Conecte-se agora

Acre vai receber 14 viaturas para equipar o Programa Vigia

Publicado

em

Veículos serão entregues pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública para reforçar as ações nas fronteiras e nas divisas do Estado

O Programa Nacional de Vigilância das Fronteiras e Divisas (Vigia) no Acre vai receber 14 viaturas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). Os veículos irão equipar as unidades policiais vinculadas ao Programa Vigia, com a finalidade de potencializar a prevenção e a repressão da criminalidade.

As viaturas adquiridas pelo MJSP são do tipo caminhonete, com tração 4×4, com a possibilidade de atuarem em terreno misto – urbano e fora-de-estrada – e personalizadas com compartimento humanizado para transporte de detidos.

Os veículos serão entregues até o início do segundo semestre deste ano e irão melhorar as condições de segurança, propiciando o melhor desempenho policial. O Programa Vigia atua prioritariamente nos crimes letais intencionais, tráfico de drogas, armas e descaminho, bem como em outras modalidades criminosas transnacionais na faixa de fronteira, divisas e áreas de interesse operacional.

Programa Vigia no Acre

O Acre foi o primeiro estado da região Norte do país contemplado com a implantação do Programa Vigia, que hoje já está presente também em outros quatro estados da região: Amazonas, Roraima, Rondônia e Amapá. Em pouco mais de um ano, já foram apreendidas 2,4 toneladas de drogas, cerca de 118 mil maços de cigarros, além de 69 veículos, 9 embarcações e 58 armas.

O Vigia evitou prejuízos superiores a meio milhão de reais aos cofres públicos, coibindo a entrada de mercadorias contrabandeadas e drogas em território nacional. O reforço nas fronteiras com a Operação Hórus também causou um prejuízo de mais de R$ 14,5 milhões aos criminosos.

Com informações do Ministério da Justiça.

Anúncios

Destaque 6

Secretário diz que Bocalom recebeu apenas R$ 8,4 mil de diárias

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

O secretário da Casa Civil, Artur Neto, publicou uma nota nesta quinta-feira (4), explicando acerca do recebimento das diárias dos últimos 30 dias do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas).

O secretário afirma que embora conste no Portal da Transparência da prefeitura de Rio Branco quatro empenhos para viagens à Brasília (DF), a primeira delas, marcada para o dia 02 de fevereiro, não ocorreu, tendo sido adiada para outra data, que consta do segundo empenho, datado para início no dia 07/02.

O secretário explicou que apesar do Portal da Transparência colocar as diárias da primeira viagem que foi cancelada como pagas, o portal não mostra o estorno dos valores dessas diárias.

“Esclarecemos que a legislação determina que o empenho e pagamento de diárias sejam anteriores ao deslocamento, o que tem sido feito rotineiramente cumprido pela Administração Pública Municipal. Se por algum motivo esta não ocorrer, o valor creditado na conta do servidor público deve ser estornado, o que de fato aconteceu, tendo sido feita a devolução dos créditos depositados na conta do prefeito, conforme comprovantes abaixo, no valor de R$ 6.8 mil. O Portal da Transparência não divulga a devolução de diárias canceladas, o que já está sendo providenciado pela equipe técnica, para evitar esse tipo de desinformação.” afirmou

Em outro trecho, o secretário afirmou que o prefeito fez três viagens durante os últimos 30 dias totalizando R$ 8,4 mil diárias, que foram creditadas em sua conta.

Por fim, o secretário ressaltou que as viagens realizadas pelo prefeito tem o objetivo de captar recursos para amparar as pessoas desabrigadas pelas enchentes provocadas pelas chuvas, melhorar o sistema de vacinação contra a Covid-19 e ampliar as medidas preventivas contra dengue, além de outras pautas de vital importância para a população.

“E é necessário deixar bem claro que quando o prefeito viaja para visitar a família dele, todas as despesas são pagas com recursos pessoais, o que não o obriga justificação e ainda que o prefeito preza tanto pela seriedade com a coisa pública que ele não tem usado o veículo oficial da prefeitura para realizar seus deslocamentos de casa para a prefeitura e no trabalho do dia a dia, pagamento inclusive o combustível do seu carro com recursos próprios”, afirmou.

Continuar lendo

Destaque 6

WhatsApp libera chamadas de voz e vídeo pelo computador

Publicado

em

O WhatsApp liberou nesta quinta-feira (4) chamadas de voz e vídeo pelo computador, por meio dos aplicativos para Windows e Mac.

A ferramenta, no entanto, não funciona no WhatsApp Web, que é aberto pelo navegador do computador. É preciso baixar o aplicativo para o computador.

WhatsApp vai limitar recursos para quem não aceitar nova política de privacidade
Além disso, só é possível fazer ligações individuais – o recurso de chamadas em grupo de até 8 pessoas ainda não está liberado.

A janela das chamadas de vídeo funciona nos modos paisagem e retrato, pode ser redimensionada, e está configurada para ficar sempre em primeiro plano em relação às outras janelas.

A liberação das chamadas no computador será feita de forma gradual, então é possível que a opção não apareça imediatamente para todas as pessoas. O WhatsApp, porém, está liberando a atualização no mundo todo.

Como fazer ligações pelo WhatsApp?
Baixe o aplicativo do WhatsApp para Windows ou Mac;
Faça o login com o seu WhatsApp. No Android, toque no ícone de três pontinhos localizado na parte de cia da tela e aperte em “WhatsApp Web”. No iPhone, clique no ícone da engrenagem (Ajustes) que fica na parte de baixo e toque em “WhatsApp Web/Computador”.
Em seguida escaneie o QR Code;
Abra uma conversa e ao lado da foto e do nome do seu contato, clique no ícone de ligação por voz ou vídeo.

Continuar lendo

Destaque 6

Secretários do Acre terão que cortar despesas de viagens e combustível

Publicado

em

A pandemia da Covid-19 impactou diretamente nas finanças do estado devido ao gastos para o tratamento dos pacientes infectados pela pandemia. Tanto que no mês passado, o governador Gladson Cameli afirmou que o estado só teria recursos para mais três meses de combate à doença.

Como alternativas a escassez de recursos é pedir ajuda ao governo federal e economizar onde é possível. Gladson decretou nesta quinta-feira, 4, que todos os secretários devem apertar o cinto e economizar.

Através de um decreto publicado no Diário Oficial, o governador determina, entre outras medidas, que reduza pela metade as despesas com viagem nacional e internacional (diárias e passagens) para servidores. A gestão deve reduzir em 30% as despesas com o uso de telefonia fixa energia elétrica, com combustível, locação de veículos e gastos com contratos de prestação de serviços.

Fica fora do decreto apenas os órgãos e entidades pertencentes ou vinculados à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública – SEJUSP, no caso das viaturas e da Secretaria de Estado de Saúde – SESACRE, no caso das ambulâncias.

Para que a economia realmente aconteça, Gladson suspende gastos do poder público com aumento do quantitativo de veículos locados, celebração de novos contratos e alterações contratuais que impliquem no acréscimo de despesa, aquisição de veículos, aquisição de móveis, equipamentos e outros materiais permanentes, exceto àqueles destinados à instalação e à manutenção de serviços essenciais e inadiáveis, aquisição de materiais de consumo, excetuando-se aqueles destinados ao desenvolvimento das atividades essenciais das unidades e locação de imóveis, salvo para substituição dos contratos vigentes, desde que comprovada vantagem ao governo.

Continuar lendo

Destaque 6

Polícia prende “Coala”, acusado de decapitar faccionado

Publicado

em

Uma ação rápida dos Policiais Civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) resultou na prisão do membro da facção Bonde dos 13, Wallisson Campos de Almeida, de 18 anos, mais conhecido no mundo do crime como ‘Coala’. A prisão aconteceu em um apartamento localizado na Travessa Divina Luz, no Ramal da Zezé, no bairro Belo Jardim II, em Rio Branco.

De acordo com informações da Polícia, ‘Coala’ e mais dois comparsas são acusados de matar o membro da facção Comando Vermelho, Samuel Conceição da Silva, de 18 anos, que foi sequestrado na casa de sua mãe, julgado pelo tribunal do crime, amarrado, torturado e decapitado na noite de terça-feira, 2, em uma área de matagal localizada no Belo Jardim.

Segundo a Polícia, Wallison confessou o crime e relatou que a motivação do crime, foi porque Samuel traiu a facção do Bonde dos 13 (B13) e tornou-se membro da facção Comando Vermelho (CV). ‘Coala’ chegou a relatar ainda a Polícia, que as informações iniciais que chegou a facção era que Samuel havia deixado o CV e teria se convertido em uma igreja, mas a organização criminosa B13 não aceitou a traição e o tribunal do crime decidiu matar Samuel.

Wallison foi preso e encaminhado à Delegacia no bairro Cadeia Velha para os devidos procedimentos.

 

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas