Conecte-se agora

Gladson quer vacinar 20% dos acreanos até o mês de fevereiro

Publicado

em

O governador Gladson Cameli disse nesta quinta-feira, 14, em vídeo publicado nas redes sociais que pretende vacinar em torno de 20% da população acreana até a primeira quinzena do próximo mês de fevereiro de 2021. A informação foi dada pelo chefe do Palácio Rio Branco pouco depois de uma reunião com o ministério da saúde, em Brasília, sobre a pauta do mundo atualmente: a vacina contra a Covid-19.

“Minha posição é de não politizar a situação [da vacina]. Quero dizer a todos os acreanos que, se Deus quiser, no domingo agora a Anvisa vai se reunir para acelerar o processo de pedido e autorização para comercialização da vacina e autorizar que nós possamos utilizar a vacina para imunizar os brasileiros”, afirmou Cameli.

Segundo o governador, a Anvisa terá cinco dias úteis a partir dessa reunião no domingo para encerrar o trâmite e dizer qual o laboratório vai estar apto para fornecer a vacina ao Ministério da Saúde e estados brasileiros.

“Em paralelo, estamos trabalhando com nossa equipe. Fomos o primeiro estado a entregar o plano de vacinação ao governo federal. A partir de 22 de janeiro, se Deus nos permitir, iremos começar o processo de vacinação seguindo as regras, incluindo as pessoas que trabalham em combate à Covid-19”, explicou Gladson.

Se tudo ocorrer dentro do previsto, o acre dará início no dia 22 de janeiro, às 8 horas, o processo de vacinação. “Seremos o primeiro estado a iniciar essa vacinação. Conseguimos 300 mil seringas do ministério da saúde. Preparamos toda a logística para o interior, onde indígenas também serão atendidos”, comemorou Cameli.

A previsão do Acre é de usar 160 mil doses até a primeira quinzena de fevereiro, e vacinar em torno de 20% da população. “Vida é prioridade. Quem quiser pensar o contrário, eu respeito. Todas as comunidades do nosso estado, saibam que nós vamos virar essa pagina juntos”, concluiu.

Anúncios

Destaque 6

WhatsApp libera chamadas de voz e vídeo pelo computador

Publicado

em

O WhatsApp liberou nesta quinta-feira (4) chamadas de voz e vídeo pelo computador, por meio dos aplicativos para Windows e Mac.

A ferramenta, no entanto, não funciona no WhatsApp Web, que é aberto pelo navegador do computador. É preciso baixar o aplicativo para o computador.

WhatsApp vai limitar recursos para quem não aceitar nova política de privacidade
Além disso, só é possível fazer ligações individuais – o recurso de chamadas em grupo de até 8 pessoas ainda não está liberado.

A janela das chamadas de vídeo funciona nos modos paisagem e retrato, pode ser redimensionada, e está configurada para ficar sempre em primeiro plano em relação às outras janelas.

A liberação das chamadas no computador será feita de forma gradual, então é possível que a opção não apareça imediatamente para todas as pessoas. O WhatsApp, porém, está liberando a atualização no mundo todo.

Como fazer ligações pelo WhatsApp?
Baixe o aplicativo do WhatsApp para Windows ou Mac;
Faça o login com o seu WhatsApp. No Android, toque no ícone de três pontinhos localizado na parte de cia da tela e aperte em “WhatsApp Web”. No iPhone, clique no ícone da engrenagem (Ajustes) que fica na parte de baixo e toque em “WhatsApp Web/Computador”.
Em seguida escaneie o QR Code;
Abra uma conversa e ao lado da foto e do nome do seu contato, clique no ícone de ligação por voz ou vídeo.

Continuar lendo

Destaque 6

Secretários do Acre terão que cortar despesas de viagens e combustível

Publicado

em

A pandemia da Covid-19 impactou diretamente nas finanças do estado devido ao gastos para o tratamento dos pacientes infectados pela pandemia. Tanto que no mês passado, o governador Gladson Cameli afirmou que o estado só teria recursos para mais três meses de combate à doença.

Como alternativas a escassez de recursos é pedir ajuda ao governo federal e economizar onde é possível. Gladson decretou nesta quinta-feira, 4, que todos os secretários devem apertar o cinto e economizar.

Através de um decreto publicado no Diário Oficial, o governador determina, entre outras medidas, que reduza pela metade as despesas com viagem nacional e internacional (diárias e passagens) para servidores. A gestão deve reduzir em 30% as despesas com o uso de telefonia fixa energia elétrica, com combustível, locação de veículos e gastos com contratos de prestação de serviços.

Fica fora do decreto apenas os órgãos e entidades pertencentes ou vinculados à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública – SEJUSP, no caso das viaturas e da Secretaria de Estado de Saúde – SESACRE, no caso das ambulâncias.

Para que a economia realmente aconteça, Gladson suspende gastos do poder público com aumento do quantitativo de veículos locados, celebração de novos contratos e alterações contratuais que impliquem no acréscimo de despesa, aquisição de veículos, aquisição de móveis, equipamentos e outros materiais permanentes, exceto àqueles destinados à instalação e à manutenção de serviços essenciais e inadiáveis, aquisição de materiais de consumo, excetuando-se aqueles destinados ao desenvolvimento das atividades essenciais das unidades e locação de imóveis, salvo para substituição dos contratos vigentes, desde que comprovada vantagem ao governo.

Continuar lendo

Destaque 6

Polícia prende “Coala”, acusado de decapitar faccionado

Publicado

em

Uma ação rápida dos Policiais Civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) resultou na prisão do membro da facção Bonde dos 13, Wallisson Campos de Almeida, de 18 anos, mais conhecido no mundo do crime como ‘Coala’. A prisão aconteceu em um apartamento localizado na Travessa Divina Luz, no Ramal da Zezé, no bairro Belo Jardim II, em Rio Branco.

De acordo com informações da Polícia, ‘Coala’ e mais dois comparsas são acusados de matar o membro da facção Comando Vermelho, Samuel Conceição da Silva, de 18 anos, que foi sequestrado na casa de sua mãe, julgado pelo tribunal do crime, amarrado, torturado e decapitado na noite de terça-feira, 2, em uma área de matagal localizada no Belo Jardim.

Segundo a Polícia, Wallison confessou o crime e relatou que a motivação do crime, foi porque Samuel traiu a facção do Bonde dos 13 (B13) e tornou-se membro da facção Comando Vermelho (CV). ‘Coala’ chegou a relatar ainda a Polícia, que as informações iniciais que chegou a facção era que Samuel havia deixado o CV e teria se convertido em uma igreja, mas a organização criminosa B13 não aceitou a traição e o tribunal do crime decidiu matar Samuel.

Wallison foi preso e encaminhado à Delegacia no bairro Cadeia Velha para os devidos procedimentos.

 

 

Continuar lendo

Destaque 6

Semsa diz que estudantes de medicina não receberam vacina devido instituições não enviarem os nomes dos alunos

Publicado

em

Em nota divulgada nesta quarta-feira, 03, a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) afirmou que os 163 acadêmicos de medicina das turmas XVI e XVII da Universidade Federal do Acre (Ufac) e da Uninorte não foram vacinados porque a secretaria não recebeu a lista dos nomes que deveriam ser enviados pelas instituições.

A Semsa explicou que é de responsabilidade de ambas as instituições enviar os nomes dos alunos internos que estão atuando na linha de frente do combate à covid-19. Em outro trecho, a Semsa destacou que os alunos têm sim direito ao imunizante de acordo com o Ministério da Saúde, mas ponderou que não poderia aplicá-lo sem ter uma lista enviada pelas instituições.

“Esse grupo de acadêmicos são prioritários. O que ocorreu foi que as universidades não enviaram a relação desses acadêmicos que estão atuando na linha de frente. Como eles não mandaram essa relação, estamos requisitando a partir desta quarta, as duas [Uninorte e Ufac], a relação desses acadêmicos para que eles possam ser vacinados”, afirmou.

Em outro trecho, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) explicou que assim que a lista for enviada, os acadêmicos poderão ser vacinados contra à covid-19 nas unidades de vacinação da capital.

“Todas as unidades de saúde que estarão aplicando as vacinas irão receber a cópia da lista enviada pelas instituições. A partir deste momento, eles poderão tomar a vacina, mas vale ressaltar, que os alunos terão que pegar um documento emitido pela instituição para apresentar na unidade de saúde para tomar a vacina contra à covid-19”, salientou.

Muitos deles atuam no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência, Hospital das Clínicas, Maternidade, Policlínica do Tucumã, Unidade de Pronto Atendimento da Sobral, Pronto-Socorro e Unidades de Saúde da Família (USFs), sem vacinação garantida.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas