Conecte-se agora

Expectativa de poder faz Podemos deixar coligação de Socorro Neri para apoiar Bocalom

Publicado

em

O Podemos, sigla pertencente ao vereador derrotado nestas eleições, Railson Correia, que obteve 2.068 votos, ficando apenas na suplência do vereador eleito, pastor Arnaldo Barros (2.132 votos), resolveu tomar novos rumos neste segundo turno.

O grupo de Railson e de seu irmão Raimundinho de Saúde, que detém vários cargos na administração de Socorro Neri, resolveu marchar com Tião Bocalom, candidato a Prefeito que obteve mais de 87 mil votos no primeiro turno, mais que o dobro da segunda colocada do PSB, que teve apenas cerca de 40 mil..

A decisão ocorreu na última terça-feira, 17, em reunião com os candidatos vereadores que participaram do processo eleitoral e uma foto foi publicada na página do Facebook de Railson com um posicionamento. “Diante de todas as dificuldade, o momento que estamos vivendo e com o cenário da política, avaliamos como positiva a atuação do partido que teve quase 9 mil votos, manteve uma cadeira na câmara municipal com a eleição do Pastor Arnaldo Barros em Rio Branco e onde tivemos uma votação como 1º suplente, além da nossa atuação em outros municípios do estado”, disse Railson.

“Nós do Podemos Acre, um dos partidos que mais vem crescendo em Rio Branco, temos um compromisso com as pessoas dessa cidade e por isso, reunimos para decidirmos qual será nosso posicionamento nesse segundo turno da eleição para prefeito”, enfatizou Railson.

Com a saída do Podemos, Socorro contará apenas com mais 5 partidos além do seu PSB. PDT, DEM, Solidariedade, Partido Verde e PROS ainda continuam na aliança.

Bocalom, que contou no primeiro turno apenas com o apoio do PP e PSD, já tem garantido no segundo turno os apoios do MDB, PSDB, PSL, PSC e agora Podemos.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas