Conecte-se agora

Os tucanos coloquem os seus bicos de molho; Gladson não assinou

Publicado

em

Para início de conversa: o governador Gladson Cameli não se filiou ao PSDB. Prometeu se filiar. Vamos então começar esta prosa por este ponto, por esta hipótese.

Caso se filie ao PSDB (quero ver primeiro a ficha assinada e registrada no TRE-AC), ele tem que começar colocando na cabeça que não está entrando num partido nanico, mas num partido estruturado e com diretório eleito. Não é uma executiva municipal provisória que você pode entrar e trocar todo mundo. Neste caso teria que haver uma intervenção da direção nacional. E viraria uma grande confusão. Mas não seria impossível.

Outro aspecto: o PSDB tem um candidato a prefeito de Rio Branco disputando entre os favoritos, o professor Minoru Kinpara (PSDB). Durante todo este processo pré-eleitoral, ele anunciou que a sua candidata a prefeita de Rio Branco é a Socorro Neri. Não foi ela quem se insinuou, não foi ela quem pediu; mas ele que, espontaneamente, disse por diversas vezes que não abriria mão do seu nome.

Como é que ficaria entrando no PSDB?

Como cumpriria sua promessa de apoiar a prefeita Socorro (PSB) a mais um mandato?

Para isso acontecer teria que degolar a candidatura do Minoru.

Não há alternativa.

Outra pergunta: o que ganha o Gladson entrando no PSDB, a não ser a antipatia do presidente Jair Bolsonaro, porque o seu adversário em 2022 será o manda-chuva do PSDB, João Dória?

Um estado pobre como o Acre, que vive basicamente do FPE, pode se dá ao luxo de optar por ser adversário de quem preside o país?

São situações que não podem ficar fora desta complexa alquimia política. Por isso vou me colocar entre os céticos ante a esta cantada em prosa e versa filiação ao PSDB.

Os tucanos coloquem os seus bicos de molho. Como São Tomé, eu prefiro ver para crer. Até lá vou ficar na arquibancada. E bem distante com as bicadas.

NÃO MESMO!
Não vão mesmo me deixar doido com esta história, quero ver a ficha assinada e registrada.

NÃO ABREM MÃO
Disparei ontem telefonemas a políticos do PSDB. E com os quais conversei deixaram claro que a chegada do Gladson não implicaria na retirada da candidatura do professor Minoru Kinpara (PSDB). E que, depois que se filiar, vão lhe convencer a entrar na campanha do Minoru.

O CÉU NÃO É DE BRIGADEIRO
Mas fosse o Minoru Kinpara (PSDB) não dormiria tranquilo até este nó ser desatado. Há muitos jogos de interesse políticos para esta eleição e para a eleição de 2022. E neste tabuleiro de xadrez o Minoru é a peça mais fraca. Não vejo mais seu nome navegando em céu de brigadeiro.

NÃO VERIA COM FELICIDADE
Por isso não veria como ele diz ver, com felicidade, um pouso do Gladson no ninho tucano.

COMO DIZER QUE MUDOU DE IDÉIA?
Outro complicador para a imagem do governador Gladson Cameli é chegar agora e dizer que, não apoiará mais a candidatura da prefeita Socorro Neri a um novo mandato. Não ficaria mal para ela, mas muito mal para ele, para a sua imagem. Voltar atrás lhe seria desgastante.

DITO EXAUSTIVAMENTE
E mesmo porque este apoio já foi dito e repetido exaustivamente por ele na imprensa.

MEDIDO E PESADO
Tudo neste possível cenário deve ser medido e pesado para não dar revertério no futuro.

NÃO APOSTA NA SAÍDA
Conversei ontem com o deputado José Bestene (PROGRESSISTAS) sobre a notícia. Disse que falou com o governador, não crê na sua saída, e recomendou que ninguém aposte na sua filiação ao PSDB. Ele fica no seu partido, o PROGRESSISTAS, comentou um tranquilo Bestene.

NÃO MUDA NADA
O senador Petecão (PSD) disse ontem ao BLOG que não comentaria a notícia antes de ver a filiação do governador Gladson ao PSDB. Mas que, caso ocorra, não causará nenhuma mudança na aliança PROGRESSISTAS-PSD, que apoia Tião Bocalom (PROGRESSISTAS) à PMRB.

VÃO DE VELHO BOCA
Petecão lembrou que o Velho Boca e sua vice Marfisa já estão em campanha nos bairros.

VÃO PARA A PRESSÃO
Os líderes evangélicos vão para a pressão em cima do governo para que mantenha os seus templos abertos. E com a tese de confronto, de que o MP não manda no estado, e que se as igrejas forem fechadas tem que fechar todo o comércio. Vão dar esta alerta a uma reunião que acontecerá segunda-feira no gabinete civil. Esta pressão está dando muito na vista.

É SÓ RELIGIOSA?
Esta pressão para a abertura das igrejas é só religiosa? É a pergunta que começa a ser feita.

NÃO PODERIA PULAR
Não tenho dúvida de que se houver uma virada de mesa e os templos forem abertos no atual cenário de pandemia crescente, o MP conseguirá uma Liminar na justiça para o fechamento.

PODE ATÉ NÃO CONCORDAR
Esta é uma observação deste BLOG neste filia ou não filia o Gladson no PSDB. A sua entrada vai significar o fim da era do grupo dos Rochas na sigla – leia-se vice-governador Rocha e deputada federal Mara Rocha – os longos anos de jornalismo me ensinaram ler política nas entrelinhas.

NÃO É NENHUM TOLO
O vice-governador Major Rocha pode até de público ficar falando que a entrada é bem vinda, mas sabe que no âmago, o jogo não lhe seria mais favorável ao seu grupo no ninho tucano. Uma coisa é navegar tranquilo num partido, a outra é com uma sombra poderosa.

DEIXEMOS A HIPOCRISIA DE LADO
E vamos deixar a hipocrisia de lado. O governador Gladson e seu vice Major Rocha nunca tiveram um entendimento que possa ser considerado como ideal, mas cheio de idas e vindas. Embora de público não admitam isso, quem acompanha os bastidores sabe ser verdade.

DORME E ACORDA
O senador Márcio Bittar (MDB) sonha e acorda em um cenário em que leve o governador Gladson a disputar o Senado, e ele sair candidato a governador na eleição de 2022. Claro que vai negar, nem seria tolo de admitir isso agora, mas dorme e acorda articulando este cenário.

ÚNICO HORIZONTE
Conheço o senador Sérgio Petecão (PSD) bem antes dele ser político, depois de dar uma palavra não volta atrás. A única hipótese de abandonar a candidatura do Tião Bocalon (PROGRESSISTAS) a prefeito de Rio Branco seria o Bocalon desistir da candidatura. E só.

O JOGO DE CRUZEIRO DO SUL
Em Cruzeiro do Sul o PSDB indicou o vice na chapa do candidato a prefeito Fagner Sales (MDB). Caso o Gladson entre no PSDB teria que apoiar esta chapa. Seria a lógica. E neste caso o grande prejudicado seria o grupo do prefeito Ilderlei Cordeiro (PROGRESSISTAS).

CONTRATAÇÃO MANTIDA
O que este BLOG publicou já se confirmou, de que a diretoria do Rio Branco Futebol Clube não voltaria atrás na contratação do goleiro Bruno. Inclusive, já fez o primeiro treino no clube.

FRASE MARCANTE
“A liberdade é mais importante que o pão”. Nelson Rodrigues, dramaturgo.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.