Conecte-se agora

Soja é um dos responsáveis pelo aumento nas exportações

Publicado

em

Em uma análise mensal, se comparadas a média nas exportações, até a primeira semana de agosto deste ano, que registrou US$ 969,08 milhões

A balança comercial brasileira registrou um bom desempenho na primeira semana de agosto deste ano. Ao todo foram obtidos um superávit de US$ 2,095 bilhões e corrente de comércio de US$ 7,596 bilhões. Os resultados, contabilizados com cinco dias úteis, são referentes a exportações no valor de US$ 4,845 bilhões e importações de US$ 2,751 bilhões. Os bons resultados aqueceram as venda dos insumos agrícolas e de máquinas.

Ainda de acordo com as informações divulgadas pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia, de janeiro até agora, as exportações marcaram um total de US$ 125,737 bilhões e as importações, US$ 93,657 bilhões, com saldo positivo de US$ 32,08 bilhões e corrente de comércio de US$ 219,395 bilhões.

Em uma análise mensal, se comparadas a média nas exportações, até a primeira semana de agosto deste ano, que registrou US$ 969,08 milhões, com a de agosto de 2019, com US$ 894,07 milhões, é possível perceber um aumento de 8,4%, em razão do crescimento nas vendas em Agropecuária (+35,5%) e em produtos da Indústria de Transformação (+3,6%). Em compensação, as vendas na Indústria Extrativista caíram 0,9%.

Nesse contexto, para quem pensa em fazer um bom investimento, tudo indica que sementes de soja à venda são uma ótima alternativa de negócio. Afinal, esse grão é um dos responsáveis pelo aumento nas exportações, que foi impulsionado principalmente pelo crescimento de produtos agropecuários. No caso da Soja o aumento foi de 41,8%; Milho não moído, exceto milho doce foram 21,5%; Café não torrado 44,7%; Algodão em bruto 102,8% e Sementes oleaginosas de girassol, gergelim, canola, algodão e outras 370,5%.

Quando o assunto são elementos da Indústria de Transformação, o aumento nas exportações pode ser atribuído as vendas dos seguintes produtos: Açúcares e melaços (+121,4%); Ouro, não monetário, excluindo minérios de ouro e seus concentrados (+109,3%); Carne bovina fresca, refrigerada ou congelada (+38,7%); Carne suína fresca, refrigerada ou congelada (+166,7%) e Carnes de aves e suas miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas (+20,3%).

A média diária das importações, até a primeira semana de agosto de 2020, ficou -22,3% abaixo da média de agosto do ano passado com US$ 550,17 milhões e US$ 707,72 milhões, respectivamente. Nesse comparativo, caíram os gastos, principalmente, com Agropecuária (-5,7%), Indústria Extrativa (-78,9%) e com produtos da Indústria de Transformação (-19,6%).

Anúncios

Cotidiano

Acre atua para que 457 pacientes sigam tratamento contra o câncer sem sair do Estado

Publicado

em

Atualmente, 457 acreanos são encaminhados para o tratamento de câncer no Amazonas e Rondônia mas o Governo do Acre trouxe nesta quarta-feira (20) a garantia de que o serviço de radioterapia no Hospital do Câncer está em plena operação.

O acelerador linear foi retomado e outras questões, segundo a Secretaria de Estado da Saúde, estão superadas –faltando apenas a chegada dos dosímetros, equipamentos que medem o nível de exposição dos raios emitidos pelo acelerador e que precisam ser utilizados pelos profissionais. A previsão é de que cheguem em cinco dias úteis.

Com isso, os 457 pacientes poderão em breve seguir o tratamento em Rio Branco, sem necessidade de se deslocar para outras regiões.

“O antigo aparelho de radioterapia começou a dar problemas no ano de 2016. Durante esse período eram realizadas somente radioterapias paliativas. Em fevereiro de 2017 os serviços pararam em definitivo e os pacientes precisaram ser regulados via TFD para a realização do tratamento”, explica a gerente-geral, Kelcinea Souza, em entrevista à Agência de Notícias do Acre.

Continuar lendo

Destaque 3

Autoridades reforçam grupos que estão sendo vacinados no Acre: saúde, idosos e indígenas

Publicado

em

No Acre, os grupos prioritários que receberão a vacina contra Covid-19 nesta primeira etapa, com as 40.760 mil doses enviadas pelo Ministério da Saúde serão: povos indígenas aldeados, profissionais da saúde e idosos, com 60 anos ou mais, institucionalizados, que são aqueles que moram em lares de longa permanência.

Profissionais da Saúde

Para o Acre, chega 34% da remessa referente aos profissionais da Saúde, cerca de 6.343 servidores, que utilizarão 12.686 doses para a primeira e segunda etapas, com um saldo de segurança de 636 doses.

As unidades e os critérios para vacinação dos profissionais serão definidos pelas equipes do Departamento de Vigilância em Saúde, Centro de Operações especiais para a Covid-19 (COE) e Programa Nacional de Imunização.

Pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas

No estado, 244 idosos institucionalizados utilizarão 488 doses nas primeira e segunda etapas de imunização, com 30 doses de saldo.

Povos indígenas em terras demarcadas

São indígenas que moram nas aldeias, totalizando cerca de 12.815 indivíduos. Serão utilizadas 25.630 doses, com 1.290 doses como saldo de segurança.

A vacinação será realizada em conformidade com a organização dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dseis) nos diferentes municípios.

Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Acre

Bocalom decide que alunos do 5º ano retornem às aulas em fevereiro

Publicado

em

Governo e prefeitura de Rio Branco começam a discutir o encerramento do ano letivo do ano passado em algumas escolas, comprometido pela pandemia, e o início do ano letivo referente ao ano de 2021. O estado ainda não se pronunciou oficialmente sobre a volta às aulas presenciais, já a prefeitura de Rio Branco anunciou nesta quarta-feira, 20, que os cerca de 1.800 estudantes do 5º ano da rede municipal de ensino retornam às salas de aula em Rio Branco no dia 8 de fevereiro.

O anúncio desagradou os sindicatos que representam os trabalhadores da educação. Em uma nota divulgada também nesta quarta-feira, a classe reafirma que sem vacinação os professores não voltam à sala de aula.

No caso dos professores estaduais, há ainda a questão da melhoria salarial. O prazo dado para correção da tabela de vencimentos expira no próximo dia 1º de março. Os sindicatos estão convocando um dia de paralisação para o dia 1º de fevereiro. Em Rio Branco, a concentração dos professores deve ocorrer em frente ao Palácio Rio Branco.

Leia a nota:

Nota de Esclarecimento

A direção unificada dos Sindicatos da Educação e o Codep afirmam que a situação salarial dos trabalhadores em Educação é desesperadora, o clamor por melhoria salarial é constante e não vemos nenhuma ATITUDE CONCRETA por parte do Governador, do Secretário de Estado de Planejamento e Gestão nem do Secretário de Educação, QUE VISE a resolver essa questão salarial, no prazo máximo estipulado pela direção dos Sindicatos, que é 1º de março, para correção da tabela.

Trabalhadores em Educação das Redes Estadual e Municipal de Rio Branco, sem vacinação nem ganho salarial, não retornaremos às salas de aula!

É importante lembrar que boa vontade e sensibilidade não colocam arroz, feijão nem pão na mesa dos trabalhadores da Educação. Essa conversa de que a reunião na Casa Civil serviu de apronto para que SEJA FORMADA UMA COMISSÃO QUE ESTUDARÁ A CORREÇÃO SALARIAL DOS PROFESSORES E DEMAIS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO É APENAS UMA ENROLAÇÃO DE TEMPO, PARA ATRAVESSARMOS O ANO DE 2021 SEM NENHUM GANHO.

Por essa razão, a direção unificada dos Sindicatos e a do Codep convocam todos os trabalhadores em Educação das redes estadual (em seus respectivos municípios) e municipal para um dia de paralisação, MARCADA PARA O DIA 1° DE FEVEREIRO, A PARTIR DAS 08:00h. Para os trabalhadores da capital, a concentração será EM FRENTE AO PALÁCIO RIO BRANCO, respeitando uma distância segura e o uso obrigatório de máscara.

BASTA DE ENROLAÇÃO: QUEREMOS VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO!

Sinteac / Sinproacre/ Sintae / Codep

Continuar lendo

Cotidiano

Durante discussão, mulher fere homem a golpes de gargalo de garrafa na Conquista

Publicado

em

José Martins Gameleira, de 31 anos, foi ferido com um gogó de garrafa no início da tarde desta quarta-feira, 20, após uma discussão na rua José Magalhães, no bairro Conquista, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, José e uma mulher não identificada passaram a noite usando entorpecentes e, no início da tarde de hoje, começaram a discutir. Foi quando a mulher tomou posse de uma garrafa, quebrou e desferiu um golpe que atingiu uma artéria da vítima. Após a ação, a mulher fugiu do local.

A ambulância do SAMU foi acionada, os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e encaminharam José ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

Policiais Militares estiveram no local e após colher as características da agressora fizeram rondas na região em busca de prendê-la, mas ela não foi encontrada.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas