Conecte-se agora

Polícia procura homicida que baleou mulher e matou trabalhador a sangue frio

Publicado

em

A polícia de Xapuri continua mobilizada para prender o autor do crime de homicídio contra o produtor rural Fábio Júnior Flores de Andrade, de 36 anos de idade, fato ocorrido nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira, 5, na colocação União, seringal Nazaré, na zona rural do município.

Nas buscas que foram feitas na região, horas depois do crime, os policiais conseguiram encontrar o suspeito, mas não tiveram êxito na sua captura. Ele foi localizado na casa de um familiar, mas fugiu antes que os agentes se aproximassem, abandonando uma das armas que portava, além da moto roubada da vítima.

De acordo com informações prestadas à polícia pela esposa de Fábio Júnior, o trabalhador foi morto sem nenhum motivo aparente, quando ele ainda estava deitado. O produtor rural foi alvejado com pelo menos um tiro na cabeça, provavelmente de rifle, e morreu no local, diante de um filho pequeno.

Na noite anterior, o suspeito havia atirado em uma mulher, que seria, segundo as informações apuradas pela reportagem, sua ex-esposa. Comunicada do fato, a polícia foi até o local, mas não conseguiu prendê-lo. Depois disso, a mulher ferida foi trazida para a cidade a fim de que recebesse atendimento médico.

Depois de disparar contra a mulher, o suspeito, de nome Moisés, fugiu e, pela manhã, chegou à colocação de Fábio Júnior, onde o encontrou deitado em uma rede, desferindo-lhe um tiro certeiro na cabeça. Ele deixou a casa levando uma arma e a motocicleta do produtor. O roubo pode ter sido a única motivação do crime.

Depois de ser resgatado por uma viatura do Corpo de Bombeiros de Xapuri, ainda na tarde da quarta-feira, o corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal em Rio Branco. Filho de uma família conhecida, na região dos seringais São Pedro e Nazaré, Fábio Júnior teve sua morte lamentada nas redes sociais.

Anúncios

Cotidiano

Saúde informa que não faz ligações e não envia SMS para cadastro de vacinação da Covid-19

Publicado

em

Segundo o Ministério da Saúde trata-se de um golpe, com objetivo de clonar aplicativos de mensagens. O Ministério informa que não faz agendamento para vacinação, não solicita dados pessoais e nem envia qualquer tipo de código para os cidadãos.

Caso receba ligação ou mensagem de texto tratando sobre agendamento ou solicitação de dados pessoais, a orientação do Ministério da Saúde é não passar nenhum tipo de informação e denunciar às autoridades competentes.

A primeira fase da vacinação contra a Covid-19 já começou em grande parte do País. No entanto, apenas grupos prioritários serão imunizados, inicialmente, como profissionais da saúde, idosos em casas de repouso e população indígena. A recomendação do Ministério da Saúde é que a população em geral não procure os postos de saúde para vacinar contra a Covid-19, nesse momento.

O governo do Acre e nem as prefeituras do estado também fazem qualquer tipo de agendamento para vacinação.

Continuar lendo

Cotidiano

Casal que “guardava” 23 kg de maconha de facção em casa é preso no Calafate

Publicado

em

Uma ação dos policiais militares da Força Tática do 1° e 2 Batalhão com o apoio da ROTAM, resultou na de prisão de um casal e na apreensão de 23 kg de maconha na noite desta terça-feira, 19, em uma residência localizada na rua Cabo Frio, no bairro Calafate, em Rio Branco.

A guarnição policial estava fazendo um patrulhamento de rotina na região, quando recebeu uma denúncia de que em uma casa tinha muita droga escondida da organização criminosa Comando Vermelho. Três guarnições policiais se deslocaram até o local, fizeram um cerco na residência e encontraram o casal. Durante uma revista na casa, dentro de um quarto, encontraram os 23 kg de maconha.

Diante dos fatos foi dada a ordem prisão e o casal foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Cotidiano

Governo divulga resultado de recursos de prova do processo seletivo da Educação

Publicado

em

O governo do Acre e as secretarias de Planejamento Gestão e Educação, Cultura e Esportes, SEPLAG e SEE, tornaram público nesta quarta-feira, 20, o resultado das respostas aos recursos contra o gabarito da prova objetiva para o cargo de professor temporário nos programas de Educação de Jovens e Adultos (EJA), Ensino Regular, Fundamental, Médio e Aprender é o Caminho. A lista dos aprovados foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

O resultado preliminar dos candidatos aprovados na Prova Objetiva na seguinte ordem: cargo, vaga, inscrição e nome do candidato, em ordem alfabética

O candidato poderá solicitar revisão do resultado preliminar da Prova Objetiva, por meio de link disponível no site www.ibade.org.br, das 8h do dia 21/01/2021 até as 18h do dia 22/01/2021, observando o horário local da cidade de Rio Branco.

Para mais informações, clique aqui. 

Continuar lendo

Cotidiano

Mais um caso de tortura no presídio vai ser investigado pela justiça do Acre

Publicado

em

A denúncia partiu da 4ª Promotoria Criminal de Execução Penal e Fiscalização de Presídio. De acordo com o relato de detentos durante inspeção do Ministério Público no último dia 13 de janeiro, um dia antes dois apenados teriam sido alvo de tortura praticada por policiais penais.

A sessão de tortura teria acontecido no espaço chamado de “Chapão”, onde ficam os presos sentenciados dentro do presídio Francisco de Oliveira Conde. Os dois reeducandos que teriam sido espancados pelos policiais são Deivesson de Souza Rodrigues e Diego Oliveira da Silva. De acordo com a denúncia do MPAC os dois já fizeram exame de corpo de delito que comprovam terem sofrido tortura.

O promotor de justiça Tales Tranin, titular da 4ª Promotoria Criminal de Execução Penal e Fiscalização de Presídio, solicitou a abertura de inquérito policial, noticiou o caso a corregedoria do Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN) e oficiou à Promotoria do Controle Externo da Atividade Policial que é quem tem atribuição para este tipo de investigação. O caso de tortura também foi levado ao conhecimento do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura localizada em Brasília.

“Essa investigação tem por finalidade identificar quem são esse policiais penais que agrediram esses reeducandos e em que circunstâncias aconteceram essas agressões”, afirma Tranin.

O promotor fala ainda sobre os casos de tortura que ainda se depara dentro da unidade prisional. “O Ministério Público tem falado sempre que presídio é lugar para se cumprir pena privativa de liberdade, não é para se ter tortura lá dentro. As pessoas que ainda insistiram com essa prática criminosa serão responsabilizadas”, destaca.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas