Conecte-se agora

Universidade Federal do Acre divulga resultado referente ao auxílio de inclusão

Publicado

em

A Universidade Federal do Acre (Ufac), por meio da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PROAES), tornou público nesta segunda-feira, 07, a lista dos estudantes aptos a entregar a documentação relativa ao programa auxílio inclusão digital.

O auxílio de R$ 1,3 mil é destinado para aquisição de equipamento: computador de mesa, notebook, tablet ou chromebook.

Os acadêmicos deverão anexar a documentação necessária a partir desta terça-feira, 08, às 08 horas até às 23 horas 59 minutos do dia 09 de setembro de 2020 pelo link: https://sistemas2.ufac.br/bolsas_proaes/.

Das 2300 bolsas, 1800 bolsas são destinadas para os alunos do Campus Rio Branco e 500 para alunos do Campus de Cruzeiro do Sul.

De acordo com o edital, a universidade vai fornecer chips com franquia de serviços de dados móveis. Os pacotes de dados (conectividade e chip), serão ofertados pelo projeto “Alunos Conectados” do Ministério da Educação (MEC) pelo período de novembro até o término do período letivo especial.

Para acessar a lista, clique aqui. 

Anúncios

Cotidiano

Indígenas e mulheres receberam da Conab mais de 3 mil cestas de alimentos em 2020

Publicado

em

Mais de 2,9 mil cestas de alimentos foram destinadas a famílias indígenas que vivem no estado. Outras 600 unidades foram destinadas a mulheres acreanas em vulnerabilidade social e vítimas de violência. Com isso, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apoiou a doação de mais de 3 mil cestas no ano passado, totalizando a entrega de 73,8 toneladas de alimentos.

As cestas foram doadas a beneficiários dos municípios de Cruzeiro do Sul, Feijó, Tarauacá, Manoel Urbano e, além da capital do estado, Rio Branco. Para os indígenas as entregas foram realizadas pela Fundação Nacional do Índio (Funai), já as mulheres a doação foi de responsabilidade da Diretoria de Política para Mulheres/Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Política para Mulheres (SEASDHM).

Além da distribuição das cestas, a Conab apoiou a comercialização de 311,6 t de produtos de 258 famílias de agricultores familiares. A partir da execução do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), os alimentos foram entregues a rede socioassistencial no Acre e atendeu cerca de 28,2 mil pessoas em situação de insegurança alimentar, em diversas localidades do estado.

Participaram do Programa com projetos os municípios de Rio Branco, Brasiléia, Cruzeiro do Sul, Tarauacá, Rodrigues Alves, Epitaciolândia e Bujari. Entre os produtos cultivados houve destaque para a raiz de mandioca, banana, alface, rúcula, melancia, couve, abóbora, mamão e maxixe.

Venda de milho – Outra frente de atuação da Companhia é o Programa de Vendas em Balcão. Em 2020, a estatal comercializou mais de 1,3 mil toneladas de milho pelo programa, atendendo a 474 criadores de 13 municípios. Para o primeiro trimestre deste ano, há 665 toneladas de milho em estoque.

Os extrativistas também contaram com o auxílio da Companhia. No Acre, foram pagos aproximadamente R$ 269 mil para 303 produtores de 12 municípios no âmbito da Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio). O valor pago por meia da subvenção garantiu que os extrativistas de borracha natural comercializassem o produto pelo preço mínimo estabelecido pelo governo federal.

De acordo com a Gerência de Imprensa da Conab, as políticas públicas e programas de apoio implementados pela companhia contribuíram para atenuar os efeitos decorrentes do enfrentamento à pandemia de COVID-19 que atingiu, entre outros grupos, as populações tradicionais em situação de vulnerabilidade.

Continuar lendo

Cotidiano

Abertas inscrições para contratação de professores e consultoria em cursos EaD

Publicado

em

O Instituto de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec/Dom Moacyr), abriu quatro vagas para contratação de mediadores para prestação de consultoria individual em cursos de Formação Inicial e Continuada (FICs) da instituição. As inscrições já estão abertas e estendem-se até o próximo dia 22 de janeiro.

As vagas são destinadas a engenheiros agrônomos, engenheiros florestais e profissionais com formação superior nas áreas de Floresta e Manejo Sustentável. Todos deverão ter experiência no âmbito da docência.

Os profissionais atuarão nos cursos FICs de Agricultura Familiar, Cooperativismo Rural, Empreendedorismo Rural e Projetos Florestais. As aulas serão ministradas na modalidade de Educação a Distância (EaD).

“A seleção e recrutamento dos profissionais serão realizados mediante análise curricular. “Assim, os interessados devem nos encaminhar um e-mail com seu currículo anexado em arquivo com formato em PDF”, explica o presidente do Ieptec, Francineudo Costa.

Os currículos devem ser encaminhados exclusivamente no endereço eletrônico processoseletivo.ieptec@gmail.com.

O Ieptec é órgão responsável pela formulação e implementação de políticas públicas e do Plano Estadual de Educação Profissional do Estado do Acre. A oferta das vagas se deu mediante as prerrogativas do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Acre (PDSA – Fase II).

Continuar lendo

Cotidiano

Anac flexibiliza regras para transporte de vacinas pelas companhias aéreas

Publicado

em

As empresas aéreas vão poder transportar doses de vacinas refrigeradas com gelo seco na cabine de passageiros de aviões. A autorização foi concedida pela Agência Nacional de Aviação Civil, a Anac. No entanto, o transporte só vai ocorrer se não houver passageiros no voo.

O regulamento brasileiro de aviação civil considera o gelo seco uma substância perigosa e, por isso, apresenta restrições para o transporte do material na cabine de passageiros. Com a nova norma, apenas tripulantes e outras pessoas que sejam importantes na detecção e combate a incêndios poderão estar a bordo do avião.

Segundo a Anac, a medida antecipa a esperada demanda para o transporte aéreo nacional e internacional de grandes volumes de vacinas, que farão parte do Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19.

Continuar lendo

Cotidiano

Região Norte registra menor indicador de Intenção de Consumo das Famílias

Publicado

em

A Região Norte apresentou o menor indicador na Intenção de Consumo das Famílias (ICF), com 66,2 pontos em janeiro de 2021. O motivo, de acordo o Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, estaria associado ao aumento do número de casos e óbitos ocasionados pelo Covid-19, situação que deve mudar nos próximos meses com as campanhas de vacinação.

A ICF é medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e cresceu pela quinta vez seguida em todo o Brasil neste primeiro mês do ano, subindo 73,6 pontos. Contudo, mesmo com as altas, o indicador registrou o pior desempenho para um mês de janeiro desde o início da série histórica, em 2010. Além disso, no comparativo anual, houve recuo de 24,2% – a décima retração consecutiva nesta base comparativa. A ICF está abaixo do nível de satisfação (100 pontos) desde abril de 2015.

Egídio Garó, assessor da Fecomércio, explicou que a pesquisa apontou a composição favorável dos indicadores mensais, como emprego atual, perspectiva profissional, renda atual, acesso ao crédito, nível e perspectivas de consumo da família e momento para duráveis. “Em todo o País, os indicadores apontaram para um aumento na intenção de consumo das famílias, atingindo um patamar de 73,6 pontos, numa escala até 100 pontos maior do que o observado no mês de maio de 2020.

Os índices regionais, por sua vez, demonstram essa intenção considerando todos os Estados que compõem os blocos. “A Região Norte teve, entre todas as demais regiões, o menor indicador, atingindo 66,2 pontos, apresentando-se menor do que o observado no mês de dezembro, com um recuo de -3,2%. Com relação ao emprego atual, os indicadores recuaram em -3,5%, acumulando um indicador de -27,6%, indicando que os habitantes da região norte ainda estão desconfiados quanto à manutenção de seu emprego. O mesmo acontece com a perspectiva profissional, variando neste mês -0,7 % e acumulando um recuo de -22,8 %, indicando insegurança quanto às possibilidades profissionais para os próximos períodos”, explicou o consultor.

Em relação à renda mensal, a Região Norte apresentou resultados insatisfatórios com um indicador de 59,3 pontos, diminuindo 5,3% com relação ao mês anterior. “Tanto o acesso ao crédito quanto o nível de consumo atual indicaram negativamente, apontando que os consumidores não estão dispostos a compras nos próximos meses, mesmo com as facilidades do acesso ao crédito. Além disso, em toda a região [Norte] não há intenção de consumo para os bens duráveis, como geladeiras, fogões e outros itens”, enfatizou Garó.

Egídio explicou ainda que é importante que o segmento de comércio de bens esteja atento à intenção de consumo numa escala macro. “Para, então, definir suas estratégias de preço, marketing, logística, estoques e utilização da oferta de crédito”, finalizou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas