estão escolhendo quem vive e quem morre no Acre

Publicado

em

O médico Rodney Brito, que atua na linha de frente do Covid-19 em Cruzeiro do Sul, diz que os profissionais já estão tendo que escolher quem vive e quem morre na fila de espera para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital de Campanha.

“Aqui tá uma situação desesperadora. Pessoas morrendo a todo momento. Fila de espera para UTI e para entrar tem que alguém morrer. Já temos que decidir quem vai ter chance e quem não vai pela idade e pelas doenças que a pessoa tem. Alguns estão morrendo igual peixe fora d’água sem chances de ser entubado. Às vezes duas, três pessoas com paradas cardíacas ao mesmo tempo”, revela.

O profissional destaca que este é pior cenário já vivido em Cruzeiro do Sul desde o início da pandemia de coronavírus no município.

“Estamos enfrentando o pior momento que é esse cenário. São de pessoas que se infectaram há 15, 20 dias atrás. Agora estamos igual a situação que o avião está caindo e o piloto pede para apertarmos os cintos. Nesse momento, só Deus mesmo poderá ajudar”, desabafa o médico.

No Hospital de Campanha, segundo a Sesacre, há 26 leitos de UTI. De acordo com o boletim do hospital, 4 pessoas morreram de Covid-19 nas últimas 24 horas na unidade.

Continuar lendo

Na rede

Vereador de Tarauacá, Sidenir das Chagas, morre vítima da Covid-19

Publicado

em

O vereador de Tarauacá José Sidenir das Chagas (PCdoB), de 65 anos, conhecido como Sidenir do Sindicato, morreu por complicações de Covid-19 na manhã dessa segunda-feira (1°). Ele estava no Hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul, onde estava internado desde a última sexta-feira, dia 26.  Segundo a equipe médica, Sidenir não resistiu à terceira parada cardíaca e foi a óbito.

A filha do vereador, Marleide Falcão, está em Cruzeiro do Sul junto com a mãe e esposa do vereador a espera da liberação do corpo, que será levado para sepultamento em Tarauacá.

Ela conta que o pai estava com sintomas de coronavírus há uma semana. Na quinta-feira passada, dia 25, ele foi internado no Hospital Sansão Gomes, em Tarauacá, com saturação (oxigênio no sangue), de 86.

Como ele é hipertenso, o médico optou pela transferência para Cruzeiro do Sul. “O médico achou que em Cruzeiro do Sul o tratamento seria melhor e ele foi transferido na sexta-feira de avião via TFD”, conta Marleide.

Este era o segundo mandato do vereador é  ex-dirigente sindical rural. Sidenir deixa viúva e 14 filhos de 2 casamentos.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas