Conecte-se agora

Aleac aprova orçamento de Gladson de R$ 6,7 bilhões com gasto triplicado com midia em 2021

A Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) aprovou por unanimidade na tarde desta terça-feira, 22, em sua última sessão antes do recesso, o projeto de lei de autoria do executivo que estima a Receita e fixa a Despesa do Estado para o exercício financeiro de 2021, mais conhecida como Lei Orçamentária Anual (LOA). De acordo com a proposta do executivo, a receita para o ano que vem é de R$ 6,7 bilhões e a despesa é de pouco mais de R$ 7 bilhões, totalizando um déficit orçamentário de R$ 233 milhões.

Desse total de receita, os Poderes terão R$ 621 milhões de previsão orçamentária, sendo que a Assembleia Legislativa ficará com R$ 154 milhões, o Tribunal de Contas do Estado com R$ 55 milhões e a Defensoria Pública R$ 31 milhões. Aleac, TCE e DPE continuarão com a mesmo previsão de 2020, sem alterações. Já o Ministério Público terá um incremento de pouco mais de R$ 2 milhões em 2021, totalizando uma receita de R$ 126 milhões. O que chama atenção na peça orçamentária aprovada na Aleac é o orçamento do Tribunal de Justiça do Acre de R$ 253 milhões, R$ 6 milhões a menos do que em 2020.

Um dos fatos questionados pelos deputados foi a questão do gasto com comunicação em 2021. Diferente de 2020, onde o orçamento de mídia do governo foi pouco mais de R$ 4 milhões, no ano que vem a proposta deve chegar aos R$ 16 milhões, triplicando o orçamento em mais de 300%. Mesmo assim, Gladson vai gastar valor semelhante ao do último ano da gestão de Sebastião Viana [PT] que foi de pouco mais de R$ 14 milhões.

A LOA produziu grande debate entre os deputados nas comissões e em Plenário, especialmente em relação à elevação da verba de mídia e ao déficit previsto de R$233 milhões. Segundo o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), o orçamento deveria ser superavitário, já que o Estado recebeu grande aporte do Governo Federal e há dinheiro em caixa não obstante à queda na arrecadação imposta pela crise da Covid-19. A deputada Antônia Sales estima que o Estado do Acre tenha recebido mais de R$ 200 milhões do governo federal para enfrentar a pandemia. O dinheiro não teria sido gasto em sua totalidade, gerando superávit no caixa do governo.

“Não cabe ao Parlamento colocar obstáculos em aprovar o Orçamento, mas não dá para a gente concordar com essa guerra de narrativas”, disse o deputado Daniel Zen (PT), avaliando que isso se torna um “engodo”. Ele se referia às críticas que sofreu quando era Líder do Governo do PT, em relação ao orçamento para a mídia, mais 300% a mais que o do ano passado, valores que anulam a tentativa de economizar com a reforma administrativa. “Depois, as áreas que já tinham pouco ficaram com menos ainda”, observou Zen, citando cultura, esporte e lazer.

De seu lado, o deputado Magalhães diz que a peça orçamentária traz um velho problema agravado nos dois últimos por baixa capacidade de execução do governo. “Mesmo com a pandemia, as receitas foram compensadas com as políticas aprovadas pelo Congresso Nacional. Essa política fez com que nós tivéssemos superávit daquilo que estava projetado”, observou, alertando que a verba de mídia “está de olho em 2022” já que deu um “salto triplo saindo de R$ 4 milhões para R$16 milhões”, segundo o parlamentar.

Com a aprovação, a proposta vai para sanção do governador Gladson Cameli, que deverá assiná-la nos próximos dias.

Acre

Acre tem uma morte e 13 novos casos de Covid-19 neste sábado

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre),  registrou 13 casos de infecção por coronavírus neste sábado, 31, sendo 12 confirmados por exames RT-PCR e 1 por critério epidemiológico, fazendo com que o número de infectados salte para 87.141 nas últimas 24 horas.

Uma notificação de óbito foi registrada neste sábado, 31 de julho, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 1.799 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 238.891 notificações de contaminação pela doença, sendo que 151.708 casos foram descartados e 42 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 83.218 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 31 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

 

Continuar lendo

Cotidiano

Em entrevista, Fagner diz que Roberto Carlos já perseguiu outros artistas; veja vídeo

Publicado

em

Por

Durante entrevista ao podcast ‘Corredor 5’, o cantor e compositor Fagner, e o músico Michael Sullivan protagonizaram uma situação constrangedora ao serem perguntados sobre uma possível desavença com o cantor Roberto Carlos. Os artistas comentavam sobre a canção ‘Menina Veneno’, sucesso dos anos 80, quando o embate aconteceu.

Enquanto Michael Sullivan tentava desconversar sobre a possibilidade de Roberto Carlos ter se incomodado com o sucesso de Ritchie – intérprete da cação -, e, à época, ter tentando prejudicar o artista, Fagner discordou.

Tentando apaziguar a situação, Sullivan opinou. “Roberto não se preocupa com nada, porque ele sabe que é grande. Isso tudo é folclore. As pessoas acham que o Roberto é sucesso porque ele tem inveja das pessoas… O Roberto é sucesso porque ele tem um talento absurdo”, declarou.

Foi aí que o cantor Fagner se incomodou e saiu do estúdio, ainda durante a entrevista. “Tô indo fumar porque tá rolando muita mentira. Roberto não persegue? Tá brincando?”, disse.

Sullivan então rebateu. “Roberto se preocupa com ele dia e noite. Pode ser que ele tenha reclamado de alguém, que tá divulgando muito o fulano e não divulgando o dele. Igual o Fagner falou: ‘Tô saindo porque tu só pensa no fulano e esquece de mim’. Então qualquer artista tem isso. Agora, de puxar tapete eu não acredito jamais isso do Roberto. O Roberto é um cara que se preocupa com tudo que está acontecendo em volta dele. A música pra ele é tudo. O Roberto vive a música dia e noite. Então surgiu alguém novo, ele ficou ligado. Mas é normal”, encerrou.

video

 

Continuar lendo

Destaque 6

Acessar site pornô vai infectar meu computador com vírus?

Publicado

em

Por

Você provavelmente já ouviu alguém falar que a navegação em sites pornográficos vai encher o seu computador de vírus — e isso nasceu na boca de muito pai e mão nos anos 90 e começo dos anos 2000. Por isso, a Kaspersky, uma das maiores empresas de segurança do mundo, fez uma pesquisa para responder tudo isso não passa de um mito.

O perigo que um site pornográfico oferece para o seu computador é praticamente o mesmo perigo que qualquer outro site oferece. Essa é a conclusão resumida.

“Vamos começar pelo óbvio: sites de conteúdo adulto são extremamente populares. Relatório do SimilarWeb sugere que três entre os 20 mais visitados no mundo contém pornografia. Dois desses perdem por pouco de líderes como Facebook e YouTube, e gigantes da busca como Google e Baidu, da China. Entre Instagram e Yandex, em 14° lugar está o PornHub. Este site, aliás, publica relatórios anuais. Ficamos surpresos ao saber que em 2017 atingiu impressionantes 28,5 bilhões de acessos — mais de 81 milhões por dia!”, explica a Kaspersky.

E como esses sites ganham dinheiro? Publicidade e dinheiro por cliques. Cada propaganda exibida para um visitante e cada clique realizado nas publicidades exibidas ao lado do vídeo geram renda ao administrador do site pornográfico.

O risco da presença de um malware em link ou minerador de criptomoeda em código é baixo: primeiro que, caso um deles seja identificado, o site seria relegado ao limbo. Ninguém mais acessaria, correto? Segundo: como esses sites possuem um acesso massivo, é possível fazer um bom dinheiro por meios “legais”.

Entre os riscos, está o seguinte golpe, que é mais comum: cibercriminosos podem atacar as páginas pornográficas ou as plataformas publicitárias que hospedam banners. Dessa maneira, os visitantes são atraídos, por exemplo, para “sites de relacionamento”. Nesses sites, as vítimas são coagidas a fornecer dados confidenciais ou a baixar aplicativos falsos capazes de roubar tudo clandestinamente.

“Para resumir, os perigos encontrados em sites pornográficos não são muito diferentes daqueles no resto do ciberespaço. Isso significa que as medidas de proteção são as mesmas: instale todas as atualizações de sistemas operacionais e de navegadores prontamente e apenas de fontes oficiais, não clique em links suspeitos e não se sinta tentado por banners, e ainda utilize um software de antivirus”, notou a Kaspersky.

Continuar lendo

Acre 01

Neném e Gladson trocam farpas nas redes sociais após anúncio de realização de concurso

Publicado

em

O anúncio feito pelo governador, sobre a necessidade de realizar concursos em 2021, gerou polêmica nas redes sociais neste sábado, 31. O deputado estadual Neném Almeida (Podemos) acusou o governador de fazer politicagem, haja vista a proximidade das eleições de 2022.

Almeida considera que a atual gestão estadual segue sem nenhum planejamento sério. Segundo ele, em 2020 para responder uma exigência do Ministério da Agricultura, foi realizado o concurso para o Idaf, porém, até o momento esses concursados não tem previsão de serem convocados. “O anúncio de concurso público às vésperas do ano de eleição é uma estratégia que, além de ser politiqueira, brinca com a esperança das pessoas com falsas expectativas. Uma tática baixa que já foi tentada por gestões anteriores”, desabafou.

O parlamentar frisou que o anúncio do governo mostra que, de fato, existe deficiência no quadro de servidores da segurança e demais setores. “Qual seria o motivo para não convocar aqueles que estão no cadastro de reserva da Polícia Civil e Polícia Militar? Apenas porque o concurso foi realizado por gestões anteriores? Por que apenas agora pensou-se em realizar concurso para engenheiros e arquitetos? E o mais justo não seria primeiro honrar com o compromisso de campanha e discutir sobre a atualização salarial dessa categoria?”, argumentou.

Entretanto, a declaração do deputado não ficou sem resposta, o governador Gladson Cameli (Progressistas) resolveu responder as críticas e deixou no ar que deverá convocar os aprovados dos cadastros de reserva, mas somente os que têm amparo legal em lei. “Quem disse que não irei chamar os que fizeram concurso? Quem tem amparo legal”, ressaltou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas