Conecte-se agora

Poluição segue alta em Rio Branco apesar das intensas chuvas dos últimos dias

Publicado

em

Apesar das chuvas e dos ventos, que tantos transtornos tem causado nas cidades, a concentração de material poluente compromete a qualidade do ar no Acre neste começo de novembro.

De acordo com os dados da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, no último domingo (8) a máxima concentração de material particulado ocorreu às 18h45min, com valor de 36,15 µg/m³, de acordo com o sensor instalado na Universidade Federal do Acre.

Já o sensor localizado na sede do Ministério Público, no centro da capital acreana, registrou a máxima concentração de material particulado às 17h10min do domingo, com valor de 69,85 µg/m³. Essa taxa de poluição é bem maior que o aceitável pela Organização Mundial de Saúde, que estabeleceu 25 µg/m3 para partículas de até 2,5 µm/m2, na média para 24 horas de exposição, e de 10 µg/m3 para média anual.

De acordo, com a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos a concentração média de particulados superiores a valores de 89 µg/m³ em 1-3 horas já são considerados nocivos a grupos de risco (pessoas com doenças respiratórias ou cardíacas, idoso e crianças).

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas