Conecte-se agora

Organização educacional disponibiliza 400 bolsas de estudo integrais; veja como participar

Publicado

em

Vagas contemplam estudantes do ensino médio 

Estudantes de baixa renda e alto potencial acadêmico matriculados no 9º ano da rede pública serão contemplados pela Cogna com 400 bolsas de estudos integrais, que proporcionam o acesso à educação de qualidade. Além da isenção nas mensalidades, os alunos recebem gratuitamente materiais didáticos e mentoria.

O programa, criado há três anos, já beneficiou quase 400 jovens. Valentina Cruz, bolsista do Colégio Anglo, foi contemplada na edição anterior do Programa do Ensino Médio da Cogna. A estudante conta que, por sair de um colégio público para particular, pensou que não fosse se adaptar ao ensino e ao ambiente. 

Contudo, a realidade foi diferente. “O pessoal da escola foi muito receptivo. A diretora, coordenadora e alunos foram super acolhedores. A oportunidade abriu um mundo para mim. Então, vale muito a pena esse programa porque é verdadeiro”, elogia a estudante. 

As bolsas de estudo estão disponíveis para 128 escolas distribuídas em 95 cidades de 20 estados brasileiros. Os jovens selecionados nesta edição cursarão, a partir de 2021, os três anos do Ensino Médio com bolsa vigente até o fim do ensino básico.

“O Ensino Médio é uma etapa crucial na formação pessoal e escolar do aluno. É gratificante ajudar a aumentar a chance de ingresso desses jovens no ensino superior. Sabemos que apoiá-los nessa jornada acadêmica é um incentivo para que consigam ir mais longe”, destaca Camilla Veiga, diretora de impacto social da Cogna.

Inscrições

As inscrições ficam abertas até dia 09 de setembro no site https://www.institutosomos.org/. Quem se interessar pode acessar o site para preencher a ficha de inscrição e o questionário socioeconômico. 

O processo de seleção compreende três etapas eliminatórias: prova e entrevista realizadas on-line; entrevistas on-line com voluntários e psicopedagogos e visita à escola e entrevista presencial com beneficiado e seus responsáveis.

Requisitos

 -Estar no 9º ano do Ensino Fundamental em escola pública. 

-Ter alto potencial acadêmico, comprovado por boletim.

-Ter renda familiar per capita de até dois salários-mínimos.

Sobre a Cogna Educação

Com mais de 50 anos de tradição, a Cogna Educação é uma companhia brasileira e uma das principais organizações educacionais do mundo. Formada pelas instituições Kroton, Platos, Saber e Vasta Educação / Somos Educação, a holding tem atividades e programas sociais que geram um impacto de mais de R$ 520 milhões à sociedade, ajudando a transformar as comunidades onde está inserida.

Bolsas de estudo para todas as séries

Independentemente da série ou modalidade de ensino, seja educação básica, ensino superior, curso técnico ou de idiomas, é possível estudar com bolsas disponibilizadas pelo Educa Mais Brasil. O programa de inclusão educacional tem parceria com instituições de ensino em todo o país.

Para ter acesso a uma das bolsas do Educa não é necessário comprovar renda, nem ter feito o Enem. As matrículas podem ser feitas em qualquer período do ano. Basta acessar o site do Educa Mais Brasil e consultar as bolsas disponíveis na sua região para se inscrever. 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Na rede

Forças de Segurança transportam provas do ENEM para cidades isoladas do Juruá

Publicado

em

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) para os candidatos que residem nas cidades isoladas do Juruá já estão nas sedes dos municípios.

Na manhã desta sexta-feira,15, o CIOPAER transportou, via helicóptero, para Porto Walter e Marechal Taumaturgo os malotes contendo as provas. A remessa veio escoltada pela Polícia Militar de Rio Branco até Cruzeiro do Sul, que também recebeu os testes para os candidatos.

A segurança das provas do ENEM no Acre está sob a responsabilidade das Forças de Segurança Pública do Estado do Acre. Uma equipe da Polícia Militar saiu de Rio Branco escoltando as provas que foram deixadas em Sena Madureira, Manoel Urbano, Feijó e Tarauacá, cidades que ficam no eixo da BR-364. A remessa final ficou em Cruzeiro do Sul e foi levada também para as cidades isoladas.

A expectativa é de que mais de 40 mil acreanos façam as provas do Enem que acontecem nos próximos dois domingos consecutivos, dias 17 e 24 de janeiro.

Continuar lendo

Cotidiano

Indígenas e mulheres receberam da Conab mais de 3 mil cestas de alimentos em 2020

Publicado

em

Mais de 2,9 mil cestas de alimentos foram destinadas a famílias indígenas que vivem no estado. Outras 600 unidades foram destinadas a mulheres acreanas em vulnerabilidade social e vítimas de violência. Com isso, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apoiou a doação de mais de 3 mil cestas no ano passado, totalizando a entrega de 73,8 toneladas de alimentos.

As cestas foram doadas a beneficiários dos municípios de Cruzeiro do Sul, Feijó, Tarauacá, Manoel Urbano e, além da capital do estado, Rio Branco. Para os indígenas as entregas foram realizadas pela Fundação Nacional do Índio (Funai), já as mulheres a doação foi de responsabilidade da Diretoria de Política para Mulheres/Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Política para Mulheres (SEASDHM).

Além da distribuição das cestas, a Conab apoiou a comercialização de 311,6 t de produtos de 258 famílias de agricultores familiares. A partir da execução do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), os alimentos foram entregues a rede socioassistencial no Acre e atendeu cerca de 28,2 mil pessoas em situação de insegurança alimentar, em diversas localidades do estado.

Participaram do Programa com projetos os municípios de Rio Branco, Brasiléia, Cruzeiro do Sul, Tarauacá, Rodrigues Alves, Epitaciolândia e Bujari. Entre os produtos cultivados houve destaque para a raiz de mandioca, banana, alface, rúcula, melancia, couve, abóbora, mamão e maxixe.

Venda de milho – Outra frente de atuação da Companhia é o Programa de Vendas em Balcão. Em 2020, a estatal comercializou mais de 1,3 mil toneladas de milho pelo programa, atendendo a 474 criadores de 13 municípios. Para o primeiro trimestre deste ano, há 665 toneladas de milho em estoque.

Os extrativistas também contaram com o auxílio da Companhia. No Acre, foram pagos aproximadamente R$ 269 mil para 303 produtores de 12 municípios no âmbito da Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio). O valor pago por meia da subvenção garantiu que os extrativistas de borracha natural comercializassem o produto pelo preço mínimo estabelecido pelo governo federal.

De acordo com a Gerência de Imprensa da Conab, as políticas públicas e programas de apoio implementados pela companhia contribuíram para atenuar os efeitos decorrentes do enfrentamento à pandemia de COVID-19 que atingiu, entre outros grupos, as populações tradicionais em situação de vulnerabilidade.

Continuar lendo

Acre

Acre não sofre risco de desabastecimento de oxigênio

Publicado

em

Com a situação de colapso na saúde pública no vizinho estado do Amazonas, onde pacientes internados em hospitais estão morrendo por falta de oxigênio, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) se pronunciou sobre a situação no Acre.

O governo afirma que diferentemente da triste realidade do Amazonas, em decorrência da falta de oxigênio para o abastecimento dos hospitais, o Acre não possui risco de desabastecimento do insumo. Além de estarem devidamente abastecidas, as principais unidades de Saúde do Estado, que fazem atendimento de pacientes acometidos pela Covid-19, contam com sistemas de geradores de gases autônomos, ou seja, o oxigênio é gerado na própria unidade.

“Nossas principais unidades hospitalares possuem usinas de produção de oxigênio, e também dispomos de cilindros que são utilizados para o transporte de pacientes e enviados para as demais unidades. E graças ao empenho do nosso governador estamos devidamente abastecidos”, enfatiza o secretário de Saúde, Alysson Bestene.

Além do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Acre (Into-AC), a Fundação Hospital do Acre (Fundhacre), o Pronto-Socorro de Rio Branco, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do 2° Distrito, maternidade Bárbara Heliodora, Hospital Regional de Brasileia, Hospital Ary Rodrigues, em Senador Guiomard, Hospital Regional do Juruá e Hospital da Mulher e da Criança do Juruá, possuem usinas próprias de geração de oxigênio. As unidades menores são atendidas com oxigênio em cilindros, mas o consumo também está dentro do planejado.

“Possuímos duas usinas, uma que atende o Into e outra para o Hospital de Campanha de Rio Branco. Os cilindros são utilizados apenas para backup e transporte de pacientes”, conta a gerente do Into-AC, Lorena Seguel.

De acordo com o responsável pelo gerenciamento do insumo no Departamento Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (Dafi), o engenheiro Eduardo kispergher, “a Sesacre não compra cilindros. Eles são fornecidos em comodato juntamente com o gás. Entretanto, em 2020, foram adquiridos 50 cilindros pequenos para transporte de pacientes, o que promoveu uma melhor distribuição para atender a demanda dentro das unidades”.

Com informações da Agência de Notícias do Acre.

Continuar lendo

Cidades

Prefeitura de Epitaciolândia firma parcerias com o Exército contra a dengue

Publicado

em

Reunião entre o prefeito Sérgio Lopes e representantes do 4º Batalhão de Infantaria de Selva, do Exército Brasileiro, realizada nesta quarta-feira, 14, teve na pauta parcerias que o município mantém com a força armada.

Uma das parcerias se refere ao combate à dengue. A prefeitura contará com o apoio dos militares nas campanhas de combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor da doença que nesse início de ano vem causando grandes preocupações.

Outra parceria firmada diz respeito à segurança patrimonial. Como já vem ocorrendo, o Exército continuará disponibilizando o seu pátio para que veículos do município, como ônibus escolares, sejam guardados a fim de evitar danos ou ações de vandalismo.

Para o prefeito Sérgio Lopes, essas parcerias são fundamentais, pois ajudam o município, principalmente com relação ao contingente humano em relação às campanhas de combate a endemias, como é o caso da dengue.

“O Exército Brasileiro tem sido um grande parceiro e da mesma forma a prefeitura também estará à disposição caso seja necessário, por isso, quero em nome da população agradecer aos representantes do EB pela parceria firmada”, disse Lopes.

Com informações da Assessoria de Comunicação da prefeitura de Epitaciolândia.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas