Conecte-se agora

Receitas caseiras aumentam a imunidade? Especialista explica; confira

Publicado

em

Fake News envolvendo receitas milagrosas colocam a saúde em risco

Nesta segunda-feira (31) celebra-se o Dia do Nutricionista. Neste ano, a categoria enfrenta o desafio de conscientizar a população sobre os malefícios das receitas divulgadas na internet como boas para a imunidade contra o novo coronavírus.

Diversas poções “mágicas” são compartilhadas, diariamente, na internet e nos aplicativos de mensagem instantânea como se fossem capazes de aumentar a imunidade ou, ainda, curar o indivíduo da Covid-19. Contudo, é preciso haver cautela e discernimento para entender que não existe substância capaz de deixar alguém protegido do novo coronavírus.

A nutricionista e professora Ana Paula Goulart explica que nenhuma preparação ou combinação de infusões será capaz de curar a Covid-19 ou, até mesmo, aumentar nossa imunidade. “O que vai deixar o vírus se expressar mais ou menos tempo será o sistema imunológico da pessoa, e esse sistema fica fortalecido com várias práticas saudáveis ao longo do dia (consumo de pelo menos 4 porções de vegetais/hortaliças, 3 porções de frutas, boa ingestão de água, sono adequado durante a noite, manejo do estresse, dentre outros), ou seja, é um conjunto de fatores que favorecem um estilo de vida mais saudável e não uma poção milagrosa”, afirma a profissional.

Receitas como uísque + mel; chá de limão + bicarbonato de sódio e infusão de alho + água quente são algumas das receitas compartilhadas na internet como se fossem boas para aumentar a imunidade. Porém, Ana Paula alerta que além de não trazer benefícios, essa prática de combinações pode colocar a saúde da pessoa em risco. 

Até os aparentemente inofensivos chás podem prejudicar o organismo quando ingeridos sem moderação, podendo gerar pedra no rim, osteoporose, ansiedade, taquicardia e aumento da pressão arterial, por exemplo. “Cada planta confere um efeito no corpo e a bebida precisa seguir uma dosagem e um modo de ser preparada, além de levar em consideração a doença que a pessoa já tenha ou época de vida que esteja. Se a bebida vier com mistura de ervas pode gerar efeitos contrários ao esperado”, explica a nutricionista.

Também não adianta correr para as farmácias em busca de vitaminas sem conversar com um especialista. A suplementação é válida, porém demanda acompanhamento de um nutricionista, já que existem diversas formas de suplementos e somente o profissional da área poderá indicar qual é a necessidade do seu organismo com base em resultados de exames. 

“Além dele avaliar o consumo alimentar da pessoa, ele (o nutricionista) vai direcionar o tipo de suplemento, a dosagem, o horário a ser consumido, prezando pela melhor absorção e evitando competição entre os nutrientes”, pontua Goulart.

A profissional destaca que não existe alimento isolado capaz de aumentar o sistema imunológico do ser humano. Entretanto, dentre as vitaminas mais específicas para esta finalidade, pode-se citar:

 – Vitamina C, que previne contra infecções virais e respiratórias; 

– Vitamina K, que acelera a cicatrização diminuindo o número de intervenções cirúrgicas e tempo hospitalar; 

– Vitamina B9, que ajuda a formar as células de defesa.

Em relação aos minerais, a nutricionista enfatiza o zinco, o cobre, o ferro e o selênio, que atuam nas enzimas antioxidantes ajudando a manter a integridade das células.

Recebi Fake News: o que fazer?

Quem tem perfil ativo na internet e em aplicativos de mensagens, em algum momento vai receber uma receitinha milagrosa encaminhada por um amigo do amigo do primo do amigo. Ciente de que não existe receita capaz de curar a Covid-19, tampouco aumentar a imunidade de forma isolada, é preciso ter bom senso e não repassar a informação.

Caso necessite de ajuda para melhorar a imunidade do seu organismo, recomenda-se procurar um profissional de Nutrição que irá avaliar quais vitaminas o indivíduo necessita. Afinal, organismos diferentes sugerem necessidades distintas e o uso indiscriminado de vitaminas e suplementos pode trazer consequências ruins ao invés de ajudar.

Até o momento, o que previne o contágio por coronavírus é uso correto da máscara facial e higienização das mãos. Na dúvida sobre o assunto, o meio oficial que deve ser consultado é o site do Ministério da Saúde

Fonte: Brenda Chérolet – Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Acre 01

Gladson fará ato no Palácio para convocar cadastro de reserva do concurso da PM

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

O governador Gladson Cameli vai autorizar a convocação dos 500 candidatos aprovados no cadastro de reserva da Polícia Militar do Acre do ano de 2017. O ato será realizado no Palácio Rio Branco na manhã desta sexta-feira, 26, e deverá ser publicado na edição da próxima segunda-feira, 1, do Diário Oficial do Estado. O governador recebeu uma comissão dos candidatos em seu escritório na tarde de hoje e garantiu a convocação.

A convocação dos candidatos da PM foi uma das promessas de campanha do governador Gladson Cameli. Em novembro do ano passado, os candidatos acamparam em frente a Assembleia Legislativa em protesto pela convocação. Eles passaram uma semana concentrados no centro de Rio Branco até que Gladson foi até o encontro deles e garantiu que o convocariam no mês de fevereiro de 2021.

Continuar lendo

Cotidiano

Secretária de Educação de Bocalom testa positivo para a Covid-19

Publicado

em

A professora universitária e atual secretária municipal de Educação, Nabiha Bestene, testou positivo para a Covid-19. As informações foram compartilhadas pelo jornalista Altino Machado em suas redes sociais na tarde desta quinta-feira (25).

De acordo com informações, Nabiha se encontra bem e não precisou de internação em Unidade Hospitalar. A secretária é irmã do deputado estadual José Bestene (Progressistas).

No início do ano, a secretária anunciou a volta às aulas para cerca de 1.800 estudantes do 5º ano da rede municipal de ensino, mas depois da repercussão devido ao aumento no número de casos da covid-19, Nabiha aconselhou o prefeito Tião Bocalom (Progressistas) a recuar da ideia, que logo depois acatou.

Continuar lendo

Acre

Locutor de rádio é mais uma vítima da Covid-19 em Xapuri

Publicado

em

Diego José Ferraz Nogueira, de 39 anos, morreu na tarde desta quinta-feira, 25, no Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into/Ac), onde estava sendo tratado há cerca de uma semana.

Ele foi transferido, inicialmente, de Xapuri para o Hospital Regional de Brasiléia, de onde seguiu para a capital acreana após seu quadro de saúde se agravar de maneira muito rápida.

Atuando há pouco menos de um ano nas rádios Aldeia FM e Educadora AM de Xapuri como operador de áudio, Diego ousou e se tornou uma das revelações na locução das emissoras.

Apresentava, desde outubro do ano passado, o programa romântico Love Night, que em pouco tempo se tornou um dos mais ouvidos nas duas rádios, que funcionam com programação casada.

“Diego veio para a rádio sem saber nada de sonoplastia, mas aprendeu tudo muito rápido. Era um cara sem limites para aprender e adorava desafios”, diz Harley Cardoso, diretor das emissoras.

Cardoso informou ainda que os transmissores das duas rádios serão desligados às 18 horas desta quinta-feira em manifestação de pesar pelo falecimento do funcionário.

Há três dias, a médica Luciana Nogueira, irmã do locutor, relatou em sua página no Facebook o drama que a família vinha passando diante da gravidade do quadro de saúde dele.

“Meu coração está sangrando. Em momento nenhum pensei em passar por algo assim. Dia de clamar ao Senhor por um milagre. Olhar para o meu irmão, segurar o peito dele, e dizer: respira”, exclamou.

A morte de Diego Ferraz, filho de uma das famílias mais tradicionais de Xapuri, tem grande repercussão nas redes sociais, com inúmeras mensagens de pesar e solidariedade.

Esse é o 23º óbito de pacientes de Covid-19 residentes em Xapuri desde a chegada da pandemia. O município acumula, desde o dia 27 de abril do ano passado, 2.569 casos da doença.

Continuar lendo

Cotidiano

Último repasse do FPM de fevereiro cai nesta sexta na conta dos municípios do Acre

Publicado

em

Os municípios do Acre recebem nesta sexta-feira (26) R$15.189.370,01 referente ao terceiro e último repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) deste mês de fevereiro.

O montante – calculado com o desconto do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e a inflação – representa queda de 10,72% quando comparado ao mesmo período do ano passado.

Em valores brutos (incluindo o Fundeb), o montante partilhado entre os entes locais chega a R $2,6 bilhões. Do total repassado para todos os Municípios, os de coeficientes 0,6 que representam a maioria das cidades (2.447 ou 43,95%) irão receber R$ 525, 5 milhões, ou seja, 19,70% do que será transferido. Já os Municípios de coeficientes 4,0 (168 ou 3,02%) partilharão R $351, 3 milhões (13,17% do total repassado). Vale ressaltar que cidades de mesmo coeficiente podem receber valores diferenciados em razão da sazonalidade do Fundo.

O levantamento feito pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) com base em dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) indica oscilação nos repasses do FPM até fevereiro deste ano em relação ao mesmo período de 2020. Nesse cenário, houve crescimento de 14,13%.

O FPM – bem como a maioria das receitas de transferências do País – não apresenta distribuição uniforme ao longo do ano e costuma ter dois ciclos distintos: no primeiro semestre são registrados os repasses com os valores mais altos e tendência de diminuição significativa entre julho e outubro.

Continuar lendo
OAB - ACRE

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas