Conecte-se agora

Um desafio fora do poder 

Publicado

em

A eleição para a prefeitura da capital será a primeira a ser enfrentada pelo PT, depois da fragorosa derrota da última disputa, quando perdeu o governo depois de 20 anos de mando, não elegeu um deputado federal e ainda ficou sem o único senador do seu quadro. A derrota vem junto com o dissabor. Os partidos que integravam a chamada Frente Popular, uma aliança fisiológica montada em troca de cargos no governo, se dissolveu, e seus dirigentes pularam em sua quase maioria para o barco vencedor. Nenhum dos chamados “cardeais” do partido aceitou disputar a prefeitura de Rio Branco. O PT vai nesta eleição com o seu melhor quadro da nova safra petista, o deputado Daniel Zen (PT) – foto – com experiência em administração pública, e com o desafio de tentar levar o seu partido para a disputa na ponta, sem os milhares de cargos de confiança. O PT sempre teve um eleitorado cativo na capital, mas isso foi quando estava no poder. A eleição para a PMRB será uma vitrine para mostrar que o PT não afundou de vez ao perder o poder, mas isso não estará ao alcance de suas lideranças, mas no eleitorado. Não sei qual será o discurso do PT, mas por certo não será o do dualismo do só presta quem está do meu lado, não estando não presta. Tem que vir com um novo discurso, no mínimo mostrando o que considera como conquista. Fica difícil se saber até que ponto a rejeição petista registrada na última eleição continua. Estamos perto de saber: as urnas dirão. E, caberá ao candidato Daniel Zen (PT) a missão de mostrar que o PT ainda continua vivo.

APENAS INDÍCIOS

Não se pode traçar um panorama confiável sobre as candidaturas a prefeito de Rio Branco sem as campanhas estarem nas ruas. O máximo que se pode dizer é que três dos candidatos dos partidos grandes vêm ficando no chamado “empate técnico.” E um quarto não muito afastado.

NÃO QUER DIZER NADA

Mas neste momento inicial em que muita gente não sabe ainda nem quais serão os candidatos a prefeito, o indício de algumas candidaturas se descolando conforme as pesquisas, não quer dizer nada, porque retrata um momento. Quem tem café no bule se vê é na campanha.

PREPARAR PARA O PIOR

A justiça eleitoral tem que se preparar para o combate ás Fake News, que devem ser usadas pelos que costumam jogar baixo nas redes sociais para destruir a reputação de adversários. A campanha nem começou e o pérfido instrumento já está sendo usado contra pré-candidatos.

POUCOS FLANCOS

Os adversários da prefeita Socorro Neri não terão muitas bandeiras para lhe atacar. Saiu-se bem na pandemia e não há um ato desabonador na sua gestão. Pelo que já se viu até aqui, o foco das cobranças serão os bairros, onde nenhum prefeito consegue atingir os 100%.

COMPROMISSO ASSUMIDO

O deputado Nicolau Junior (PROGRESSISTAS), depois de todo o imbróglio, teve uma conversa com o governador Gladson Cameli e, este lhe garantiu que, vai estar com o candidato a prefeito Zequinha (PROGRESSISTAS). Nicolau está convicto que ele e o Gladson estarão no mesmo lado.

NÃO ME PERGUNTEM

Mas ninguém me pergunte o que acho, se o governador Gladson vai ficar com o grupo do deputado Nicolau Junior (PROGRESSISTAS) ou com o grupo do ex-prefeito Vagner Sales (MDB), que, sinceramente, não saberia responder. Se fosse na Loteca, eu marcaria triplo no cartão.

APOIO OFICIAL

Quem vai hoje selar hoje em Cruzeiro do Sul a aliança com a candidatura do Zequinha (PROGRESSISTAS) a prefeito é o PCdoB do deputado Edvaldo Magalhães. A coligação terá uma média de 105 candidatos a vereadores nas ruas, que para a cidade é um verdadeiro exército.

ERRO DE AMADOR

Para um profissional da política como o senador Márcio Bittar (MDB), não é aceitável fazer movimentos políticos na emoção. A primeira coisa a ter feito antes de tentar levar o Gladson a apoiar o MDB em Cruzeiro, seria conversar com o deputado Nicolau Junior (PROGRESSISTAS), mas não fez. Resultado, e o que era para comemorar, acabou numa grande trapalhada.

NINGUÉM IMAGINAVA

O que chama a atenção neste processo todo é que não estava no scripit o deputado Nicolau Junior (PROGRESSISTAS) conseguir com habilidade montar uma engenharia política, que levou o ex-deputado federal Henrique Afonso (PSD) a aceitar ser vice do Zequinha (PROGRESSISTAS).

CAMINHO NATURAL

Disparei ontem uma ligação para uma figura expressiva do PT, e perguntei como o partido, sem candidato a prefeito em Cruzeiro do Sul, se comportaria no cenário. Resposta: “Luis Carlos, não há nada oficial, de concreto é que o PT não somará com o grupo do Vagner”.

CONTINUA MUITO FORTE

Claro que agora foi criado novo cenário de disputa que não estava nas contas do MDB, mas ainda assim a candidatura do Fagner Sales (MDB) a prefeito de Cruzeiro continua muito forte.

TERCEIRO NOME

Um terceiro nome que está na disputa da prefeitura de Cruzeiro do Sul é o do sargento Adonis Sousa (PSL), que nas pesquisas ficou além da expectativa para uma candidatura alternativa.

DECISÃO PESSOAL

A decisão do ex-deputado federal Henrique Afonso (PSD) aceitar ser vice do Zequinha (PROGRESSISTAS) a prefeito de Cruzeiro do Sul foi pessoal. O senador Petecão só avalizou.

NADA CONFORTÁVEL

Pelos números que tenho visto o prefeito de Epitaciolândia, Tião Flores (PROGRESSISTAS), terá que dar urgente um choque de gestão e conseguir uma empatia com a população. Tem a vantagem de estar no poder, mas só isso não é garantia de reeleição. Tem adversários fortes.

NÃO SERÁ MAMATA

O prefeito Tião Flores é um político experiente e sabe que, nesta campanha de reeleição terá, pela qualidade dos adversários, mais dificuldades do que teve quando ganhou a prefeitura.

MAIS ATIVOS

Entre os candidatos dos partidos nanicos a prefeito de Rio Branco os que estão mais ativos nas redes sociais são o Jamil Asfury (PSC), e o Jarbas Soster (AVANTE).  Se conseguirem chegar ao teto para participarem dos debates na televisão, eles vão engrossar o caldo. Verbalizam bem.

PAREM DE DELIRAR

Parem de delirar e de espalhar notícias sem nenhum fundamento, como a que correu esta semana, de que a candidatura do Tião Bocalom (PROGRESSISTAS) à PMRB seria retirada. Não tem volta, vão ter que se acostumar que para derrotar o Bocalon terão que ir às urnas.

VIAJANDO NA MAIONESE

Em tempo de campanha costumam aparecer boatos ao estilo viajando na maionese.

BANCA JURÍDICA

Em tempos de redes sociais urge que cada candidato a prefeito tenha uma boa banca jurídica, para acionar na justiça eleitoral e na PF, todos os que partirem para a agressão pessoal e divulgem fatos falsos para prejudicar adversários. Não existe nada melhor que buscar a justiça.

 NADA QUE SEJA SURPRESA

O DEM do deputado federal Alan Rick e o SOLIDARIEDADE da deputada federal Vanda Milani, tendem a vir a declarar apoio para a candidatura da prefeita Socorro Neri. Nada que possa ser considerado como uma surpresa. Ambos devem atender um pedido do governador Gladson.

CAMINHANDO PARA UNIÃO

As conversas políticas em Tarauacá caminham no sentido que se tenha uma chapa formada por Abdias da Farmácia (DEM) para prefeito e Janaína Furtado (PROGRESSISTAS) como vice. A se concretizar a aliança, ficará uma dupla muito competitiva. Abdias é uma grande surpresa.

VOTOS PULVERIZADOS

O BLOG tem informação de ser remota a chance de uma unidade da oposição para disputar a prefeitura de Feijó. A pulverização dos votos pode favorecer o prefeito Kiefer (PROGRESSISTAS).

PROPAGANDA ANTECIPADA

Muitos candidatos a vereadores já estão fazendo uma campanha antecipada nas redes sociais, o que pode levar até o impedimento de candidaturas. Até aqui o MPE tem ficado impassível.

JOGANDO NA POPULARIDADE

O presidente Bolsonaro é mais esperto politicamente do que pensam os seus adversários. Com o novo programa “Renda Brasil”, a ser lançado, o atendimento às famílias de baixa renda pulará dos atuais 13,7 milhões para 23 milhões. Implodirá o nicho onde o PT sempre foi forte.

PESQUISAS MOSTRAM

As pesquisas mostram seu crescimento nos redutos petistas do nordeste, onde Lula imperou.

PASSOU DO PONTO

Quando o Lula declara que não será mais candidato e que o PT poderá apoiar um nome de outro partido à presidência, é porque prefere sair da vida pública sem uma derrota para a presidência, o que não seria difícl de ocorrer. A política vive de ciclos, e o do PT é em baixa.

NÃO APOSTO NADA

Muito embora o Gladson Cameli diga sempre que será candidato à reeleição, fico sempre com um pé atrás, e não me causaria nenhuma admiração se vier a optar por disputar o Senado.

SEMPRE CABREIRO

Quando vejo o radicalismo de alguns pastores evangélicos, fico cabreiro. Aí está a Flordelis.

O TEMPO PASSA, O TEMPO VOA

Dia 31 é a abertura do período para as convenções municipais, que se estenderá até 16 de setembro. O tempo passa, o tempo voa, e o MDB não consegue formar uma aliança encorpada, para dar um plus na candidatura do deputado Roberto Duarte (MDB) á PMRB.

FICOU NO PTB

O MDB só conseguiu até hoje uma aliança com o PTB, um partido que não tem força eleitoral na capital. O MDB continua sonhando com a vinda do REPUBLICANOS, até aqui sem sucesso.

PADRE CONFESSOR

O ex-deputado federal João Correia (MDB), pelo que se vê nas redes sociais, virou uma espécie de “Padre Confessor” dos pré-candidatos a vereadores do seu partido, que estão indo em romaria ao seu gabinete se aconselhar. JC é um quadro político dos mais preparados do MDB.

UMA POSSIBILIDADE

Na visão do vice-governador Major Rocha, se o caldo da candidatura do Fagner Sales (MDB) afinar durante a campanha, não duvida que o Vagner Sales lance a deputada federal Jéssica Sales (MDB) em sua substituição. Na política, passei do tempo de duvidar dos fatos novos.

CONVERSA ADIADA

A conversa final entre o governador Gladson Cameli e o vice-governador Major Rocha mais uma vez foi adiada. Rocha quer esta conversa urgente para definir se rompe ou não a aliança com o Gladson. A relação entre ambos, não adianta esconder, está mais do que azeda.

FRASE MARCANTE

“Não é triste mudar de ideia. Triste é não ter ideia para mudar.” Barão de Itararé.

Anúncios

Blog do Crica

A situação fugiu do controle

Publicado

em

CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTO, diz o velho ditado. Este anúncio feito pelo Ministério da Saúde de aumentar a cota de profissionais de medicina formados no exterior para servirem durante o período da pandemia, no estado, é uma reivindicação massiva que vem sendo feita pelo deputado federal Alan Rick (DEM),  desde as discussões sobre o embrião do programa “Mais Médicos” do governo federal.

 Num momento em que se vê a classe médica em atuação nos hospitais do Acre, com sobrecarga de atendimento dos contaminados pela Covid, é uma notícia a comemorar, porque de fato a pandemia está tomando proporções incontroláveis, com falta de leitos, de UTIs, de médicos, uma situação de pré-colapso do sistema de saúde estadual. Nas últimas 24 horas o Acre registrou mais de 10 mortes e 425 casos de Covid-19. O quadro é grave, muito grave.

 O argumento de que os médicos formados no exterior não têm conhecimento da patologia da Covid é frágil, porque poderiam ser submetidos a um treinamento sobre os protocolos usados durante o tratamento. E, quando a pandemia se iniciou, os médicos em atuação foram aprendendo como combater a Covid, que era uma doença nova. Estamos numa fase excepcional, e estas contratações não seriam definitivas, e não vedariam que depois cada um desses médicos procurasse fazer o Revalida para pegar o CRM. 

Não dá mais para ficar contemplando o quadro se agravar sem tomar uma providência. Cruzar os braços não resolverá o problema. Salvar vidas é a prioridade.

CAMINHO DO TRUMP

O EX-PRESIDENTE TRUMP vinha com boa popularidade, tinha melhorado a economia dos EUA, aumentou a oferta de empregos, mas com a sua posição negacionista de não levar a sério o combate ao Covid, que resultou num recorde de mortes, fez desabar sua popularidade. Tudo que ocorreu com o Trump, não é mera coincidência com que está acontecendo no Brasil com o Bolsonaro.

ESTÁ TUDO E NÃO ESTÁ PROSA

NÃO É BRINCADEIRA, não senhor! O Roxinho virou agora uma das mais altas autoridades da área ambiental do estado. Meio-Ambiente, agora é com o Roxinho, viu?

ISSO FICA PARA O SIBÁ, MÁRCIO!

NÃO ADIANTA o senador Márcio Bittar (MDB) querer competir com o ex-deputado federal Sibá Machado (PT), no quesito “Teoria da Conspiração”, que vai perder. O Sibá via a CIA por trás das prisões dos petistas ilustres, o Márcio que o Dória está mandando os haitianos para o Acre, para toldar a imagem do governo federal. Eu, tenho outra visão: acho que os haitianos no Acre é coisa de marcianos camuflados por estas bandas. Quem sabe, né?

NÃO DUVIDO DE NADA

UM AMIGO EXPERIENTE NA POLÍTICA, perguntou-me ontem se duvidava de uma configuração com o Gladson Cameli saindo para o Senado, o vice-governador Major Rocha indo para o TCE, e o deputado Nicolau Júnior (PP), assumindo o governo por um ano. Aprendi a não duvidar de nada na política, mesmo nas situações mais absurdas.

CABEÇA MISTERIOSA

O GOVERNADOR Gladson tem reiterado que disputará a reeleição, mas a cabeça do político é misteriosa, é terra onde ninguém anda. Por isso, prefiro aguardar 2022.

PÊSAMES

OS PÊSAMES DA COLUNA às famílias Bestene, Fecury, do Pastor Rodson, do Beto, do Doca, pela perda de entes queridos, e que sejam recebidos com muita luz no outro plano.

MALUCOS DO NEGACIONISMO

O QUE ME DEIXA perplexo não é tanto a ação dos negacionistas da ciência contra a vacinação, contra usar máscaras, porque o que vier destes malucos é normal, mas sim ver que esta turma ainda tem seguidores.

CADA DOIDO, COM A SUA MANIA

É, como diz o velho ditado: cada louco, com a sua mania.

NÃO AGLOMERA?

NÃO CONVENCE, é dois pesos e uma medida para combater a Covid. As igrejas aglomeram até mais que um comércio. Ou fecha para todo mundo, ou abre para todo mundo. Viu, senhores do chamado “Comitê do Covid”!

QUERIAM QUE APLAUDISSE?

A pauleira come solta no deputado federal Léo de Brito (PT), quando detona a política do presidente Bolsonaro. O seu papel é de oposição, e assim tem de ser entendido.

DEPUTADO FEDERAL

NÃO SERÁ SURPRESA se o deputado Jenilson Lopes (PSB) emplacar uma disputa de vaga de deputado federal, na eleição do próximo ano. Trabalha para além da ALEAC.

PSB SONHANDO ACORDADO

HÁ quem sonhe no PSB pela reativação da aliança municipal com Socorro Neri (PSB) de vice numa eventual chapa do Gladson à reeleição; mas esqueçam, é outro cenário. Esta chapa implicaria numa briga do Gladson com o senador Márcio Bittar (MDB). O PSB está fora.

CAPITAL POLÍTICO

COM a boa votação que teve na última eleição, com a sua boa gestão na PMRB, a ex-prefeita Socorro Neri se cacifou para, se quiser, disputar uma vaga na ALEAC, em 2022.

NÃO HAVIA COMO NÃO PEGAR

PRESENTE em todas as fases da pandemia, era quase impossível com as suas viagens ao interior; à Brasília, o governador Gladson não contrair o Covid. Agora é se recuperar para voltar inteiro, a guerra não acabou.

ACERTOU A MÃO

NESTA sua segunda passagem pela SESACRE, o secretário Alysson Bestene vem dando uma aula de gestão na condução de ações de combate da pandemia. O Gladson acertou a mão em lhe reconduzir ao cargo. A questão é que os casos da Covid se tornaram mais céleres.

LÍNGUAS DIFERENTES

OS GOVERNADORES e o governo federal falam línguas diferentes. Os governadores são pela vacinação em massa, e o governo federal não é entusiasta da ideia.

FRASE LAPIDAR

“Quer ser rico? Procura, então, diminuir tua cobiça.” Epicuro. 

MORAL PARA COBRAR

A deputada federal Jéssica Sales (MDB) tem moral para pedir votos para a sua reeleição na eleição do próximo ano, no Juruá; ninguém mais que ela, destinou recursos das suas emendas parlamentares para aquela região.

PRANTO DA IMPOTÊNCIA

O CHORO do deputado Jonas Lima (PT) na última sessão da ALEAC, foi o sentimento de quem se sente impotente em ver a cada dia, mais mortes pela Covid, e sem nada puder fazer. O seu sentimento, é o de todos os sensatos.

PETECÃO, INCONSOLÁVEL!

O SENADOR SÉRGIO PETECÃO (PSD) está inconsolável, em uma semana perdeu dois dos seus mais antigos seguidores linha de frente, o motorista Doca e o Beto. A letalidade do Covid parece que ficou ainda mais potente.

PERDERAM A HUMANIDADE

E, os terraplanistas, os negacionistas da ciência, continuam a fazer pouco caso do vírus, nem as mortes, a dor das famílias, consegue colocar humanidade em seus corações. Para onde é que vai a humanidade, meu Deus!

FILA DA MORTE

O MÉDICO Rodney Brito prestou um bom serviço quando escancarou a real situação da saúde em Cruzeiro do Sul, onde se adota uma seletividade de pacientes, sobre quem deve ou não deve ser atendido. O governo não pode varrer uma situação como esta para baixo do tapete.

AVANÇAR MAIS

COM A CHEGADA de mais um lote de vacinas, a secretaria municipal de Saúde poderá baixar ainda mais o teto da idade para imunização, que está hoje aos 73 anos.

FRASE MARCANTE

“Se perderes a crença, nada mais podes perder”. Pubilius Syrus

Continuar lendo

Blog do Crica

Relembrando a boa política

Publicado

em

COSTUMO sempre colocar em evidência políticos que marcaram as suas passagens pelos mandatos com honra. Um nome que marcou a história política do Acre foi o ex-senador Jorge Kalume. 

Podia-se não concordar com a sua defesa e salamaleques aos governos militares, mas este era um contexto do momento, e era o lado que escolheu. Mas o que pontua a sua trajetória foi ser um administrador de mãos limpas, austero com os gastos quando esteve à frente do Executivo. 

No convívio, Kalume era um bonachão, mas se fechava quando era para dar entrevistas, raramente falava aos jornalistas. Estive entre os poucos que quebrou esta barreira. Quando prefeito de Rio Branco, para fazer a doação de um milheiro de tijolos para uma entidade, antes mandava um pedido de autorização aos vereadores. Foi duro no combate aos seus opositores, mas tinha o mesmo tratamento por parte da oposição. 

Não concordava com suas ideias centrais sobre a política, fui um dos seus ferozes críticos muitas vezes, mas isso não me permite deixar de reconhecer ser um político honrado. A oposição lhe atacava sob a acusação de ser truculento, de perseguir os que não rezavam pela sua cartilha ideológica, mas não conheço um ataque feito por malversação dos recursos públicos. Por isso, é que faço hoje este registro, num tempo de tantos escândalos.

NÃO VIREI JACARÉ

LOUVADO, seja Deus! Tomei ontem a primeira dose da vacina Oxford, me sinto um privilegiado em meio a tantas mortes pelo Covid. Aos parvos da ciência: não virei jacaré.

SENTIMENTO ZERO

1020 mortos, 58 mil casos de contaminação pelo Covid, mais 174 casos confirmados ontem, e os negacionistas da ciência continuam se opondo a medidas de preservação da vida. Ninguém leva um centavo furado quando morre.

TUDO MUITO LAMENTÁVEL

É TUDO muito lamentável, e pode ficar pior, afinal, quem deveria puxar o combate contra a pandemia, como o governo federal, nunca levou esta questão a sério.

PENA QUE NÃO OCORRA NO BRASIL

QUANDO SE VÊ um presidente dos EUA, como o Biden, colocando como principal prioridade do seu governo a vacinação em massa, é de se lamentar que o governo federal não tenha este mesmo sentimento pela vida.

DISCUSSÃO IDIOTA

A DISCUSSÃO mais idiota que se vê nesta pandemia é quando se critica o negacionismo do presidente Bolsonaro, surgir a tolice que ser contra é coisa de comunista e petista. Como se banaliza tanto a vida?

NO SEU DEVIDO LUGAR

O SENADOR Márcio Bittar (MDB) apenas assinou a PEC que restabelece o auxílio emergencial, a ideia não é da sua autoria. Vamos colocar as coisas no seu devido lugar.

DISCUSSÃO ECONÔMICA

A MEDIDA passou por uma discussão com os presidentes da Câmara, do Senado, pela equipe econômica, e o Bolsonaro decidiu. A decisão não tem um único pai.

NÃO TENHO PROBLEMA

TENHO FEITO várias críticas ao começo bagunçado da gestão do prefeito Tião Bocalom, mas não tenho problema algum em registrar os acertos; como o dele, participar do consórcio de prefeitos, para a compra de vacinas.

NADA MAIS IMPORTANTE

NADA É MAIS IMPORTANTE neste momento de explosão do Covid, que a imunização da população contra o vírus.

NÃO DEVERIAM SE VACINAR

OS QUE SÃO CONTRA a vacina, contra o uso de máscaras, contra as medidas protetivas para combater o Covid, não deveriam se vacinar. É tudo muito simples, muito simples.

NÃO HÁ NEM CLIMA

O SENADOR Petecão (PSD), o governador Gladson Cameli, o vice-governador Major Rocha, estão cobertos de razão em desativar a disputa de 2022, não há clima político para a discussão com tantas mortes e falta de vacina.

DEBATE PARA 2022

A DISCUSSÃO sobre candidaturas ao Governo e Senado só tende a ser ativada a partir de março de 2022, quando a vacinação deverá diminuir o impacto da pandemia.

MUITO PREMATURO

TUDO O QUE SE FALAR agora sobre qual será o cenário da disputa do Governo e Senado no grupo que elegeu o Gladson Cameli; é prematuro, tem de se saber primeiro quais serão as chapas, se haverá unidade ou não.

FLUINDO SEM PROBLEMAS

A VACINAÇÃO fluiu ontem sem problemas nos postos de atendimento da PMRB. Tudo bem organizado e célere.

VONTADE DE NÃO ABRIR

TENHO EVITADO ir ao facebook, pois, quando se abre a página se depara com um verdadeiro obituário de amigos, conhecidos, e outros, uma ciranda de mortes.

APOSTA TEMERÁRIA

VÃO APOSTANDO que o Jorge Viana (PT) é carta fora do baralho para o Senado, no próximo ano, vão apostando. O JV é um nome com votos fora dos muros petistas.

PERDEU PORQUE DIVIDIU

O JORGE só não se reelegeu pela empáfia do PT em lançar dois nomes ao Senado, cada eleição é uma eleição. Não meçam nunca uma nova eleição pela eleição anterior.

PONTO A FAVOR

O NOVO líder do governo, Pedro Longo (PV), tem um ponto ao seu favor: não é extremista, mas do diálogo. Isso é importante para quem vai falar pelo governo.

PARA QUEM TEM MUITO

250 reais pode ser pouco para quem tem muito, por isso, não me coloco entre os críticos do valor do benefício.

NOMES QUE SE DESTACAM

EMERSON JARUDE (MDB), Michele Melo (PSB), Lene Petecão (PSD), são nomes que começam a se destacar nesta nova composição da Câmara Municipal da capital.

NÃO É PARA SE CALAR

QUANDO alguém ganha um mandato popular, não é para se calar, para ficar balançando a cabeça com amém e sim senhor, mas para cobrar ação de quem está no poder.

NÃO MENTIU

QUANDO DISPAROU contra o fato de defender praticamente só a gestão do Gladson, como líder do governo na Assembleia, o deputado Gerlen Diniz (PP) não mentiu. Não há unidade na base governista na tribuna.

UM FATO A SE REGISTRAR

MAS também há de se registrar que a oposição tem na ALEAC uma bancada qualificada como Daniel Zen (PT), Edvaldo Magalhães (PCdoB) e o Jenilson Lopes (PSB), carne de pescoço para qualquer líder de governo.

ESPAÇO SE CONQUISTA

E, se a oposição teve um espaço generoso na imprensa foi pelo fato de ter levantado na ALEAC, temas polêmicos e relevantes, e que diziam respeito ao interesse popular. 

ALAN RICK

PENSAMENTOS positivos para que se recupere da Covid.

MUITO FORTES

Deputados que devem disputar a reeleição como muito competitivos, pela região do Juruá: Jonas Lima (PT), Luiz Gonzaga (PSDB), Nicolau Junior (PP) e Antonia Sales (MDB). Os quatro, com bases eleitorais muito sólidas.

NÃO FICOU OMISSA

A DEPUTADA FEDERAL Perpétua Almeida (PCdoB), registre-se, não ficou omissa nesta pandemia.

ATO DE GRANDEZA

O ex-senador Jorge Viana (PT) e o Gladson Cameli são adversários políticos duros, por isso, foi um ato de grandeza do JV, a nota emitida pela saúde do governador, contaminado pelo Covid. Este não é momento de política.

FRASE MARCANTE

“Não fales agressivamente, ainda que tal se pareça necessário, pois a violência tem sempre argumentos traiçoeiros”. Paiva Dantas.

Continuar lendo

Blog do Crica

Um salto no escuro de olhos vendados

Publicado

em

O COMITÊ DO COVID-19, deu um salto perigoso no escuro, com olhos vendados, ao dar o famoso jeitinho brasileiro ao liberar o comércio não essencial, na fase mais aguda de contaminações e mortes, para atender os negacionistas da ciência, que colocam seus lucros acima da vida. 

O que mais chama atenção é que, na sua composição existem médicos, inclusive, infectologista que sempre esteve na linha de frente contra o liberou geral. Lembra uma piada de português, a promessa feita pelo grupo negacionista, de que vai colaborar para não haver aglomeração em seus estabelecimentos. 

Uma coisa é certa, se com a nova medida de abertura da porteira aumentarem os casos de contaminações e de mortes, a cobrança não será feita aos dirigentes empresariais, mas sim ao Comitê, que tomou a medida considerada como temerária. 

O Acre está indo na contramão do que está ocorrendo em outros estados, onde acontecem fechamentos. E, mesmo o nosso estado estando numa fase de pré-colapso do seu sistema de saúde. As vagas de UTIs estão quase zeradas, faltam leitos, os médicos estão sobrecarregados e o Comitê faz cara de paisagem para a gravidade do momento. Espero que eu esteja completamente equivocado, e o Comitê esteja certo, e que o quadro não venha a se agravar. 

Aguardemos os próximos 15 dias. Em saúde pública não se pode fazer concessões, porque as vidas é que estão em jogo.

ALGUÉM DÁ UMA EXPLICAÇÃO?

NINGUÉM ENTENDEU a medida do lockdown decretado pelo comitê nos finais de semana. O vírus só é transmissível sábado e domingo, nos demais dias é inócuo? Perguntar, não ofende!

CASA DE NOCA

O BRASIL VIROU CASA DE NOCA, onde todo mundo grita, ninguém escuta e a comida queima. Só este ano é o 5º aumento do preço da gasolina e diesel, e colado vem o do gás de cozinha. Na gestão pública, não há lugar para a fanfarronice. Adiantou a valentia contra a Petrobrás?

DESAFIO NOVO

QUALIFICAÇÃO, não falta ao deputado Pedro Longo (PV), para ser o líder do governo na ALEAC. Mas é um desafio novo e complicado. Este ano não terá muito debate com a oposição devido a pandemia, mas para o ano é pauleira.

ENTRAVE PRINCIPAL

O PRINCIPAL NÓ do novo líder Pedro Longo (PV) vai além do enfrentamento que terá com a oposição, será fazer com que, a base do governo atue unida nos debates.

A CAMINHO DO PP

O DEPUTADO PEDRO LONGO (PV) está de cuias e malas prontas para desembarcar do PV, seu destino será o PP.

BAIXAR DE FAIXA

A ATITUDE LÓGICA foi tomada pelo secretário municipal de Saúde, Frank Lima, de baixar a faixa etária de vacinação para 73 anos hoje, devido à pouca procura ontem pelo grupo de 74 anos. A fila tem de andar.

QUESTÃO DE TEMPO

O SECRETÁRIO Frank Lima, que biso ser um moço esforçado, é fazer o feijão com arroz, que a sua gestão dará certo, a fase é ainda de adequação ao cargo.

PEDIDO DA ILZAMAR

A NOMEAÇÃO pelo prefeito Bocalon do Sandino Mendes, filho do Chico Mendes, para um cargo na secretaria de Agricultura da PMRB, atende a um pedido da mulher do Chico, Ilzamar Mendes, e é o pagamento de um favor.

REMONTA À CAMPANHA DO SERRA

QUANDO o José Serra (PSDB) foi candidato contra o Lula, o Bocalon foi o interlocutor para que a Ilzamar Mendes gravasse um vídeo de apoio ao Serra. Favor político se paga com outro favor. Não vejo nada demais no ato.

TORCENDO PELA RECUPERAÇÃO

O MOMENTO é de que todos torçam, independente da ideologia, pela recuperação do governador Gladson, contaminado pela Covid. É uma questão humanitária.

GIGANTE NA LUTA

O GLADSON TEM SIDO um gigante na luta contra o Covid.

FAKE NEWS

COSTUMA-SE ler nas redes sociais que o STF proibiu o governo federal de tomar medidas na pandemia e delegou poderes só aos estados e municípios. Fake News! Apenas deu liberdade a prefeitos e governadores, mas não tirou a responsabilidade do governo federal.

SALVAÇÃO DA LAVOURA

E A DECISÃO do STF foi a salvação da lavoura. Se tudo ficasse na espera da decisão do governo federal, que é negacionista da ciência, por certo o número de mortes no país seria dez vezes maior. Não há nem dúvida.

O FERIADO DO COVID

NINGUÉM entendeu a decretação de lockdown sós no sábado e domingo. Quer dizer que o vírus só contamina nos fins de semana, e nos demais dias é inócuo?

ESQUEÇAM A DISCUSSÃO

O GRUPO que esteve no palanque do Gladson na sua eleição, está travando uma discussão do sexo dos anjos para o Senado. Só vai ter sentido o debate quando se souber quais as chapas para o governo. Antes disso é só exercício de ilação.

FASE PRETA

O SECRETÁRIO de Saúde, Alysson Bestene, está em Brasília representando o Gladson no fórum de governadores. Busca mais vacinas e apoio do Ministério da Saúde. Disse ontem ao BLOG DO CRICA que, se na próxima segunda-feira o quadro da Covid se agravar, a tendência é fechar tudo e o estado ir para a faixa preta.

NEM AÍ

NÃO ADIANTA esperar pela consciência da população, porque o que mais se vê nas ruas são pessoas aglomeradas e sem máscaras, e não serão os empresários que mudarão este panorama, porque o caso é de educação.

SABER PRIMEIRO

O SENADOR Sérgio Petecão (PSD) será ou não candidato ao governo no próximo ano? E, é preciso se saber isso, porque se ele e o Gladson forem candidatos serão duas vagas para candidaturas; a terceira, por certo, será do PT.

CABEÇA DE BURRO

PARECE que há uma cabeça de burro enterrada na ponte sobre o Rio Madeira, o tempo avança e não é inaugurada.

COMO EXISTE O SOL

NA CABEÇA os assessores diretos do Gladson Cameli há uma única certeza para 2022, a de que se se o senador Sérgio Petecão (PSD) for disputar o governo no próximo ano, será apoiado pelo prefeito Tião Bocalom.

FRASE MARCANTE

“A esperança é necessária ao coração como o sol à existência das flores”. Garcia da Cunha Matos

Continuar lendo

Blog do Crica

Um exemplo para a política

Publicado

em

POLÍTICO, na atualidade, virou sinônimo de descrédito, de bandalheira, e em todas as pesquisas de opinião pública, o parlamento sempre aparece na rabeira da lista como um dos setores menos confiáveis. Faço o preâmbulo, para comentar que, também existem figuras que passaram por prefeituras, governos, casas legislativas, e que são um bom exemplo para as novas gerações. 

É o caso da ex-governadora Iolanda Lima, de origem humilde, saída das barrancas de Manuel Urbano, que foi vereadora, deputada estadual, prefeita de Rio Branco em exercício, e por fim, governadora do estado. Ao longo da sua trajetória não se conhece dela um deslize, algo que possa ser apontado como uma transgressão à legalidade. Instalou a primeira Delegacia da Mulher, construiu o Teatrão, e defendeu sempre as correntes menos favorecidas durante a sua gestão. 

Iolanda quebrou um ciclo na política acreana de que a mulher não podia ascender ao comando do Executivo. Foi uma guerra contra o machismo para ser guindada à vice-governadora, na chapa do então candidato ao governo Nabor Júnior. Sua história sempre foi de oposição à ARENA, integrou o PTB, e depois militou no MDB, junto com o deputado Geraldo Fleming (MDB), com quem foi casada. 

Iolanda Lima não deixou só o exemplo de uma gestora honrada, mas também a bandeira de que não há fronteiras para as mulheres. Iolanda, foi a primeira mulher a acabar com o “Clube do Bolinha” na política estadual, onde só os homens tinham o direito de comandar o Acre. Entrou limpa e saiu limpa do governo. Merece ser lembrada.

MALUCOS E MALUCAS DO NEGACIONISMO

O ACRE registrou ontem 10 mortes por Covid e mais de 600 novos casos de contaminações. E 933 exames aguardando análise para confirmação do vírus. E, malucos e malucas negacionistas da ciência ainda defendem a abertura total do comércio. Isso sim, é uma insanidade!

ARGUMENTOS TOSCOS

OS ARGUMENTOS dos negacionistas são os mais toscos, é de que um hotel fechou, comércios fecharam, houve demissões, mas não falam na preservação de vidas. A economia se recupera, vidas perdidas, estas, jamais!

PANO PARA AS MANGAS

BASTA observar que, os que mais defendem a abertura geral do comércio numa pandemia crescente, são os que pode contratar um jatinho com UTI a 150 mil reais o frete, e irem se tratar em São Paulo, se pegarem o Covid.

É PRECISO SABEDORIA

O GOVERNADOR Gladson Cameli, que até aqui se mostrou um gigante no combate ao Covid, atue com sabedoria ante às pressões para liberar tudo, como se nada estivesse acontecendo. Pode perder todo o capital que acumulou na pandemia, se Rio Branco virar Manaus.

NÃO ESTAMOS NUMA DITADURA

É FALSA como uma nota de 300 reais, a ameaça do presidente Bolsonaro de que não repassará o auxílio emergencial aos estados que adotarem o fechamento de comércios. Não tem este poder, somos uma federação, e não estamos numa ditadura. Arroubo negacionista.

NÃO ENTRO NA MANADA

NO SEGUNDO TURNO, para não votar no PT, votei no Bolsonaro, não escondo. Mas não é por isso que vou lhe seguir nesta sua escalada negacionista da ciência, contra a vacina, contra usar máscaras, como uma manada que segue o boi sinaleiro. São duas situações bem distintas.

PREVALECEU O BOM SENSO

A ENXURRADA de críticas contra a bagunça que foi o primeiro dia de vacinação, tocou no bom senso do secretário de Saúde, Frank Lima, a vacinação de ontem, com a instalação de novos postos, fluiu sem problemas.

ASSIM QUE SE CONSERTA

NENHUM GESTOR tem que ficar bicudo com críticas da imprensa, porque quando são construtivas, colaboram para consertar o erro. Não existe democracia sem crítica.

QUANDO SE PENSA ESTAR TUDO BEM…….

E, QUANDO SE PENSA que, os ventos amainaram pelos lados da PMRB, numa entrevista ao jornalista Itaan Arruda, na TV-GAZETA, o prefeito Tião Bocalom desancou críticas injustas aos agentes comunitários de saúde, e ganhou de mimo uma Nota de Repúdio da categoria.

DEVERIA REMANEJAR

CASO NÃO HAJA o comparecimento esperado amanhã nos postos de vacinação da PMRB, a lógica coerente é que, baixe o teto para outra faixa etária. E, ande a fila.

NÃO ESTÁ PARADO

O PT não está parado, as suas lideranças, sob o comando do ex-governador Jorge Viana, se articulam em conversas nos bastidores, visando a eleição majoritária de 2022.

NÃO REPETIR A ARROGÂNCIA

NÃO QUEREM repetir a arrogância da última eleição estadual, quando montaram uma chapa incompleta para deputado federal, e não elegeram ninguém do partido.

ATO DE AMOR

O PREFEITO Bocalom, antes do mandato, sempre se dedicou a cuidar da mulher, que tem uma doença degenerativa, e vive numa UTI fora do estado. Continuar as visitas é humanitário, e um ato de amor. Não crítico.

CENTRADAS SEMPRE NA GESTÃO

AS CRÍTICAS que venha a fazer serão sempre centradas na gestão e não na figura do gestor; e de apontar erros não abro mão, porque é um ato inerente à minha profissão.

CAIU NA REAL

O SENADOR Márcio Bittar (MDB) caiu na real ao retirar da PEC Emergencial, o fim do teto de gastos com a Saúde e a Educação, já que era um absurdo, um crime, acabar com estas garantias.

NEM AO CÉU E NEM À TERRA

A PANDEMIA do Covid-19 foi uma tacada nos neurônios dos que defendem um estado mínimo, não fosse o SUS, e o auxílio estatal, o Brasil teria virado uma grande cova.

CHAPAS VÃO DEFINIR

A FORMAÇÃO das chapas para o governo na eleição do próximo ano é que vão definir quais serão os candidatos. Antes de se conhecer o cenário fica difícil traçar um panorama de candidaturas.

SEM CALENDÁRIO

NÃO existe calendário da próxima etapa da vacinação, até aqui garantida a quem tem de 74 anos em diante. Tudo depende do envio pelo governo federal, que tem sido um exemplo de falta de planejamento na imunização.

DOIS NOMES INTERESSANTES

DOIS NOMES que deveriam ser candidatos a um cargo eletivo no próximo ano, o da ex-prefeita Socorro Neri (PSB) e o do ex-candidato a prefeito Minoru Kinpara (PSDB). A política precisa de figuras com boa qualificação.

CHAPAS ATRATIVAS

PSL E PSD terão chapas atrativas para deputado estadual na eleição do próximo ano, porque não aceitarão candidatos que tenham mandato. Iguala as chances.

NÃO CONVERSA

O VICE-GOVERNADOR Major Rocha diz que não conversa sobre política ou composições este ano. Antes quer trabalhar para tornar as chapas do PSL competitivas.

FRASE MARCANTE

“Dizem eu o tempo muda as coisas, mas é você que deve mudá-las”. Andy Warhol.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.