Conecte-se agora

Acre pobre, cobertor curto!

Publicado

em

Pesquisa recente apontou que a economia do Acre é baseada no setor público. Ou seja, agricultura, indústria, construção civil rudimentar. A pecuária ainda rende uns trocados. O tráfico de drogas, infelizmente, alimenta milhares de famílias na capital e no interior que ainda dão graças a Deus.

O Acre é tão pobre que a bancada federal disputa quem consegue mais recursos nos corredores dos Ministérios em Brasília. Quando alguém abiscoita, estampa nas vitrines para que o povo veja a importância da missão cumprida para a próxima eleição. Uma lástima! Aviltante!

O debate sobre a reforma administrativa do governo, que prevê a extinção de cerca de 200 (alguns falam em 600) cargos comissionados, é o retrato fiel dessa realidade. É como um indivíduo em situação de rua que dorme com um cobertor curto. Quando cobre a cabeça, descobre os pés. Se não demitir, não contrata o cadastro reserva da PM.

Há uma maneira de cobrir pés e cabeças ao mesmo tempo: se encolhendo como os vermes fazem. Quem chega ao governo descobre essa triste realidade: cobrir os pés do povo, ou a cabeça dos políticos. Esse é o drama de Gladson Cameli.

“Por isso não adianta estar/ No mais alto degrau da fama/ Com a moral toda enterrada na lama”. (Clara Nunes)

. O que todo mundo quer saber é, “como vai terminar essa história”?

. Que história?

. A de 2022!

. Se Jorge Viana tivesse saído candidato a deputado federal como fez a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, a narrativa política seria outra.

. Disseste bem, Montana Jack, seria.

. O PT tem um longo e árduo caminho a percorrer.

. Nunca passou pela cabeça da deputada federal Mara Rocha deixar o ninho tucano.

. Senador Sérgio Petecão, como vai ficar a eleição do Senado?

. Não sei, em janeiro vou colocar minha mochila nas costas e visitar o Acre todo.

. Como dizia minha avó:

. Aí, tem!

. Crica dando em 1ª mão na COLUNA dele que o MDB decidiu lançar o deputado federal Flaviano Melo candidato ao Senado.

. A boca do funil está ficando estreita.

. Todas as obras construídas em ano de eleição começam agora a passar pelo teste das chuvas.

. Vê no final do inverno o que sobrou.

. Não se pode criticar o prefeito eleito Tião Bocalom, ele nem assumiu.

. Em regra, ele terá o tempo de 100 dias para mostrar a que veio.

. Alguém quer comprar a Peixes da Amazônia?

. STF esclarecendo que amantes continuam sendo as tradicionais, exaltadas na música do Roberto Carlos.

. Sem preconceito/ sem saber o que é direito/ faz as suas próprias leis.

. Por isso mesmo…as leis são outras.

. Se não arrancar dinheiro agora da besta quadrada, depois que ele morrer já o era!

. Cadê a vacina, presidente?

. Pergunta pra tua mãe!

. Bom dia!

Anúncios

Coluna do Astério

A indiferença com a morte!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Deputados não querem secretários como candidatos!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Vacina: “mim dê que eu tomo!”

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

2022, uma eleição complicada!

Publicado

em

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas