Conecte-se agora

Tendo soja como carro-chefe, Acre terá safra de grãos 232 toneladas maior em 2021

Publicado

em

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feira, 13, o terceiro prognóstico para a safra 2021, que confirma que a produção de cereais, leguminosas e oleaginosas deverá ser 0,2% maior da que obteve em 2020 no Acre.

Se concretizada a previsão, o Acre colherá este ano 232 toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas a mais que 2020. A soja deve ser o carro-chefe desse avanço.

No país, a safra deve somar um recorde de 260,5 milhões de toneladas, com alta de 2,5% em relação a 2020 (6,4 milhões de toneladas). As estimativas indicam novo aumento de produção para a soja (6,8% ou 8,2 milhões de toneladas) e declínios para milho de 2ª safra (-1,8% ou 1,4 milhão de toneladas) e o algodão herbáceo (-14,0% ou 607 mil toneladas).

A estimativa final para a safra de 2020 totalizou 254,1 milhões de toneladas, mais um recorde nacional, 5,2% superior à safra de 2019 (241,5 milhões de toneladas). Em relação à previsão anterior, houve aumento de 2,0 milhões de toneladas (0,8%). O arroz, o milho e a soja somaram 92,7% da produção e 87,1% da área colhida. Frente a 2019, houve altas de 7,1% para a soja, de 7,7% para o arroz e 2,7% para o milho.

Para a soja, a estimativa de produção foi de 121,5 milhões de toneladas; para o milho, de 103,2 milhões de toneladas (26,6 milhões na 1ª safra e 76,6 milhões na 2ª safra); para o arroz, de 11,0 milhões de toneladas e, para o algodão, de 7,1 milhões de toneladas, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA).

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas