Conecte-se agora

Rio Tarauacá transborda, energia é cortada e parte da cabeceira da ponte desmorona

Publicado

em

A enchente que afeta o município de Tarauacá já desabrigou 10 famílias que foram removidas pela defesa civil e abrigadas em uma escola da rede de ensino. Ao todo, até a manhã desta terça-feira, 29, são 68 pessoas afetadas.

O manancial encheu muito rápido e já atingiu dois grandes bairros e o centro da cidade. Nas últimas 24 horas, o nível das águas passou dos 10,30 metros para 10,60 metros, apresentando elevação de 30 centímetros, de acordo com dados disponibilizados pelo Corpo de Bombeiros de Tarauacá às 6h da manhã de hoje. Segundo a Defesa Civil, a cota de alerta é 8,50m e a de transbordamento de 9,50m.

A Energisa Acre informou que suspendeu nesta segunda o fornecimento de energia elétrica nos bairros Senador Pompeu e Triângulo no município de Tarauacá, em função da cheia. A ação está sendo realizada por uma questão de segurança dos clientes, das equipes da Defesa Civil, Bombeiros e Energisa que estão trabalhando nesses bairros.

O governador Gladson Cameli estará em Tarauacá na próxima quarta-feira (30), onde fará entrega de cestas básicas de alimentos para que a defesa civil do município possa distribuir às famílias desabrigadas.

A força das águas do Rio Tarauacá fez com que parte da cabeceira da ponte sobre o manancial desmoronasse. Nesta segunda-feira, 28, como todos os anos acontece, um queda de pedras foi registrada de um serviço paliativo feito anteriormente, colocando em risco a trafegabilidade. Somente em meia pista é possível a passagem de veículos e até o momento nenhum órgão de controle tomou providências com relação ao tráfego de veículos pesados, que podem comprometer o restante que ainda não caiu.

[videopress hJgVwi4G]

Destaque 2

Nome de candidato ao senado pelo Acre consta em lista do TCU de inelegíveis

Publicado

em

O nome do candidato ao senado pelo PSDB, médico Carlos Beyruth, sócio proprietário da Pronto Clinica de Rio Branco, consta na relação de 6.791 gestores de recursos públicos que, nos últimos oito anos, tiveram as contas julgadas irregulares em definitivo pelo Tribunal de Contas da União. O listão foi entregue nesta quarta-feira, 10, pelo presidente em exercício do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Bruno Dantas, ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin.

O processo em que Beyruth foi condenado é da época em que ele foi secretário municipal de saúde de Rio Branco na gestão do então prefeito Mauri Sérgio, em 1998. Ele foi condenado a devolver recursos, mas parte da sentença foi reformada em 2014, porém seu nome ainda consta na lista de inelegíveis.

A visita para a entrega da lista do TCU ao TSE costuma acontecer a cada eleição. A relação facilita o trabalho da Justiça Eleitoral, a quem cabe verificar se um candidato está ou não apto a concorrer nas eleições, conforme todos os critérios legais de elegibilidade.

No caso de contas públicas, a Lei da Ficha Limpa prevê a inelegibilidade de todo gestor público que tiver suas prestações de contas rejeitadas “por irregularidade insanável ou que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente, salvo se esta houver sido suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário”.

A lista completa com os nomes dos condenados pelo TCU foi entregue ao TSE em formato digital e pode ser conferida em uma página criada pela Corte de Contas, que continuará a atualizar a relação até 31 de dezembro.

Consultado pelo ac24horas, Beyruth afirmou que não tinha conhecimento que o seu nome constava em uma lista de inelegíveis. “Isso não era do meu conhecimento. Inclusive, eu pedi para que um advogado amigo meu fizesse há um uns três meses um levantamento e ele me disse que tava tudo certo em relação ao meu nome. Aconteceu realmente esse problema quando eu fui secretário de saúde há mais de 20 anos e eu já estava liberado. Vou analisar com calma para ter um posicionamento mais claro sobre isso”, disse Beyruth.

Continuar lendo

Extra Total

Efeito cascata do STF vai fazer próximo governador do Acre ter salário de quase R$ 42 mil

Secretários de Estado terão salários de R$ 29 mil; vice governador deve receber R$ 37 mil

Publicado

em

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de aprovar um reajuste salarial de 18% para todos os servidores e magistrados da Justiça, incluindo os próprios salários, que servem de teto para toda a administração pública, terá efeito imediato no Acre e demais Estados a partir de janeiro de 2023. Isso porque todos os anos é aprovado na Assembleia Legislativa uma lei de autoria do Poder Executivo que fixa os salários de governador, vice-governador e dos secretários de Estado para o exercício financeiro do próximo ano.

Ocorre que a lei sempre segue a mesma redação, garantido ao desembargador do Tribunal de Justiça o recebimento salarial de 90,25% do salário de um Ministro do STF e garante ao governador recebimento de subsídio em 100%, de um desembargador. Além disso, os salários do vice-governador e secretários de Estado devem sofrer reajuste também.

Atualmente, os desembargadores e o governador do Acre, Gladson Cameli, recebem o salário fixo de R$ 35 mil. Com o efeito cascata de aumentos, o reajuste de ambos para 2023 deve chegar R$ 41.785,75. O salário do vice-governador que é de R$ 33.687 deve saltar para R$ 37,6 mil. Já os secretários de Estado que em 2022 tem vencimentos superiores a R$ 25 mil passarão a receber pouco mais de R$ 29 mil.

Os reajustes devem ser oficializados devido à Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) de 2023 ter sido aprovada em julho na Assembleia Legislativa com previsão de quase R$ 8,4 bilhões, valor que é 6,4% maior que o destinado ao orçamento atual, de cerca de 7,8 bilhões. O Orçamento do Poder Judiciário acreano contou com um reajuste nos percentuais, passando de 8% para 9,75% do bolo orçamentário. A expectativa é que juízes também seja beneficiados com o aumento.

Além do governador do Acre, Gladson Cameli, que concorre a reeleição, mais 6 nomes disputam a cadeira mais cobiçada do Estado: Jorge Viana (PT), Sérgio Petecão (PSD), Márcio Bittar (União Brasil), Mara Rocha (MDB), David Hall (Agir) e Nilson Euclides (PSOL).

Continuar lendo

Cotidiano

Com dois jogadores a menos, Palmeiras segura empate e se classifica nos pênaltis

Publicado

em

Foto: Reuters 

Após um novo empate sem gols, o Palmeiras bateu o Atlético-MG por 6 a 5 na disputa de pênaltis e se classificou para as semifinais da Copa Libertadores na noite desta quarta-feira (10) no Allianz Parque, em São Paulo.

O próximo adversário do Verdão sairá do confronto entre Athletico-PR e Estudiantes (Argentina), que voltam a se enfrentar nesta quinta-feira (11) em La Plata, após empate sem gols no confronto de ida na Arena da Baixada, em Curitiba.

Apesar de o confronto começar com um certo equilíbrio, o Palmeiras não demorou a assumir o comando das ações, tendo como melhor oportunidade uma bola cruzada na área por Dudu aos 7 minutos. O passe tinha como alvo Gustavo Scarpa, mas Arana foi mais esperto e conseguiu o corte.

O panorama começou a mudar aos 27 minutos, quando o volante Danilo foi expulso pelo juiz, com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), após cometer falta dura em Zaracho. Com isso, o Verdão passou a ter uma postura mais conservadora, saindo menos para o ataque. Já o Galo apresentava muitas dificuldades de criar, tendo como melhor oportunidade da etapa uma finalização de primeira de Hulk após cruzamento de Mariano.

Com desvantagem numérica, Abel Ferreira postou sua equipe de forma ainda mais fechada no segundo tempo. Sem espaços para jogar, o Galo encontrou muitas dificuldades de criar oportunidades. Já o Verdão compensou a ausência de um jogador com a maior capacidade técnica, para tentar fazer alguma coisa, como a finalização de Zé Rafael aos 10 minutos.

Cinco minutos depois o Atlético-MG teve sua oportunidade mais cristalina, quando Mariano levantou a bola na área, onde Jair chegou finalizando com muito perigo de peixinho. Aos 21 foi Allan quem chegou bem, em chute de fora da área que parou em defesa de Weverton.

A situação do Palmeiras se complicou ainda mais aos 36 minutos, quando Scarpa entrou de sola em Allan e acabou recebendo o cartão vermelho direto. A partir daí o Galo passou a colecionar boas oportunidades de marcar, como um chute de Hulk que passou raspando aos 46 minutos, um cruzamento do camisa 7 um minuto depois que terminou batendo na trave e um chute de muito longe de Junior Alonso que foi defendido por Weverton.

A questão é que do outro lado do gramado estava um Palmeiras muito valente, que segurou o 0 a 0 até o final dos 90 minutos, antes dos quais o chileno Vargas acabou expulso após receber o segundo cartão amarelo na partida.

Decisão nos pênaltis

Na decisão por pênaltis, Hulk abriu as cobranças batendo muito bem. Raphael Veiga não falhou para empatar. Nacho bateu no meio rasteiro para voltar a dar a vantagem ao Galo. O paraguaio Gustavo Gómez deslocou o goleiro para deixar em 2 a 2. O volante Jair acertou o ângulo em sua cobrança. E Zé Rafael bateu firme, no canto, e igualou novamente. Eduardo Sasha converteu a sua. O uruguaio Piquerez acertou uma bomba no ângulo, mas Junior Alonso chutou com categoria para fazer 5 a 4. Já Rony venceu a pressão e manteve a disputa aberta. Chegou então a vez de Rubens nas cobranças alternadas, e o volante bateu fraco, permitindo a defesa de Weverton. Restou então ao zagueiro Murilo a responsabilidade de decidir a disputa, e ele não falhou, garantindo uma classificação heroica do Verdão.

Após o confronto continental, o Palmeiras faz clássico com o Corinthians no sábado (13) pelo Brasileiro. Um dia depois o Atlético-MG visita o Coritiba no Couto Pereira.

Continuar lendo

Cotidiano

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar prêmio de R$ 27 milhões

Publicado

em

O concurso 2.509 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (10) no Espaço Loterias da Caixa em São Paulo, não teve acertadores das seis dezenas. Os números sorteados foram: 08 – 37 – 39 – 50 – 59 – 60.

O próximo concurso (2.510), no sábado (13), deve pagar um prêmio de R$ 27 milhões.

A quina teve 47 ganhadores e cada um vai receber R$ 48.983,97. Os 2.560 acertadores da quadra receberão o prêmio individual de R$ 1.284,73.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal.

A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

O sorteio é realizado às 20h, no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!