Conecte-se agora

Nicolau Júnior homenageia Phelipe Daou em comemoração aos 46 anos da Rede Amazônica

Publicado

em

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), participou na manhã desta sexta-feira (16) da cerimônia de comemoração aos 46 anos da Rede Amazônica. Além do parlamentar, o evento também contou com a presença do governador Gladson Cameli, da prefeita de Rio Branco, Socorro Neri e da procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues.

A Rede Amazônica é um conglomerado regional que atua nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia e Roraima em áreas como televisão, rádio e internet. Com sede em Manaus, é o maior grupo de comunicação da Região Norte, sendo afiliada da Rede Globo.

O grupo empresarial responsável pela Rede Amazônica surgiu de uma agência de propaganda, a Amazonas Publicidade, fundada em 30 de setembro de 1968. Os jornalistas Phelippe Daou e Milton de Magalhães Cordeiro se juntaram então aos empresários Joaquim Margarido e Robert Phelippe Daou para disputar a concorrência que resultou na concessão do segundo canal de televisão de Manaus.

Para o presidente da Aleac, um caso de pioneirismo que precisa ser reconhecido. “O Acre foi um Estado formado por pioneiros audaciosos que tiveram a coragem de, na fronteira mais a oeste do país, transformar essa terra em Brasil. A família rede amazônica de rádio e televisão foi uma dessas pioneiras. Inicialmente, com o grande Phelippe Daou, que com coragem e iniciativa trouxe a televisão para o Acre. Legado importante que para a nossa sorte, foi seguido pelo seu filho Phelippe Daou Júnior”, enfatizou.

O progressista frisou ainda que a atuação da Rede Amazônica fortaleceu a cidadania dos povos amazônicos. “O meu desejo é que essa empresa continue crescendo e fazendo a diferença no nosso Estado. Parabéns a todos os jornalistas, funcionários e colaboradores da Rede Amazônica, tenho muito orgulho de tudo que vocês construíram até aqui”, complementou.

Na oportunidade, Nicolau Júnior homenageou Phelipe Daou Júnior com a entrega do título de Cidadão Acreano. Para ele, uma homenagem justa e necessária. “Entrego esse título em nome dos 24 deputados estaduais, do governo do Estado e da população acreana, pelo pioneirismo e pela coragem que Phelippe Daou Júnior, seguindo os passos de seu pai, contribuiu para a construção e a evolução da comunicação e do jornalismo no Estado do Acre. Não poderia deixar de homenagear essa história tão bonita que ajudou a construir o nosso Estado de ponta a ponta. Homenagem mais que justa e merecida”, concluiu.

Acre 01

Ex-senador Jorge Viana critica troca de cores do canal, mas esquece do Estrelão do PT

Publicado

em

O ex-senador Jorge Viana (PT) compartilhou um vídeo na tarde desta sexta-feira, 3, para comentar a reforma que vem sendo feita na entrada do Parque na Maternidade, localizada no centro de Rio Branco.

No vídeo, o petista afirmou que o atual Governo de Gladson Cameli (Progressistas) vem tratando o patrimônio público como uma propaganda partidária.

“Vocês estão vendo a pintura que estão fazendo no Parque da Maternidade? Absurdo tratar um patrimônio público tão querido da população como placa de propaganda partidária. O Parque precisa, sim, de limpeza, de cuidados, segurança, amor – não de mau gosto e crime eleitoral”, afirmou.

Em seguida, o ex-governador, que foi o responsável pela idealização e a entrega do Parque, que virou um dos pontos turísticos mais importantes da capital, cobrou uma posição das instituições como o Ministério Público Estadual e Federal, MPE e MPF, acerca da reforma. A obra entregue por Jorge Viana em 2002, conta com 7 km de extensão e seu percurso passa pela parte central da cidade.

“Isso é dinheiro público jogado fora, já fizeram isso na caixa d’água pintando de azul, também na Arena e querem repetir isso de novo aqui. O Parque precisa de amor, carinho e atenção das autoridades, mas não de uma medida criminosa como essa. Espero que as autoridades tomem providências e não permitam que um patrimônio de todos nós, possa virar um instrumento eleitoral”, escreveu o petista.

O fato curioso é que em 2009, o Ministério Público Federal (MPF) recomendou ao então governador do PT, Binho Marques, sucessor de Jorge Viana, que retirasse a estrela vermelha na fuselagem do helicóptero João Donato, o “Estrelão”, em razão de uma possível apropriação do patrimônio público para promoção de político partidária.

Na época, o MPF alegou que, apesar de a bandeira do Acre conter uma estrela vermelha, a “enorme desproporção” com o tamanho da figura no helicóptero acaba por confundir o equipamento com a marca registrada do PT. O partido estava no governo do Estado, comandado por Binho Marques, e no Executivo federal.

“Esta semelhança não poderia ser realçada na publicidade governamental com fins de promoção de sua agremiação partidária à custa do erário público”, diz a nota divulgada pelo MPF à época.

Continuar lendo

Acre 01

Pintura azul em portal cria contenda no governo: “mandei pintar, mas não de azul”, diz Gladson

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) não gostou nada de saber que um dos cinco portais do Canal da Maternidade está sendo pintado nas cores azul, uma referência clara às cores do Partido Progressistas.

Ao ac24horas, Gladson afirmou que até então não sabia da nova cor que estava sendo feita sob a orientação do secretário de Infraestrutura, Cirleudo Costa. Ele revelou que sugeriu ao gestor que modernizasse a pintura no local, porém, com as cores originais. “Eu não estava sabendo disso aí não. A determinação que eu dei é que se fizesse a pintura, mas para manter, ou seja, mandei pintar, mas não de azul”, comentou.

De acordo com a assessoria do governo, o governador Gladson Cameli esteve no Ministério Público Federal (MPF) essa semana para firmar um acordo onde o governo deverá fazer um decreto, onde a identidade visual do governo deverá ser obrigada a ser seguida pela atual gestão e as próximas. O decreto está sendo feito pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e deverá ser publicado pelo governador ainda esse ano.

Após tomar conhecimento da declaração do governador, o secretário de infraestrutura do governo, Cirleudo Costa, explicou que os cinco portais do Canal da Maternidade estão passando por reforma e devem ganhar uma nova identidade visual, porém, ele negou que o azul representa um tom político, mas sim, de inclusão social. “Existe um conceito artístico, temos cinco arcos daquele, o governador havia pedido um tom de inclusão, então vamos fazer um mosaico, aquele primeiro com tons de azul vai homenagear o público autista. E vai ter outro de laranja e verde que remete a outras coisas”, declarou.

Cirleudo destacou que a obra está sendo desenvolvida por um arquiteto de carreira do governo, Mauro Patrick, que é autista. “Ele que está cuidando disso, temos que ter mais inclusão”, explicou.

Continuar lendo

Acre 01

Comissão da prefeitura vai analisar projeto do ‘Papai Noel Gay’ na próxima semana

Publicado

em

A assessoria da prefeitura de Rio Branco informou que o projeto social denominado ‘Papai Noel Gay’ e mais 159 propostas deverão ser analisados por uma comissão específica, já na próxima semana. Caso seja aprovado, a iniciativa estará apta a ser financiada pelo poder público em até R$ 15 mil.

Antes mesmo de ser analisado, a proposta já está causando polêmicas, inclusive, o deputado estadual Roberto Duarte (MDB) usou as redes sociais para criticar a iniciativa e pedir que a prefeitura não aprove o projeto de caráter social.

O projeto faz parte do edital n.º 01 do Fundo Municipal de Cultura, instituído no âmbito do Sistema Municipal de Cultura, que incentiva a cultura através da arte. Segundo o assessor de Planejamento da FGB, João Guedes Filho, neste ano de 2021 o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, aumentou o valor dos editais em 50%. No ano passado o valor era R$ 1.000.000,00 e esse ano é R$ 1.500.000,00, contribuindo ainda mais com a cultura do município. “Esse ano o prefeito deu um ‘plus’ no valor desses editais e a importância é que aumentou o número de pessoas que procurou pelo edital, gerou cultura em todos os segmentos de importância social, cultural, para um município muito grande que é Rio Branco”, disse o assessor da FGB.

De acordo com os dados, o edital recebeu 238 propostas e, desse total, 160 foram selecionadas para a segunda fase de avaliação – incluindo o ‘Papai Noel Gay’, onde as propostas vão passar por uma análise de mérito e relevância, em que uma comissão, composta por dois membros da sociedade civil, indicados pelo Conselho Municipal de Políticas Culturais, e 1 membro indicado pela gestão da FGB, vão analisar: a Contribuição Cultural Artística, o Objetivo Social do Projeto, ou seja, se o projeto contribui ou não para o desenvolvimento dos rio-branquense, e o orçamento, para verificar quais projetos serão levados adiante para serem aprovados ou não. “Essa comissão faz o mesmo trabalho só quanto ao mérito do projeto, o alcance social, a relevância e a importância do projeto para cada área. Esse processo é feito e está sendo avaliado nesse momento. Na próxima segunda-feira deve sair o resultado provisório, então só temos acesso ao alcance real do projeto e qual a finalidade, após esse projeto retornar para a gestão para gerenciar a divulgação e demais coisas”, explicou.

O projeto musical “Papai Noel Gay”, apresentado por Anderson Cassidy de Alves Montenegro, deverá ser apresentado em Rio Branco. A iniciativa foi homologada e publicada na edição do Diário Oficial da última semana pelo presidente da FGB, Pedro Aragão.

O assunto ganhou notoriedade depois de uma propaganda da empresa estatal de postagens da Noruega, a Posten, onde comemora 50 anos da descriminalização da homofobia no país. Na peça publicitária, o papai Noel beija um homem – como em alguns países o beijo gay ainda é um tema polêmico, o assunto ficou entre os trending topics (assuntos mais comentados) brasileiros nas redes sociais.

Continuar lendo

Acre 01

PF cumpre mandados de busca e apreensão contra a migração ilegal na fronteira do Acre

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 2, a Operação KHARON que investiga a promoção de migração ilegal no Acre.

No total, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal nos municípios de Assis Brasil e Brasileia, interior do Acre

A investigação teve início com a prisão em flagrante de sujeito que fazia ofertas de promoção de migração ilegal a migrantes que desejavam ingressar no Peru pela fronteira terrestre Assis Brasil/Iñapari.

Com a promessa de atravessa-los pelo rio para o Peru, o flagranteado cobrava em dólares por cada integrante que compunha o grupo de migrantes.

Instaurado o inquérito, as providências de polícia judiciária apontam para a existência de uma possível associação criminosa para promoção de migração ilegal na região da tríplice fronteira Brasil – Peru – Bolívia.

O nome da operação faz referência a Caronte, barqueiro de Hades, na mitologia grega, que fazia a travessia sobre as águas do rio Estige e Aqueronte.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas