Conecte-se agora

Única a votar do governo pela abertura de igrejas, Sinhasique diz que “nenhum espaço está livre do vírus”

Publicado

em

FOTO: DIEGO GURGEL

A votação entre membros do Comitê do Pacto Acre sem Covid, ocorrida na noite dessa quarta-feira, 29, em Rio Branco, teve apenas dois votos favoráveis pela manutenção do funcionamento dos templos religiosos durante a fase laranja da pandemia do coronavírus. Um do pastor e representante do grupo evangélico, José Ildson Barbosa, e o segundo da secretária de Empreendedorismo e Turismo, Eliane Sinhasique. Segundo ela, o “voto foi para manter as igrejas abertas dentro dos protocolos de segurança e sanitização”.

Ao ac24horas, a gestora esclareceu que, da maneira que vinham sendo realizados os encontros nos templos nesse momento de pandemia, havia uma redução de até 80% dos frequentadores. “Distanciamento de dois metros entre eles, verificação de temperatura ao entrar no templo, uso de máscara e álcool gel e monitoramento”, pontua, ressaltando que as medidas sanitárias são importantes para impedir a proliferação da doença nesse meio.

“Ao se constatar que alguns fiéis, após frequentar os cultos (cumprindo todos os protocolos de segurança) apresentem os sintomas da Covid-19, se interrompa as reuniões”, salienta.

A secretária diz entender que as igrejas, como todos os outros ambientes, precisam funcionar usando todos os protocolos de segurança. “Hoje não vejo nenhum espaço como livre do vírus e é preciso tomar todos os cuidados necessários. Até dentro de casa”, conclui.

O governo do Estado decidiu acatar as recomendações do Ministério Público Estadual, do Ministério Público Federal e do Comitê do Pacto Acre sem Covid e voltar a fechar os templos religiosos durante a fase laranja da pandemia, podendo estes reabrir somente a partir da bandeira amarela.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas