Conecte-se agora

No SBT, Bruno e Cabrini batem boca sobre Eliza, retorno ao futebol, prisão e ressocialização

Publicado

em

O programa “Conexão Repórter”, exibido no SBT, irá transmitir nesta segunda-feira, 7, a entrevista do goleiro Bruno Fernandes, reforço do Estrelão, que virou um dos assuntos mais comentados não só na sociedade acreana como também no país inteiro nos últimos meses. O programa, apresentado por Roberto Cabrini, vai ao ar às 21h15m, após o programa do Ratinho.

Em agosto, Cabrini veio ao Acre para cobrir a estreia de Bruno pelo Rio Branco. Ao tentar uma entrevista no pós-jogo, o jornalista literalmente ficou no vácuo após abordar o goleiro, que preferiu cumprimentar seus colegas pelo resultado da equipe.

A entrevista deverá trazer à tona a história de Eliza, a modelo com quem o goleiro se envolveu e teve um filho, que até hoje ele não reconhece. “Em um encontro tenso, ele quer evitar falar do passado. Mas como esquecer de sua condenação a mais de 20 anos de prisão por planejamento e participação no sequestro e assassinato de Eliza Samúdio? Confrontado com as mais duras questões, o goleiro Bruno quer focar no futuro, e falar sobre os detalhes de sua sexta tentativa de voltar aos gramados, agora no futebol do Acre”, afirmou Cabrini.

Cabrini revela que a entrevista teve de tudo um pouco: “ajuste de contas, confrontos…Que erros ele cometeu? A quem deve pedidos de perdão? Ele se arrepende de algo? E uma única certeza, afirmada com convicção: prisão, nunca mais”.

A entrevista também deverá abordar os problemas os quais o Rio Branco, que o contratou, teve de enfrentar após o anúncio da
contratação do ex-goleiro do Flamengo, como as saídas do principal patrocinador e da treinadora do time feminino Rose Costa, que deixou o clube em protesto.

Anúncios

Cotidiano

Dívidas do Fundo de Investimento da Amazônia podem ser renegociadas a partir de hoje (20)

Publicado

em

Empreendedores do Norte e Nordeste acabam de ser contemplados pelo governo federal. A partir desta quarta-feira, 20, empresas dessas regiões já podem renegociar suas dívidas com os Fundos de Investimento da Amazônia (Finam) e do Nordeste (Finor), administrados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). O prazo para renegociação dos débitos vai até 18 de dezembro.

“Essas são dívidas de décadas, muitas vezes impagáveis. Ao longo dos anos, as regras para a tomada do crédito e para o pagamento desses empréstimos foram alteradas, mas as correções não foram feitas. Com essa medida, estamos beneficiando milhares de empresas e possibilitando a criação de milhões de empregos no País. Nosso trabalho é facilitar a vida de quem produz e é isso o que estamos fazendo”, destaca o presidente da República, Jair Bolsonaro.

A negociação permite a quitação das debêntures com descontos que podem chegar a até 70% do valor total do débito no caso de quitação, com a possibilidade de exclusão de encargos e de juros de mora por inadimplência.

Outra possibilidade é a extensão do pagamento em até sete anos, incluídos dois anos de carência. Em qualquer caso, será estabelecida uma nova base de cálculo de indexação da dívida, aproximando a realidade desses fundos ao praticado no mercado. A renegociação deve ser feita diretamente com a instituição financeira – Banco do Nordeste (Finor) e Banco da Amazônia (Finam).

“Por esse montante ser muito elevado, a execução judicial dos débitos tem sido muito lenta e ineficiente. Ou seja, os fundos não conseguem reaver os recursos e os empreendedores se mantêm endividados e com pouca capacidade de investir em novos negócios e postos de trabalho”, afirma o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. “Nossa meta é atender mais de 1,7 mil empresas e renegociar entre R$ 1,5 bilhão e R$ 5 bilhões, com retorno para os fundos de R$ 400 milhões a R$ 1 bilhão”, informa.

Assessoria

Continuar lendo

Cotidiano

Lista de convocados na primeira chamada do Prouni 2021 já está disponível

Publicado

em

Saiu a lista dos candidatos aprovados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos, o Prouni, para 2021. Os selecionados têm até o dia 27 de janeiro para comprovar as informações prestadas na inscrição.

Neste ano, o programa ofereceu um total de 162 mil bolsas. São 13 mil cursos em mais de mil instituições de ensino em todo o Brasil. De acordo com dados do Ministério da Educação (MEC), só na modalidade a distância foram ofertadas quase 53 mil bolsas.

Para ter acesso à bolsa integral do Prouni, o estudante precisa comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário-mínimo por pessoa. Já para a bolsa parcial, o requisito é até três salários-mínimos por pessoa.

Ainda segundo o MEC, é necessário que o interessado também tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa, não entrando no limite de renda exigido dos demais candidatos.

Outro requisito é ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, e ter alcançado, no mínimo, 450 pontos na prova e não ter zerado a redação. Nessa edição, os interessados serão avaliados excepcionalmente de acordo com a nota do Enem 2019, já que a prova de 2020 foi adiada em razão da pandemia.

A lista com os convocados está disponível em prouniportal.mec.gov.br. O resultado da segunda chamada será divulgado no dia 1º de fevereiro.

Acesse a lista aqui.

Continuar lendo

Cotidiano

Saúde informa que não faz ligações e não envia SMS para cadastro de vacinação da Covid-19

Publicado

em

Segundo o Ministério da Saúde trata-se de um golpe, com objetivo de clonar aplicativos de mensagens. O Ministério informa que não faz agendamento para vacinação, não solicita dados pessoais e nem envia qualquer tipo de código para os cidadãos.

Caso receba ligação ou mensagem de texto tratando sobre agendamento ou solicitação de dados pessoais, a orientação do Ministério da Saúde é não passar nenhum tipo de informação e denunciar às autoridades competentes.

A primeira fase da vacinação contra a Covid-19 já começou em grande parte do País. No entanto, apenas grupos prioritários serão imunizados, inicialmente, como profissionais da saúde, idosos em casas de repouso e população indígena. A recomendação do Ministério da Saúde é que a população em geral não procure os postos de saúde para vacinar contra a Covid-19, nesse momento.

O governo do Acre e nem as prefeituras do estado também fazem qualquer tipo de agendamento para vacinação.

Continuar lendo

Cotidiano

Casal que “guardava” 23 kg de maconha de facção em casa é preso no Calafate

Publicado

em

Uma ação dos policiais militares da Força Tática do 1° e 2 Batalhão com o apoio da ROTAM, resultou na de prisão de um casal e na apreensão de 23 kg de maconha na noite desta terça-feira, 19, em uma residência localizada na rua Cabo Frio, no bairro Calafate, em Rio Branco.

A guarnição policial estava fazendo um patrulhamento de rotina na região, quando recebeu uma denúncia de que em uma casa tinha muita droga escondida da organização criminosa Comando Vermelho. Três guarnições policiais se deslocaram até o local, fizeram um cerco na residência e encontraram o casal. Durante uma revista na casa, dentro de um quarto, encontraram os 23 kg de maconha.

Diante dos fatos foi dada a ordem prisão e o casal foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas